Blog

Bruno Pereira conclui 2018 com saldo positivo em São Lourenço da Mata

Publicado em 12/12/2018 às 13h00

O prefeito de São Lourenço da Mata, Região Metropolitana do Recife (RMR), Bruno Pereira finaliza o ano de 2018 com um saldo positivo em sua administração com grandes avanços para o município. Desde que voltou do seu afastamento de quatro meses, em 17 de janeiro, têm trabalhado para reestruturar os serviços essenciais, realizar os pagamentos dentro do cronograma, iniciar novos empreendimentos e dar continuidade aos projetos paralisados em outras gestões.

Todos os funcionários da Prefeitura de São Lourenço da Mata estão com os salários pagos em dia, e os efetivos receberão o décimo terceiro salário no próximo dia 20, cumprindo o calendário de pagamento 2018. Assim como os prestadores de serviços e fornecedores terceirizados, que estão com os recebimentos regularizados.

Entre as grandes obras em andamento estão: a construção dos Residenciais Dona Lindu I e II, com 576 apartamentos já em fase de conclusão e com previsão de entrega para o primeiro semestre de 2019; e o São Lourenço I, II e III, que estão sendo construídos em três etapas e irá contemplar 900 famílias. Ao todo, os projetos que fazem parte do Minha Casa, Minha Vida; irão colaborar significativamente no déficit de moradia de São Lourenço da Mata, beneficiar mais de cinco mil são-lourencenses.

“A entrega do Dona Lindu está prevista para o início do próximo ano, seguindo o cronograma inicial, está quase pronto, o sorteio dos endereços já foi realizado e as famílias já visitaram as obras. Junto com o São Lourenço I, II e III, que já foi inciado e está bem adiantado, nosso município vai poder realizar o sonho de 1476 famílias em ter a casa própria”, contou o prefeito Bruno Pereira que tem acompanhado pessoalmente o andamento das construções e dos procedimentos burocráticos.

A gestão Bruno Pereira também está realizando outras grandes construções no município: a retomada, após seis anos paralisadas, do Ginásio de Esportes Josué Pereira de Oliveira, o Pereirão; a reforma do Centro Social Urbano (CSU), espaço para a realização de atividades sociais; a Praça de Esportes e Cultura (PEC), local para a realização de ações culturais, práticas esportivas e de lazer; e a Casa de Acolhimento, projetada em um ambiente confortável e seguro, que irá abrigar crianças e adolescentes em situação de risco atendidas pelo Conselho Tutelar do município.

Além destes, está realizando a pavimentação de 23 ruas em diversos bairros do município, incluindo os distritos de Lages e Matriz da Luz, na Zona Rural de São Lourenço da Mata. Também regularizou serviços essenciais, como a coleta de lixo; no Hospital e Maternidade Petronila Campos (HMPC) reabriu o bloco cirúrgico, com mais de 400 procedimentos feitos por mês; reestruturou a maternidade e aumentou a demanda do laboratório, que agora efetua cerca de 16 mil exames mensalmente.

Na educação, sancionou lei que concedeu reajuste de 6,81% no piso salarial dos professores da rede municipal de ensino, aplicado de acordo com a tabela do Plano de Cargos e Carreira (PCC) do município, que classifica os professores por níveis diferentes, beneficiando mais de 300 profissionais. E os estudantes são-lourencenses contaram com as aulas do Pré-Enem Educação em Ação, projeto que proporcionou aulas gratuitas aos jovens que desejavam fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

“Mesmo com grande projetos em andamentos, que são fundamentais para o desenvolvimento social e econômico local, nós não deixamos de lado as funções primordiais para o bom funcionamento da cidade, por isso investimos bastante nas áreas da educação e saúde, que são a base para o desenvolvimento de qualquer município. E estamos com grandes planos para 2019, vamos continuar trabalhando e São Lourenço da Mata vai crescer ainda mais”, finalizou o prefeito.

Fonte: Blog Ponto de Vista.

