A Câmara aprova, o prefeito veta. E como fica?

Publicado em 15/05/2019 às 08h00
Um projeto de lei aparentemente simples pode se tornar uma "queda-de-braço" entre o Prefeito de São Lourenco da Mata e a Câmara de Vereadores tudo devido ao veto do prefeito Bruno Pereira ao projeto de lei nº 021/2019, que denomina a Clínica de Fisioterapia da cidade, com o nome do ex-chefe do Executivo Ettore Labanca a matéria, de autoria do vereador Leonardo Barbosa (SD), foi aprovada por unanimidade pelos parlamentares.
 

Os parlamentares têm a oportunidade de derrubar o veto do prefeito Bruno Pereira e manter a lei aprovada por eles mesmo, ou veta o que eles mesmo aprovaram por unanimidade, na verdade com veto o prefeito Bruno Pereira deixou os vereadores de sua própria base mal na fita que são na faixa de 11 parlamentares.

Com o veto, a matéria retornou para a Câmara, e os vereadores têm como opções manter o que aprovaram ou derrubar o veto do prefeito Bruno Pereira mas para isso terão que se mobilizar, já que para derruba o veto do prefeito são necessário dois terço no caso 10 vereadores.

Enviar comentário

voltar para Blog

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||