Blog

PE não envia representante à reunião convocada por Doria

Publicado em 13/11/2018 às 15h00
Presidente nacional do PCdoB, Luciana Santos, falou à coluna digital No Cafezinho, que está no ar nas redes sociais, no Blog e no YouTube da Folha de Pernambuco
Presidente nacional do PCdoB, Luciana Santos, falou à coluna digital No Cafezinho, que está no ar nas redes sociais, no Blog e no YouTube da Folha de PernambucoFoto: Arthur de Souza

O convite do encontro, marcado para amanhã, com o ministro extraordinário, Onyx Lorenzoni, e com o futuro titular da pasta de Economia, Paulo Guedes, é assinado por três governadores eleitos: João Doria (SP), Wilson Witzel (RJ) e Ibaneis Rocha (DF). A digital deles acendeu o sinal amarelo no Governo de Pernambuco, que afastou o caráter institucional da convocação, dirigida aos 27 governadores. O grupo do Nordeste passou a encarar o "chamado" como um esfoço de Doria para se firmar, politicamente, como porta-voz de todos os gestores eleitos e está rechaçando o que enxerga como "interesse pessoal" do tucano. A ideia original de Paulo Câmara era enviar a vice-governadora eleita, Luciana Santos, como representante, uma vez que ele e o vice-governador, Raul Henry, encontram-se em viagem de férias. Em entrevista à coluna digital "No Cafezinho", que está no ar no Blog, nas redes sociais e no Youtube da Folha de Pernambuco, a presidente nacional do PCdoB enumera empecilhos para a participação no encontro. "Me parece que será um evento de caráter, eminentemente, politico e não institucional. Então, essa é a diferenciação que a gente está procurando apurar melhor, entender o que é essa convocação, porque a convocação é assim: Frente dos Governadores pelo Brasil. É uma frente que não existe, né?!", pondera Luciana, após sublinhar que não foi a comissão, já instaurada oficialmente, de transição que realizou o convite. Consultas foram feitas. "O governador Flávio Dino (MA) já opinou no sentido de que não faz sentido (participar) e ele também relatou que essa é a opinião de Renan Filho (AL)", informa a comunista. "Em última instância", pontua Luciana, a decisão "é dele", referindo-se a Paulo Câmara. Detalhe: o encontro está marcado para ocorrer em Brasília, onde o governador, Rodrigo Rollemberg, derrotado por Ibaneis, é correligionário de Paulo Câmara. Doria, por sua vez, foi ao 2° turno, em São Paulo, em dura disputa contra outro socialista, Márcio França. Essas variáveis também devem entrar na conta. Nos corredores do Palácio das Princesas, na noite de ontem, já se dava como certo que o Estado não enviará representantes, dado o caráter político impresso à agenda.

Enlace certo entre PCdoB e PPL
Presidente nacional do PCdoB, Luciana Santos tem preferido usar o termo "integração" para definir a incorporação do PPL ao PCdoB. O movimento, que resolve a questão da cláusula de barreira, está "bem ecaminhado, segundo ela. Para isso, uma "comissão de enlace", outro termo simpático empregado no processo, foi criada.

Portas...> Secretário-executivo da Fazenda, Bernardo D´Álmeida terá, hoje, reunião reservada com deputados estaduais para apresentar os projetos encaminhados, na última sexta, pelo governador Paulo Câmara, à Alepe, como a coluna antecipou.

...fechadas > As principais propostas visam à redução da alíquota do ICMS do diesel e a criação da Nota Fiscal Solidária.
 
Férias 1 > Presidente da Casa de José Mariano, Eduardo Marques assumiu, ontem, a Prefeitura do Recife. Fica até a amanhã, quando o vice-prefeito, Luciano Siqueira, volta após exames.
 
Férias 2 > Geraldo Júlio está de férias. Eduardo foi reeleito para comandar a Mesa e é um dos homens de confiança da cúpula do PSB.
 
Apetite > Guilherme Boulos almoçou no Recife, ontem, em Santo Amaro, com o vereador Ivan Moraes e com Carol Vergolino, eleita codeputada com as Juntas. Na mesa, o tradicional arrumadinho. Ele encontrou coma militância e teve agenda na UFPE. Boulos defende a criação de uma frente democrática para fazer oposição ao governo Jair Bolsonaro nas ruas e no Congresso.

 

Fonte:Folha de PE.

Comentários (0) e Compartilhar

Justiça dá 72 horas para governo se pronunciar sobre extinção da Decasp

Publicado em 13/11/2018 às 14h00
Foto: Bobby Fabisak / JC Imagem
Foto: Bobby Fabisak / JC Imagem

Do blog Ronda JC

O juiz da 5ª Vara da Fazenda Pública da Capital, Augusto Napoleão Sampaio Angelim, deu o prazo máximo de 72 horas para que o Governo de Pernambuco se pronuncie sobre a ação popular que questiona a extinção da Delegacia de Polícia de Crimes contra a Administração e Serviços Públicos (Decasp). Após esse prazo, o magistrado vai tomar a decisão a favor ou contra o pedido da ação.