Comentários (0) e Compartilhar

Arraes e Bárbara de Alencar no livro dos heróis da Pátria

Publicado em 12/12/2018 às 12h00

Jair Bolsonaro já declarou publicamente que abomina o método Paulo Freire

Dois revolucionários nordestinos terão seus nomes inscritos nesta quarta-feira no livro dos “Heróis da Pátria” que está localizado na Praça dos Três Poderes, em Brasília. São eles Miguel Arraes e Bárbara de Alencar. Arraes nasceu no Araripe (CE), morou no Crato, e aos 15 anos se transferiu para o Recife a fim de concluir os seus estudos. Aqui foi deputado estadual, prefeito da capital, governador e deputado federal. Como prefeito, lançou o revolucionário “Movimento de Cultura Popular” que visava à alfabetização de moradores dos morros e das periferias pelo também revolucionário método Paulo Freire, que o presidente eleito, Jair Bolsonaro, já disse que abomina. Como governador, mediou o histórico “acordo do campo”, entre empresários da cana e do açúcar e trabalhadores rurais da Zona da Mata, pelo qual esses últimos passaram a ter direito à carteira de trabalho e ao pagamento do salário mínimo. Bárbara de Alencar, da mesma família do ex-governador, nasceu em Exu (PE), mas ainda jovem foi morar no Crato (CE) de onde apoiou a Revolução Pernambucana de 1817 e a Confederação do Equador de 1824, tornando-se a primeira presa política do Brasil. Cumpriu a pena num presídio de Fortaleza e em sua homenagem o cearense Ednardo compôs uma das mais belas peças do seu cancioneiro.

Nos dois turnos

O ex-governador Roberto Magalhães revelou ontem que votou em Bolsonaro nos dois turnos “achando que ele não ganhava”. Votaria em qualquer um, disse ele, para evitar que o PT voltasse ao comando da nação. Disse não saber o que seria do Brasil, hoje, sem a Operação Lava Jato, dado ter sido o PT o grande responsável “por essa desgraça que está aí”.

1º lugar – A estudante Liz Figueiredo e Bezerra, 12 anos, do Colégio Diocesano de Caruaru, conquistou o 1º lugar geral na 5ª edição da Olimpíada Brasileira de Raciocínio Lógico de 2018. Ela alcançou a medalha de ouro na categoria “Nível 2”, com a nota 32 (a máxima era 36) e obteve a melhor classificação entre 2.371 estudantes do 7º ano de todo o país.

O balanço – A deputada e vice-governadora eleita, Luciana Santos (PCdoB), fará amanhã um ato político a fim de prestar contas do seu mandato. O evento acontecerá no Espaço Jardim Aurora, no Recife, a partir das 18h. Ela permanecerá na direção nacional do partido,

A presença – Apesar dos seus 88 anos, o ex-presidente José Sarney fez questão de ir ontem ao TCU para prestigiar a posse do ministro José Múcio na presidência do TCU. Múcio pertencia ao PDS quando Sarney era presidente nacional do partido e virou vice de José Sarney.

A redução – O governador Camilo Santana (CE) enviou ontem um projeto à Assembleia Legislativa do Ceará propondo a redução do número de secretarias, que cairá de 29 para 22 (igual a Bolsonaro com o ministério). Uma das que serão extintas será a de Combate às Drogas.

Nada a ver – O general Hamilton Mourão, vice-eleito de Bolsonaro, disse que seu modelo de ação será o pernambucano Marco Maciel, que foi vice de FHC. Só que um nada tem a ver com o outro. O general foi a vida inteira militar e Maciel foi a vida toda político, tendo sido deputado estadual e federal, presidente da Câmara, governador, senador, ministro e vice-presidente da República.

Fonte :Blog de Inaldo Sampaio.

Comentários (0) e Compartilhar

Camaragibe pode ficar sem recursos para 2019

Publicado em 12/12/2018 às 11h00

A Câmara de Camaragibe, através do presidente Roberto da Loteria (PTC), realiza na manhã desta quinta-feira (13), durante a 80ª Reunião Ordinária, a votação dos projetos de lei de autoria do Executivo, referentes à Lei Orçamentária Anual (LOA), para o exercício de 2019, e ao Plano Plurianual (PPA). A LOA 2019 do município de Camaragibe prevê aproximadamente R$ 334 milhões em orçamento para o próximo ano.

