Blog

TRE nega embargos a Diogo Prado e mantém afastamento do vereado

Publicado em 14/11/2018 às 15h00
TRE nega embargos a Diogo Prado e mantém afastamento do vereador
Os desembargadores do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) negaram um recurso, impetrado pela defesa do vereador Diogo Prado (PSC), que solicitava recorrer do processo que cassou seu mandato por infidelidade partidária no exercício do cargo.
 

A decisão foi emitida contrário aos embargos foi unânime, na manhã desta quarta-feira (14), em Recife. Diogo se elegeu vereador em Carpina, nas eleições de 2016, pelo Partido Comunista do Brasil (PCdoB), e deixou a sigla e se filiou ao Partido Social Cristão (PSC), a qual disputou o cargo de deputado estadual, este ano. Diogo ainda recorrerá da decisão no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília.

Informações do Giro Mata Norte

Fonte: Blog do Elielson Lima.

Comentários (0) e Compartilhar

Debate eleitoral ficou muito aquém do que o país precisa

Publicado em 14/11/2018 às 14h00

Governadores do Nordeste recusam-se a participar de reunião com Paulo Guedes

Acabamos de sair de uma eleição presidencial sem que os temas que afetam diretamente a vida do povo tenham sido discutidos com a profundidade que se esperava. Perdeu-se muito tempo com a mudança no Estatuto do Desarmamento, a redução da maioridade penal e se a democracia estaria ou não em jogo com a vitória de Jair Bolsonaro. Mas não se teve o cuidado de explicar diaticamente à população a necessidade da reforma previdenciária, da reforma tributária e de um novo acordo federatico que tire os estados e municípios da situação de penúria em que se encontram. Essa crise vai desembocar nas costas do contribuinte, que será chamado a pagar as contas do Rio Grande do Sul, do Rio Grande do Norte, do Rio de Janeiro e de Minas Gerais, para citar apenas esses quatro que se encontram quebrados do ponto de vista fiscal. Ou alguém admite que a União vai fiscar assistindo, passivamente, três dos quatro mais importantes estados do país ficarem sem ter condições sequer de pagar a folha dos seus servidores? Fala-se que o futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, pretende reunir-se em Brasília hoje com todos os 27 governadores para discutir a dívida dos seus estados, que já foi renegociada em 2016 pelo governo Dilma Rousseff. Mas pelo menos os do Nordeste não pretendem comparecer por enxergar caráter “político” no encontro, e não “intitucional-administrativo”. O fato é que vamos começar 2019 com mais da metade dos governadores extrapolando o limite de gastos com a folha de pessoal e sem saber quando e se receberão ajuda para superação desse problema.

A questão do saneamento

Bolsonaro já reconheceu que o atual Congresso não tem legitimidade para aprovar a reforma previdenciária do governo Temer e quer adiar o debate para o seu governo. É o que o atual presidente deveria fazer também com a Medida Provisória do Saneamento, que transfere a gestão desse setor para a iniciativa privada. Só que 22 dos 27 governadores são contra.

Dois Joões – A partir de fevereiro de 2019, haverá dois deputados na Câmara Federal com o mesmo nome: João Campos. Um é do PSB/PE e o outro do PRB/GO. O goiano é um dos preferidos por Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) para presidir a Casa no biênio 2019-2020.

Preço alto – Paulo Câmara ainda não avaliou corretamente o desgaste que sofre o seu governo pela decisão de extinguir a DECASP. Todos os órgão de controle, daqui e alhures, criticaram essa medida, que foi aprovada por larga margem pela Assembleia Legislativa.

Da Casa – A partir da Emenda 43 à Constituição de Pernambuco, o cargo de procurador geral do Estado é privativo de um dos membros da carreira. Os dois últimos foram da carreira foram Sílvio Pessoa (governo Jarbas Vasconcelos) e Tadeu Alencar (governo Eduardo Campos).

A promessa – Para honrar o compromisso de pagar o 13º aos beneficiários do Bolsa Família, o Governo do Estado teve que aumentar a alíquota do ICMS de vários produtos da cesta básica. Imagine o que terá de fazer para construir os 4 novos hospitais prometidos desde 2014!

O Congresso – O Recife vai sediar de 12 a 15/11de 2019 o próximo Congresso Eucarístico Nacional. O último que se realizou em Pernambuco foi em 1939, início da II Guerra Mundial que levou à morte 6 milhões de judeus. Último dia 11, completaram-se 100 anos do fim da Primeira.

Fonte : Blog de Inaldo Sampaio.

Comentários (0) e Compartilhar

Antes de depor, Lula recebe visita de Haddad na prisão em Curitiba

Publicado em 14/11/2018 às 13h00
Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula
               Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula

Estadão Conteúdo

Nesta quarta-feira (14), dia em que presta seu terceiro depoimento à Lava Jato, o ex-presidente Luiz Inácio da Silva recebe a visita do ex-prefeito Fernando Haddad na prisão, em Curitiba. Candidato do PT derrotado no segundo turno da eleição presidencial e advogado formal do ex-presidente, Haddad viajou de São Paulo a Curitiba em voo de carreira para visitar Lula. É a segunda vez que os dois se encontram desde a vitória de Jair Bolsonaro (PSL) na eleição.

Às 10h está prevista a chegada de uma comitiva de parlamentares petistas no local onde apoiadores de Lula se reúnem em frente à Superintendência da Polícia Federal na capital paranaense. O depoimento do ex-presidente, no âmbito da ação sobre o sítio de Atibaia (SP), está marcado para às 14h no prédio da Justiça Federal.

Fonte: Blog do Jamildo.