A ação popular está em nome de Lucas Gondim Chaves Regis, Paulo Vinícius Cabral dos Santos e Saulo Gonçalo Brasileiro, formandos de direito da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Na petição, o grupo denuncia o desvio de finalidade em relação ao fim da delegacia que combatia a corrupção no Estado, e pede que a Justiça aprecie o pedido de liminar para suspender os efeitos da lei estadual que criou o Departamento de Repressão ao Crime Organizado, e, consequentemente, acabou com a Decasp.

A ação foi distribuída, na noite dessa quinta-feira (08), para a 5ª Vara da Fazenda Pública da Capital. Apesar das críticas de entidades, associações de polícia e da sociedade, a lei proposta pelo Governo de Pernambuco e aprovada pela grande maioria dos deputados estaduais deu fim à delegacia na semana passada.

A Secretaria de Defesa Social informou, na semana passada, que nenhuma investigação será “obstaculizada ou encerrada” com esse novo arranjo administrativo. Disse também que a extinção da delegacia foi “uma medida administrativa necessária para o cumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal, que não permite a criação de despesas com pessoal pelos governos nos 180 dias finais de mandato”.

Fonte: Blog do Jamildo.

Comentários (0) e Compartilhar

Armando se arrepende pelo voto favorável aos ministros do STF

Publicado em 13/11/2018 às 13h00

Reajuste dos ministros do STF terá um “efeito cascata” de aproximadamente 4 bilhões

O senador Armando Monteiro confessou ontem à Rádio CBN do Recife que se arrependeu por ter votado favoravelmente ao projeto de lei que reajustou em pouco mais de 16% os subsídios dos ministros do STF. Só o fez, todavia, porque o presidente da Suprema Corte, ministro Dias Tofolli, procurou pessoalmente diversos congressistas com a promessa de que se o reajuste fosse aprovado seriam extintos automaticamente todos os “penduricalhos” que engordam os contracheques de Suas Excelências, entre eles o auxílio moradia que custa aos cofres públicos, anualmente, segundo cálculos do ministro Gilmar Mendes, cerca de 1 bilhão. O líder petebista não avaliou corretamente na hora de votar o impacto que teria nos cofres públicos da União e dos Estados o reajuste de pouco mais de 5 mil reais nos subsídios dos 11 ministros: cerca de 4 bilhões/ano, a partir de 2019, devido ao chamado “efeito cascata”. Isto é, ao reajuste dos membros da Suprema Corte atrelam-se os subsídios de todas as outras categorias do Judiciário e do Ministério Público país afora. O senador reconhece que foi inoportuna a aprovação deste reajuste, poucos dias após o Brasil ter elegido um novo presidente da República, que chegou a fazer um apelo ao Congresso para que não o aprovasse. E já que não pode mais voltar atrás, restou-lhe a oportunidade de pedir desculpas aos pernambucanos, o que o engrandece.

Audiência pública

O novo ministro do Trabalho, Caio Vieira de Melo, estará na Fiepe hoje, às 14h, para participar de uma audiência pública sobre “Novas tecnologias e o futuro do trabalho”. Talvez o evento seja inócuo porque Bolsonaro já anunciou que pretende extinguir o Ministério do Trabalho. Também estarão no evento o presidente Ricardo Essinger e o superintendente Geovane Freitas.

Lançamento – A professora Anita Prestes, filha do lendário Luiz Carlos Prestes, lançará hoje em Carnaíba, onde se homenageia o mais ilustre filho da terra, Zé Dantas, parceiro de Luiz Gonzaga, dois livros de sua autoria, um sobre sua mãe, Olga, que virou tema de filme no Brasil.

Atraso – O prefeito de Palmares, Altair Júnior (MDB), não paga há 3 meses o salário dos servidores públicos municipais. Isto é prenúncio de que a prefeitura está quebrada. Altair apoiou

Raul Henry (MDB) à Câmara Federal e poderia ter-lhe dado mais votos não fosse a quebradeira.

Vai descansar – O ministro Raul Jungman (Segurança Pública) não pretende voltar à política após descer a rampa do Planalto com o presidente Temer. Deixou o PPS por divergências com o presidente nacional, Roberto Freire, e nem sabia que o partido vai se chamar “Movimento”.

À cadeia – “Se for necessário prender 100 mil, qual é o problema?”, pergunta o deputado federal e filho do presidente eleito, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), sobre a política de endurecimento com a bandidagem. Bolsonarinho talvez não saiba que o Brasil tem um déficit carcerário de 350 mil vagas e que cada preso custa ao Estado R$ 2.400,00/mês.

Avaliação – A Academia Brasileira de Ciências (RJ) começa amanhã uma séria de palestras para avaliar o cenário político nacional pós eleição de Bolsonaro. O primeiro palestrante será o sociólogo pernambucano Antonio Lavareda.

Fonte : Blog de Inaldo   Sampaio.

