Blog

Projeto Novos Rumos do TRE-PE proporciona novas oportunidades a socioeducandos

Publicado em 16/11/2017 às 21h15
TRE-PE - Projeto Novos Rumos

O Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) apresentou, nesta quinta-feira (16), a terceira edição do Projeto Novos Rumos que acolherá 13 jovens, durante um período de até seis meses, em unidades do Tribunal: Escola Judiciária Eleitoral (EJE), Secretaria Judiciária (SJ) - com apoio da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação (STIC) -, Central de Atendimento ao Eleitor da Capital (CAEC Cinco Pontas) e a Assistência de Gestão Socioambiental (AGS), que também coordena o projeto.

O presidente do TRE-PE, Luiz Carlos de Barros Figueiredo e a diretora-geral, Isabela Landim fizeram a abertura do evento. “Desejo que vocês se dediquem pensando no bem de vocês mesmos e para que a gente possa provar a essa sociedade que vale a pena dar essa oportunidade a todos, que todo mundo merece uma nova chance”, declarou o presidente do TRE-PE, Luiz Carlos de Barros Figueiredo.

A assistente da Gestão Socioambiental, Sinara Batista da Silva, apresentou o projeto para os socioeducandos e seus familiares. “Eu queria chamar atenção aqui para a logo do programa, é uma porta, uma porta que está aberta, aberta pra acolher, aberta para caminhar juntos. E quando a gente chega perto dessa porta, ela está cinza, está sem cor. Mas na sequência ela se colore e os novos rumos tem essa composição.”

O Projeto Novos Rumos foi instituído através doTermo de Parceria nº 01/2014 entre o TRE-PE e a Prefeitura do Recife e possui o amparo legal da Resolução CNJ nº 25/2009 e da Portaria do TSE n° 494/2016. A medida tem como objetivo promover ações de assistência socioeducativa no âmbito da Justiça Eleitoral de Pernambuco, viabilizar a execução de medida socioeducativa de Prestação de Serviços à Comunidade (PSC) a adolescentes em conflito com a lei e oportunizar a eles a participação solidária em tarefas que visem à formação de atitudes e valores construtivos, auxiliando na sua inserção no mercado de trabalho, pretendendo resgatar os valores sociais, fortalecer a autoestima e o senso de responsabilidade dos socioeducandos.

Márcio Matheus da Silva Pereira, de 17 anos, morador do bairro do Ibura de Baixo é um desses 13 jovens que participarão do projeto e falou o que espera do futuro: “a oportunidade que eu nunca tive, estou tendo agora. A gente tem que valorizar as oportunidades que aparecem, porque hoje em dia trabalho está muito difícil, quem tem o seu tem que segurar. Eu espero crescer, dar o meu melhor, ajudar a minha família e melhorar de vida.”

Próximas atividades que serão realizadas com os socieducandos:

22.11 – 9 horas: Encontro com Equipe Psicossocial do TRE-PE

24.11 - 9 horas: Curso de Etiqueta Profissional e Social

28.11 – 14 horas: Palestra sobre Gestão Socioambiental/Ecocidadania

1º.12– 9 horas: Palestra sobre Ética

 Fonte :TRE-PE.

Comentários (0) e Compartilhar

'Tribunal errou ao determinar prisão de parlamentares'

Publicado em 16/11/2017 às 20h15

O advogado de defesa do presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), Nélio Machado, disse que o "tribunal errou" ao determinar a prisão preventiva do seu cliente, Jorge Picciani, e também dos deputados Paulo Mello e Edson Albertassi. Os três são parlamentares pelo PMDB do Rio. "Estão punindo suposto pecador sem dar a ele o direito de defesa", afirmou.

Machado argumenta que os desembargadores do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) fizeram um pré-julgamento ao avaliar nesta quinta-feira, 16, as denúncias do Ministério Público Federal (MPF) de envolvimento dos parlamentares em esquemas de corrupção e lavagem de dinheiro.

"Estão confundindo prisão preventiva com pena antecipada. O que se vê na decisão é que se toma como verdadeira a versão de pessoas que têm a posição de colaboradoras em troca de vantagens. Ninguém leu o depoimento dele (Picciani) na polícia", disse Machado.

O advogado disse que não há tempo hábil para tentar liberar o presidente da Alerj por meio de habeas corpus e que a melhor opção será aguardar o posicionamento da Assembleia, que poderá suspender a decisão do TRF-2.

"Amanhã é sexta-feira. Segunda-feira é feriado. Tudo isso conspira em nosso desfavor", acrescentou. Em sua opinião, a prisão só deveria acontecer depois de os deputados estaduais se manifestarem.

Fonte :Estadão.  

Leia Ja.

Comentários (0) e Compartilhar

Justiça intima Lula e o filho dele para decidir sobre bloqueio de R$ 24 milhões

Publicado em 16/11/2017 às 19h00

Lula o filho e os demais envolvidos terão até o dia 21 deste mês para esclarecem seus posicionamentos em relação ao pedido / Foto: Agência PT
Lula o filho e os demais envolvidos terão até o dia 21 deste mês para esclarecem seus posicionamentos em relação ao pedido

Foto: Agência PT
JC Online
 

O juiz Vallisney Souza, da 10ª Vara Federal de Brasília, decidiu intimar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o filho mais novo do petista, Luís Cláudio Lula da Silva, bem como o lobista Mauro Marcondes e a mulher dele, Cristina Marcondes,  para que se manifestem sobre o pedido do Ministério Público Federal de bloqueio de R$ 24 milhões.