Comentários (0) e Compartilhar

Bolsonaro criará o Ministério da Cidadania

Publicado em 14/11/2018 às 12h00

A informação foi dada à Rádio Gaúcha pelo  ministro que coordena a transição de governo e futuro chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. O“martelo está batido” para a criação do “Ministério da Cidadania” no governo de Jair Bolsonaro (PSL).

Lorenzoni ainda explicou que a nova pasta cuidará das áreas de desenvolvimento social, direitos humanos e políticas de combate às drogas – atualmente o governo federal tem o ministério do Desenvolvimento Social e o ministério dos Direitos Humanos. Ele também declarou que parte do Ministério do Trabalho poderá ficar com a nova estrutura, mas que o modelo será analisado pelo presidente eleito Jair Bolsonaro.

Fonte : Blog do Magno Martins.

 

 

Comentários (0) e Compartilhar

PTB e PSDB também diminuem em Pernambuco

Publicado em 14/11/2018 às 11h00

As eleições estaduais de 2018 trouxeram uma queda significativa da representatividade dos principais partidos de oposição ao governador Paulo Câmara. O grupo liderado por Armando Monteiro que elegeu seis federais e sete estaduais no último dia 7 de outubro, trouxe uma surpresa negativa para o PTB e o PSDB, ambos integrantes da chapa majoritária oposicionista.

Na eleição de 2014 o PSDB elegeu três deputados federais, que foram Daniel Coelho, Bruno Araújo e Betinho Gomes, todos com votações acima de 90 mil votos. Já o PTB emplacou quatro deputados federais, todos acima de 85 mil votos, que foram Ricardo Teobaldo, Jorge Corte Real, Zeca Cavalcanti e Adalberto Cavalcanti.

Passados quatro anos, o PSDB sofreu a baixa de Daniel Coelho que foi para o PPS, e a ida de Bruno Araújo para a disputa majoritária, trocando uma reeleição pavimentada por uma aventura no Senado. Ficando apenas com Betinho Gomes para tentar a reeleição. O PTB, por sua vez, perdeu Ricardo Teobaldo para o Podemos e Adalberto Cavalcanti para o Avante. Jorge Corte Real desistiu de tentar a reeleição e foi candidato a suplente de senador, restando apenas Zeca Cavalcanti na disputa.

Betinho Gomes ficou com pouco mais de 20 mil votos, enquanto Bruno Araújo foi derrotado para o Senado, dizimando a bancada do PSDB na Câmara dos Deputados. Zeca Cavalcanti acabou ficando na primeira suplência da coligação e deixou o PTB sem nenhum representante em Brasília. Na disputa para deputado estadual o PSDB elegeu apenas Alessandra Vieira e o PTB, apenas Álvaro Porto e Romero Sales Filho, evidenciando que os dois partidos, assim como o DEM, precisarão se reestruturar para as eleições seguintes.

A derrota do dia 7 de outubro da oposição deixou os partidos da coligação Pernambuco Vai Mudar completamente fragilizados, e eles que fizeram prefeitos de municípios importantes em 2016 estarão na necessidade de mais do que fortalecer os prefeitos que tentarão a reeleição, atrair novos quadros que possam representar uma reoxigenação, sob pena de diminuirem ainda mais no próximo pleito eleitoral.

Floresta – Com a provável ida de Kaio Maniçoba para a Câmara dos Deputados, através da convocação de algum deputado federal eleito na coligação do Solidariedade, Floresta terá três deputados a partir de 2019: Rodrigo Novaes e Fabrízio Ferraz na Assembleia Legislativa de Pernambuco e Kaio em Brasília.

Quebra – Com a ida para a Câmara dos Deputados sem lograr êxito na disputa, o deputado estadual Henrique Queiroz encerra um ciclo de quarenta anos na Assembleia Legislativa de Pernambuco. Henrique foi deputado por dez mandatos na Casa Joaquim Nabuco. Apesar de pendurar as chuteiras, ele conseguiu eleger o sucessor, Henrique Queiroz Filho que chega à Casa em 2019 para continuar o legado.

Ofuscado – Setores palacianos apostam piamente que João Campos exercerá o mandato de deputado federal em Brasília, porém isso tem sido avaliado como uma narrativa para despistar. Todos sabem que se assumir o mandato, na condição de oposição na capital federal, João Campos estará ofuscando seu mandato, o que não acontecerá se ficar em Pernambuco no secretariado, pois além da caneta, João ficará em evidência para projetos futuros.

Marco Aurélio – Eleito deputado estadual, Marco Aurélio deixará a Câmara Municipal do Recife após dois mandatos exitosos, sobretudo o vigente quando ocupou a primeira secretaria da Casa. Marco poderá fazer o mesmo caminho de outros colegas, como Eriberto Medeiros e Francismar Pontes que trocaram a Casa José Mariano pela Joaquim Nabuco e nunca mais saíram de lá.

RÁPIDAS

Críticas – A escolha de Onyx Lorenzoni para a Casa Civil gerou algumas críticas em Brasília ao presidente eleito Jair Bolsonaro. O deputado gaúcho é tido na Câmara Federal como antipático e que na avaliação dos próprios colegas, Onyx poderá criar problemas na articulação política do futuro governo.

Araripina – A vitória da deputada estadual Roberta Arraes atrelada a derrota de Socorro Pimentel deixou o atual grupo que comanda Araripina fragilizado. O resultado deverá ter desdobramentos em 2020, quando o prefeito Raimundo Pimentel, mal-avaliado, poderá disputar a reeleição com grandes dificuldades, naturalmente beneficiando o grupo liderado por Roberta.

Inocente quer saber – Geraldo Julio acompanhou Paulo Câmara na viagem para a Espanha?

Fonte : Blog Edmar Lyra.

Comentários (0) e Compartilhar

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||