Comentários (0) e Compartilhar

89,4% rejeitam aumento do STF

Publicado em 13/11/2018 às 12h00

Segundo o Instituto Paraná, divulgada pelo Antagonista, 89,4% dos brasileiros consideraram injusto o aumento salarial dos ministros do Supremo Tribunal Federal.

A pesquisa mostra também que, para 91,1% dos entrevistados, os senadores deveriam ter esperado que Jair Bolsonaro assumisse o cargo para votar sobre o aumento, diz a revista Veja.

Fonte : Blog do Magno Martins.

Comentários (0) e Compartilhar

Democratas tem sua menor representação na Câmara Federal

Publicado em 13/11/2018 às 11h00

Sucedâneo da Aliança Renovadora Nacional, o Democratas já foi PFL e PDS, e foi responsável por um grande protagonismo na política estadual e nacional até a década de 2000, porém desde a chegada do PT à presidência da República que viu sua relevância diminuir de forma significativa. Nas eleições deste ano, mesmo dispondo de uma estrutura significativa, por ocupar espaços no governo Michel Temer, e atrair filiados para a sua bancada em Brasília, chegando a mais de 40 deputados, novamente o partido teve um resultado aquém das expectativas, elegendo apenas 29 deputados federais.

Em Pernambuco, no ano de 1986, já na eleição que marcou a redemocratização, o partido era PDS e elegeu 11 deputados federais naquela ocasião, porém, três décadas depois, a legenda emplacou apenas um deputado federal, o ex-ministro de Minas e Energia, Fernando Filho, e três deputados estaduais, muito pouco para quem já teve governadores representativos em Pernambuco como Joaquim Francisco, Marco Maciel, Gustavo Krause e Roberto Magalhães.

O partido em Pernambuco sofreu baixas importantes ao longo do tempo, como a saída de Inocêncio Oliveira que foi para o PR, Augusto Coutinho que foi para o Solidariedade e André de Paula que assumiu o comando do PSD. Além do mais, expoentes do partido faleceram ou saíram da vida pública como José Mendonça, Marco Maciel, Roberto Magalhães, Joaquim Francisco, José Jorge e Gustavo Krause.

Para o futuro, o partido precisará passar por uma reoxigenação, pois em 2016 pela primeira vez na história, o Democratas não elegeu sequer um vereador no Recife. Fernando Filho na condição de principal detentor de mandato no partido a nível estadual, deverá atuar junto ao presidente da sigla e prefeito de Salvador, ACM Neto, e ao presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, ações efetivas que possam reestruturar o partido em Pernambuco e um dia volte a viver algo parecido com os tempos áureos da legenda, que já foi o principal partido do estado.

Palestras – Estamos elaborando a nossa agenda de palestras sobre marketing político, cenário político, eleições e principalmente a importância das redes sociais para o processo eleitoral para o ano de 2019. Se você quiser levar para a sua cidade, entre em contato conosco através do nosso e-mail ou pelo WhatsApp.

Aeroporto – Apesar de ser considerado um dos melhores aeroportos do Brasil, o aeroporto internacional dos Guararapes já dá mostras de que precisa de uma nova reforma, que somente será possível após a sua privatização. Algumas áreas do empreendimento, como elevadores e escadas rolantes, estão com sinais de deterioração.

Anderson Ferreira – Repercutiu positivamente nas redes sociais a entrega do Habitacional Fazenda Suassuna, em Muribequinha. Foram entregues 1.440 residências a famílias de baixa renda que terão moradia digna a partir de agora. O prefeito Anderson Ferreira fez pessoalmente a entrega dos imóveis ao lado do deputado federal eleito André Ferreira e do deputado estadual eleito Manoel Ferreira.

Sumiu – Após perder a eleição para o Senado, o deputado federal Silvio Costa, que obteve um resultado significativo ao eleger os dois filhos, tomou chá de sumiço. Praticamente não aparece fazendo confusão e adotou uma discrição que não é da sua natureza. Amigos estão sentindo falta das suas aparições.

RÁPIDAS

Origens – Com dois mandatos como vereador do Recife, o governador em exercício, Eriberto Medeiros, presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, decidiu fazer uma visita à Casa José Mariano. Eriberto apontou mais do que uma reverência ao poder legislativo municipal, mostrou que tem orgulho das suas origens como parlamentar da Câmara Municipal.

Líder – Eleito com 37.403 votos, o deputado estadual Clovis Paiva assumirá a liderança do PP na Assembleia Legislativa de Pernambuco. A bancada do partido, presidido pelo deputado federal Eduardo da Fonte, possui dez deputados estaduais, sendo a segunda maior da Casa Joaquim Nabuco, com um a menos que o PSB, que elegeu onze deputados.

Inocente quer saber – Joaquim Levy irá abrir a caixa preta do BNDES como exigiu o presidente eleito Jair Bolsonaro?

Fonte : Blog Edmar Lyra.

Comentários (0) e Compartilhar

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||