Blog

Saúde promove ação do Dezembro Vermelho

Publicado em 14/12/2018 às 22h00

Por Cynthia Barbosa

Fotos: Victor Patrício/SECOM

O dia 1 de dezembro foi determinado como o Dia Mundial Contra a AIDS, com o objetivo de promover a troca de informações, esclarecer mitos que envolvem o tema e incentivar a tolerância social. Diante dessa importante data, que em 2018 completa 30 anos, a Secretaria de Saúde promoveu um evento, o Dezembro Vermelho, com diversos serviços gratuitos, nesta sexta-feira (14), na rua do Rosário.

“Nosso objetivo é oferecer aconselhamentos e tirar dúvidas sobre a AIDS e demais doenças sexualmente transmissíveis, além de realizar exames gratuitos para a população. Com essa ação também oferecemos aconselhamentos, explicamos formas de diagnóstico e tratamento, dessa forma esperamos diminuir o preconceito que existe”, explicou a coordenadora do Centro de Testagem e Acolhimento (CTA) do município, Jessica Andrade.

Durante o evento foram oferecidos testes rápidos de sífilis, hepatite e HIV, com resultado entregue em até 20 minutos, e aulas de zumba. Os são-lourencenses que obtiveram resultado positivo para HIV, receberam acolhimento do Serviço de Assistência Especializada (SAE), e em casos de sífilis e hepatite, os pacientes foram encaminhados ao Centro de Testagem e Acolhimento (CTA), onde recebem suporte médico.

Fonte: Secretaria de Comunicação.

Comentários (0) e Compartilhar

Juventude do PSB se reúne para discutir inserção na política

Publicado em 14/12/2018 às 20h00
Encontro foi voltado para a juventude do PSB
Encontro foi voltado para a juventude do PSBFoto: Douglas Fagner / PSB

Os deputados federais eleitos João Campos Danilo Cabral participaram de um encontro comn cerca de 150 jovens, nesta quinta-feira (13), no auditório do Partido Socialista Brasileiro (PSB). A nona edição do Prosa Política, que aborda temáticas da atualidade, abordou o Protagonismo jovem nos espaços de poder e as influências do projeto Escola sem Partido na juventude – a proposta foi arquivada esta semana na Câmara Federal. O evento contou ainda com a presença do presidente do PSB estadual, Sileno Guedes, e do representante da JSB Pernambuco, Tyago Bianchi, além da secretária de Formação Política Dora Pires.

Eleito com a maior votação da história de PernambucoJoão Campos palestrou sobre o protagonismo da juventude na política brasileira. O parlamentar apresentou um panorama da nova configuração da Câmara Federal, resultado das eleições de 2018. Esse ano, 47,3% dos 513 deputados são novatos (que não foram reeleitos). Dos 444 parlamentares da Câmara Federal, 251 foram reeleitos, ou seja, 56%. Em toda bancada, apenas 28 deputados estão na faixa etária de até 30 anos - um a menos que na legislatura passada. Ainda segundo os dados apresentados por João Campos, o PSB foi o partido de esquerda que mais se renovou no Brasil, elegendo 18 novos deputados federais na bancada de 32.

Após a apresentação, João falou do papel que a bancada socialista terá durante os próximos quatro anos. Ele também destacou que, apesar da renovação apresentada, é preciso ter cautela diante do novo cenário. “A gente tem que ter muito cuidado com a palavra ‘novo’. Nem sempre o que é novo é melhor. Temos que ter a clareza de entender o que é importante ser feito”, ressaltou. O parlamentar eleito ainda avaliou o resultado da eleição presidencial, pontuando que as principais demandas nacionais não foram discutidas durante o pleito.
Na noite desta quinta-feira, partido realizou mais uma edição do Prosa Política com os deputados João Campos e Danilo Cabral

Na noite desta quinta-feira, partido realizou mais uma edição do Prosa Política com os deputados João Campos e Danilo Cabral - Crédito: Douglas Fagner / PSB

Presidente da Comissão de Educação na Câmara, o deputado federal Danilo Cabral frisou a importância do arquivamento da proposta Escola sem partido para a juventude brasileira. “Chegar aqui depois da vitória com o arquivamento dessa proposta é importante. Esse projeto significa uma vedação à liberdade de pensamento e ao pluralismo de ideias. Eles não querem uma escola sem partido e sim com um partido único. A gente tem que garantir a escola como lugar de debate, onde cada um possa expressar seu pensamento. Esse é o papel da escola”, afirmou o socialista, enfatizando ainda a necessidade de resistir à temática no novo governo.

O parlamentar também ressaltou que é preciso debater o pacto pela educação no âmbito nacional, para que avanços na área sejam realizados. Danilo, que foi secretário de Educação na gestão do governador Eduardo Campos, lembrou os avanços realizados em Pernambuco, como a construção de novas escolas em tempo integral (em 2007, eram sete e agora o número se aproxima de 400), o salto no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) e a nova rede de escolas técnicas, enfatizando o compromisso do governador Paulo Câmara em continuar com as políticas educacionais em seu mandato.