De acordo com a Justiça Federal, Lula o filho e os demais envolvidos terão até o dia 21 deste mês para esclarecem seus posicionamentos em relação ao pedido, feito pelo MPF em outubro, numa ação da Operação Zelotes, que investiga a edição de medida provisória para beneficiar montadoras.

O MPF pediu o bloqueio de mais de R$ 21 milhões do ex-presidente petista e de R$ 2.552 milhões do filho dele. Em relação a Mauro Marcondes e Cristina Marcondes, o juiz decidiu, mesmo os intimando, manter, por conta de uma decisão anterior, o bloqueio de mais de R$ 8 milhões. A apreciação do pedido do MPF só será feita  pelo juiz após o prazo para as explicações.

Investigação

Lula é acusado de tráfico de influência, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Já Luís Cláudio responde por estes dois últimos crimes.

O petista, o ex-ministro Gilberto Carvalho e mais cinco pessoas foram acusadas de envolvimento em corrupção para aprovação da MP 471, editada no segundo mandato do ex-presidente A MP, transformada em lei no ano de 2010, prorrogou os incentivos fiscais de montadoras instaladas nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste.

Segundo o MPF, a empresa Marcondes e Mautoni Empreendimentos, do lobista Mauro Marcondes Machado, representava os interesses da CAOA (Hyundai) e da MMC Automotores (Mitsubishi do Brasil) e teria ofertado R$ 6 milhões a Lula e Carvalho. O dinheiro seria para financiar campanhas do PT.

Fonte :JC.

Comentários (0) e Compartilhar

Diretoria de Serviços Públicos realiza trabalho de limpeza urbana no município

Publicado em 16/11/2017 às 18h00

A Prefeitura não para! A fim de manter o ordenamento nos espaços, a Diretoria de Serviços Públicos está realizando, em vários pontos da cidade, uma série de trabalhos voltados para limpeza urbana do município. Nesta quinta-feira (16), cerca de 20 pessoas realizaram os serviços de capinação, remoção de entulhos, varrição e limpeza em toda Rua Manoel Corrêa, no Centro. Além da localidade, também foram contemplados com os trabalhos a Unidade Básica de Saúde (UBS) e o Centro de Vigilância Ambiental (CVA), em Beira Rio. E amanhã os serviços continuam! Será a vez do Pixete receber os cuidados na canaleta que fica em torno à quadra do bairro. 

Fonte :Prefeitura de São Lourenço da Mata.

Comentários (0) e Compartilhar

Sinpol pede abertura de CPI contra o Executivo

Publicado em 16/11/2017 às 17h15
O deputado estadual Edilson Silva (PSOL)
O deputado estadual Edilson Silva (PSOL)Foto: Mandy Oliver/Folha de Pernambuco

O Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco (Sinpol-PE) foi até a Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) nesta quinta-feira (16) pedir a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar atos de corrupção relacionados ao Poder Executivo. O grupo, encabeçado pelo presidente da organização, Áureo Cisneiros, tentou entregar o documento ao presidente da Alepe, Guilherme Uchoa (PDT), mas não conseguiu ser atendido diretamente pelo parlamentar. Mesmo assim, foi recebido por assessores do pedetista que receberam a documentação e ficaram de encaminhar à Mesa Diretora. 

O documento, que é assinado também por entidades da sociedade civil, cita investigações recentes relacionadas à administração estadual, como a Operação Torrentes, deflagrada na última semana, que visa combater o esquema de fraudes em contratos para a reestruturação de municípios da Mata Sul de Pernambuco após as enchentes de 2010 e 2017. O Sinpol ainda elenca os altos índices de violência para justificar a iniciativa. 

“É de se estranhar que um governo imerso em tantas denúncias de corrupção não seja investigado por nenhum órgão ou instituição do nosso Estado. Precisou a Polícia Federal, a partir de informações anônimas, vir até aqui para investigar alguma coisa. Nem a Assembleia Legislativa, mesmo tendo uma considerável bancada de oposição, está cumprindo seu papel de fiscalizar o Executivo”, destacou Cisneiros.

Assinaturas
O deputado oposicionista Edilson Silva (PSOL), que se colocou à disposição para recolher assinaturas junto aos parlamentares, mas ponderou as dificuldades em instalar a CPI. “Nós vamos fazer o trabalho de buscar as assinaturas. Mas temos aqui praticamente 40 deputados que são da base do governo, que estão aqui para prestar continência ao governo. Lamentavelmente, não vejo como isso prosperar. Só com muita pressão da sociedade”, afirmou o psolista.

Fonte : Blog da Folha de PE.

Comentários (0) e Compartilhar

left show fwR|left tsN uppercase fwB|left show fwB fsN uppercase|bnull|||login news fwB tsN fwR tsY c05|normalcase fwR c15 fsI|b01 c05 bsd|login news c10|tsN normalcase fwR fsI c15 b01 bsd|b01 normalcase bsd c05|content-inner||