Diante dos escândalos envolvendo o prefeito de Camaragibe e da insatisfação dos munícipes com a atual gestão, o presidente Roberto da Loteria alega que o Executivo vem interferindo nas atividades do Legislativo. Matérias importantes como a LOA e o PPA, que são de natureza orçamentária, correm o risco de não serem aprovadas neste mês de dezembro resultando em problemas financeiros para o município. “Através de manobra política, o prefeito tem se preocupado mais em anular a eleição da Comissão Executiva da Câmara para o biênio 2019/2020, mesmo com a decisão judicial na esfera de 2ª instância, provocando um conflito de interesse, em vez de se preocupar com o futuro da cidade”, afirma.

O presidente faz um apelo aos demais vereadores para comparecerem à sessão de quinta-feira, pois mais da metade dos parlamentares não estiveram na última reunião ordinária no dia 11 de dezembro, em virtude de uma manobra do prefeito e, pede ainda, o reforço da imprensa pernambucana. “Gostaria de pedir a compreensão dos pares desta Casa para contribuir na votação em trâmite normal da LOA e PPA, tendo em vista que, o município precisa dessa aprovação para que os serviços básicos da cidade como Saúde, Educação, ação social, pagamentos de servidores não paralisem”, enfatiza Roberto da Loteria.

O total da Dotação Orçamentária é de R$ 333.443.440.

Fonte : Blog Edmar Lyra.

Comentários (0) e Compartilhar

MPF acusa governador de improbidade administrativa

Publicado em 12/12/2018 às 10h00

Reprodução/Facebook/Paulo Câmara                          Reprodução/Facebook/Paulo Câmara

Em ação civil pública apresentada pelo Ministério Público Federal (MPF), a procuradora Silvia Regina Pontes Lopes acusa o governador Paulo Câmara (PSB) e o secretário estadual de Saúde, José Iran Costa Júnior, por atos de improbidade administrativa no que se refere ao repasse de recursos do Sistema Único de Saúde (SUS) para organizações sociais de saúde, as OSS, que são responsáveis por administrar hospitais e unidades de pronto-atendimento. As informações foram divulgadas, nesta terça-feira (11), no Blog de Jamildo. 

De acordo com o citado na ação, com base nos cálculos do Tribunal de Contas do Estado (TCE), em 2010, os recursos destinados somavam R$ 144,37 milhões. O valor teria passado, em 2017, para R$ 1.208.027.923,34. Em 2018, o repasse foi de R$ 507.301.501,72. Para a procuradora, o aumentou aconteceu “sem qualquer justificativa plausível”. 

Além disso, tais recursos deveriam aparecer nos portais de transparência da secretaria e do governo, mas segundo Silvia Regina só há dados relativos aos repasses de 2017 e, ainda assim, desatualizados. “Sequer é possível saber onde, quando, como e em que as organizações sociais da área de saúde estão efetuando despesas com o dinheiro do contribuinte brasileiro”, destacou a procuradora do MPF. 

O próprio secretário, ainda de acordo com o órgão, teria participado de uma audiência pública que tratou sobre a importância da transparência nos gastos efetivados. O MPF chegou a expedir uma recomendação alertando sobre o assunto. 

Além da ação, o Ministério Público ajuizou outra com a finalidade de que o Estado e as OSS se adequem com “urgência” em relação aos seus respectivos portais de transparência. Um oficio também foi enviado à Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) solicitando que seja analisada a possibilidade de instaurar processo contra o governador e o secretário em “eventual prática de crime de responsabilidade”.

Fonte Leia Ja.

Comentários (0) e Compartilhar

Tasso diz que Aécio Neves já prejudicou muito a imagem do PSDB

Publicado em 12/12/2018 às 09h00

Desafeto de Aécio Neves desde a última campanha presidencial, o senador Tasso Jereissati(PSDB-CE) admitiu nesta terça-feira (11) que o político mineiro já prejudicou bastante a imagem partido e que é preciso rapidamente resolver este problema.

“Eu acho que o Aécio já prejudicou muito o partido. E, se isso for comprovado (a denúncia de Joesley Batista), é um negócio muito sério. Se essa mesada for realmente verdadeira, é uma questão muito séria”, disse o político cearense.
“A imagem do partido não pode mais ficar ligada a isso para o resto da vida. Tem que dar um jeito”, disse Jereissati, que já chegou a admitir em entrevistas anteriores que Aécio deveria se desligar do partido.