Presidente estadual do PSB, Sileno Guedes destacou o papel do engajamento da base partidária no encontro. “Esse evento acontece por dois motivos: pela disposição da nossa militância de pegar informação, de debater políticas e ideias e pelo compromisso e disponibilidade de pessoas como Danilo e João, que vêm trazer informações do Congresso Nacional, da Assembleia Legislativa e administrações do PSB. Quem dá conta no dia a dia é essa base, que alimenta a chama do nosso partido”, avaliou. O evento também foi marcado por um ato de filiação de novos aos ao Partido Socialista Brasileiro.

Fonte : Blog da Folha de PE.

Comentários (0) e Compartilhar

'Chegou a hora de a política voltar a conduzir o País', diz Toffoli

Publicado em 14/12/2018 às 19h00

"É necessário que nos recolhamos, venho falando muito sobre isso", afirmou Dias Toffoli

Valter Campanato/ Agência Brasil
Agência Estado
 

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), José Antonio Dias Toffoli, disse em evento comemorativo dos 30 anos da Constituição no Rio, que chegou a hora da política voltar a conduzir o País e de o Judiciário perder o protagonismo que ganhou nos últimos anos.

"O Legislativo legisla para o futuro, o Executivo para o presente, e o Judiciário o passado. Se tudo vai parar no Judiciário, é porque as outras instâncias falharam. Não pode tudo parar no Judiciário", criticou em evento na Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan).

O ministro sugere que sejam criada outras instâncias de decisões e apontou como um motivos para o predomínio da judicialização no País o texto muito longo da Constituição brasileira, que para ele deveria ser simplificada.

Papel do judiciário

Como exemplo concreto, Toffoli citou a judicialização da greve dos caminhoneiros deste ano, que, para ele, deveria ter sido resolvida entre as instâncias dos setores envolvidos.

"Será que é o Judiciário que tem que decidir greve de caminhoneiro? Ou são os setores da sociedade que têm que decidir? Mas está lá, está judicializado", destacou. "O Judiciário tem que ser a ultima fase e não a primeira", explicou

Toffoli avalia que com isso o Judiciário ficou muito exposto e chegou a hora de se recolher: "É necessário que nos recolhamos, venho falando muito sobre isso", afirmou, sem citar nomes." Nós não somos zagueiros, somos centroavantes, não podemos ser o superego da sociedade", afirmou.

Agenda

O ministro informou ainda que pela primeira vez na história do Brasil o STF terá uma pauta definida para um exercício completo, e prometeu divulgar na próxima segunda-feira (17), a agenda de 2019. Toffoli saiu do evento sem falar com os jornalistas.

Fonte:JC.

Comentários (0) e Compartilhar

Juiz barra pedido para obrigar Palocci a pagar multa

Publicado em 14/12/2018 às 18h00

O juiz Danilo Pereira Júnior, da 12ª Vara Federal, negou nesta sexta-feira (14), um pedido do Ministério Público Federal que exigia que o ex-ministro Antonio Palocci pagasse US$ 20.439.382,16 (R$ 78, 12 milhões) "sob pena de prisão".

Palocci deixou a cadeia no dia 29 de novembro, após dois anos e dois meses preso - desde setembro de 2016, alvo da Operação Omertà - passando para o regime semiaberto domiciliar.

Condenado a 9 anos e 10 dias de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), o ex-ministro, beneficiado pela delação que fechou com a Polícia Federal, passou ao cumprir pena provisória em regime prisional semiaberto domiciliar, sob monitoramento de tornozeleira eletrônica.

FonteEstadão.

 Leia Ja.

Comentários (0) e Compartilhar

Deputados desistem de ‘pauta-bomba’ e antecipam recesso

Publicado em 14/12/2018 às 17h00
Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados
Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados

Estadão Conteúdo

Depois da repercussão negativa, a Câmara praticamente encerrou os trabalhos da atual legislatura no plenário nesta semana e deve desistir de projetos que deixariam uma fatura bilionária para o governo Jair Bolsonaro.

Oficialmente, o recesso parlamentar só começa no dia 23 e a Casa pode ainda convocar sessões na próxima semana. A avaliação de técnicos, no entanto, é que a chance de isso acontecer é pequena, já que deputados reeleitos devem ir aos seus Estados para se diplomar.

O projeto que previa perdão de dívida para Cemig (R$ 4 bilhões) chegou perto de ser votado. O texto também tiraria cerca de R$ 15 bilhões do fundo social para financiar gasodutos. Outro projeto que deverá ficar para a próxima legislatura é a que trata das dívidas do Funrural (a previdência do setor).

Fonte : Blog de Jamildo.

Comentários (0) e Compartilhar

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||