Além de Aécio, são investigados nesta operação os senadores José Agripino (DEM-RN) e Antônio Anastasia (PSDB-MG) e os deputados federais Cristiane Brasil (PTB-RJ), Benito Gama (PTB-BA) e Paulinho da Força (SD-PR).

O PSDB teria recebido R$ 64,6 milhões, o PTB R$ 20 milhões através de Cristiane Brasil, Benedito Gama e Luiz Rondon e o Solidariedade R$ 15 milhões por intermédio de Paulinho da Força e Marcelo Lima Cavalcanti.
Em nota, o advogado Alberto Zacharias Toron, que defende o senador Aécio Neves, afirmou:

O Senador Aécio Neves sempre esteve à disposição para prestar esclarecimentos e apresentar todos os documentos que se fizessem necessários às investigações, bastando para isso o contato com seus advogados.

O inquérito policial baseia-se nas delações de executivos da JBS que tentam transformar as doações feitas a campanhas do PSDB, e devidamente registradas na justiça eleitoral, em algo ilícito para, convenientemente, tentar manter os generosos benefícios de seus acordos de colaboração. A correta e isenta investigação vai apontar a verdade é a legalidade das doações feitas.

Já o deputado Paulinho da Força (SD-SP), também por meio de nota, afirma que “a delação da JBS foi desmoralizada publicamente e a fraude realizada pelos delatores foi comprovada com a prisão dos dois empresários pelo Superior Tribunal Federal (STF). A acusação absurda de compra de apoio do partido Solidariedade para a candidatura à Presidência de Aécio Neves, em 2014, beira o ridículo”.

“Desde a sua criação, em 2013, o Solidariedade já apoiava o candidato Aécio Neves por acreditar em seus projetos para o país”.

Já o senador José Agripino, que à época presidia o DEM, afirmou por meio dos seus advogados que não foi alvo de busca e apreensão em nenhum dos seus endereços.

“Enquanto presidente nacional do Democratas, o senador buscou, seguindo a legislação eleitoral vigente, doações para o partido. Doações que, solicitadas a diversas empresas, foram voluntariamente feitas sem que o ato de doação gerasse qualquer tipo de compromisso entre o doador e o partido ou qualquer dos seus integrantes. O senador permanece à disposição da Justiça para os esclarecimentos que se fizerem necessários”.

Por sua vez, o senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) afirmou também por meio de nota que “desconhece totalmente o motivo pelo qual teve seu nome envolvido nessa história. Em toda sua trajetória, ele nunca tratou de qualquer assunto ilícito com ninguém”.

Em nota, o advogado Luiz Gustavo Pereira da Cunha, que defende Cristiane Brasil, declara: “Cristiane Brasil esclarece que à época dos fatos não era deputada federal, não conhecia os empresários do conglomerado J&F; e seu papel nas eleições de 2014 foi exclusivamente o de ajudar a retirar o PTB da base de apoio do PT”.

Já a assessoria do deputado federal Benito Gama (PTB-BA) divulgou a seguinte nota: “Há um fato sendo investigado sobre a eleição presidencial de Aécio Neves em 2014. Na condição de presidente nacional do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), em exercício à época, fui convidado hoje (11), para prestar testemunho sobre este fato que tem relação com a empresa JBS e a candidatura do Aécio Neves. Não houve contra a mim nenhuma medida de busca e apreensão ou qualquer outra medida, como divulgado pela imprensa. Assim como em toda a minha trajetória, continuo sempre à disposição da justiça em qualquer investigação. O mesmo faz parte do estado democrático.

Repudio em absoluto qualquer ato de corrupção e tentativa de ser relacionado ao objeto das investigações da Lava Jato. Reitero a minha lisura e conduta pautada na honestidade, seriedade e responsabilidade ao longo destes mais de trinta anos dedicados à de vida pública em prol da Bahia e do Brasil”.

Fonte :Blog de Inaldo Sampaio.

Comentários (0) e Compartilhar

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||