A competitividade de Bruno Araújo para o Senado

Publicado em 07/08/2018 às 10h15

No exercício do seu terceiro mandato como deputado federal, sempre figurando entre os dez mais votados, Bruno Araújo decidiu entrar na sua primeira disputa majoritária. Foi o último dos principais candidatos a oficializar o seu nome por uma vaga de senador. Com apenas 46 anos, Bruno também tem no currículo dois mandatos de deputado estadual e a presidência da Assembleia Legislativa de Pernambuco com apenas 28 anos, sendo o mais jovem deputado a presidir aquela Casa.

De todos os postulantes ao Senado, é de longe o que mais exercita o poder de articulação e possui excelente trânsito entre os pares e principalmente entre os prefeitos pernambucanos. Bruno após oficializar sua postulação a senador já recebeu sinalização de diversos prefeitos de todas as regiões do estado, além disso teve um grande diferencial ao decidir não lançar nenhum candidato a deputado federal em seu lugar, dividindo suas bases entre os colegas que pudessem lhe apoiar.

No ministério das Cidades não fez qualquer distinção sobre os prefeitos, atendendo às demandas de todos aqueles que lhe procuraram. Apesar da boa passagem pelo ministério, Bruno deixa claro que sua vocação é para o legislativo, tendo condições de fazer no Senado um mandato destacado e garantindo a atenção de muitos políticos que por terem duas opções para a disputa, estão lhe garantindo pelo menos um voto.

Muita gente achava que Bruno Araújo estava entrando na disputa pelo Senado apenas para cumprir tabela, mas depois de alguns dias que consolidou sua candidatura, o sentimento geral é de que ele não somente disputará com chances de vitória como poderá acabar em primeiro lugar na disputa pelo Senado, pois é o voto híbrido mais diversificado da disputa, exercendo o papel que Carlos Wilson conseguiu na eleição de 1994, pois existem muitos prefeitos que são eleitores de Bruno e Jarbas, Bruno e Mendonça e até mesmo Bruno e Humberto em maior proporção do que as demais composições.

Bruno é de longe o senatoriável mais palatável aos prefeitos e deputados de todo o estado, pois nunca entrou em majoritárias para ter o desgaste de seus concorrentes, e poderá surpreender todos os prognósticos iniciais que lhe consideravam carta fora do baralho para vencer a eleição.

Gesto – Apesar de ter sido esculhambado por Daniel Coelho em movimentos políticos recentes, Bruno Araújo está trabalhando no sentido de garantir o apoio da prefeita de Caruaru, Raquel Lyra, para a candidatura de Daniel a deputado federal. Se não fosse um político largo teria agido com rancor e vingança para atrapalhar a reeleição de Daniel. Isso mostra porquê ele tem sido o preferido dos deputados e prefeitos de todo o estado.

Apoio – Com a desistência de Jorge Corte Real da disputa de deputado federal para ser suplente de senador de Mendonça Filho, o deputado Silvio Costa Filho foi agraciado com o apoio do bem-avaliado prefeito de Garanhuns, Izaias Regis. Com a aquisição, Silvinho poderá colocar na sua contabilidade pelo menos 10 mil votos na cidade, o que reforça ainda mais as suas chances de vitória em outubro.

Betinho Gomes – Uma evidência clara de que Betinho Gomes terá dificuldades para a reeleição foi a escolha de Raquel Lyra, do seu partido, em preferir votar em Daniel Coelho do PPS. Não só Raquel como Edson Vieira e Joaquim Neto devem votar em deputados de outros partidos e não querem saber de votar em Betinho.

Miguel Ricardo – O jovem empresário Miguel Ricardo (PTB), candidato a deputado estadual, segue com sua agenda levando aos municípios o Movimento Minha Cidade. A iniciativa promove encontros nos municípios debatendo, com as comunidades, soluções para uma cidade melhor, com a participação e sugestão dos moradores sobre as suas principais reivindicações. Nesta terça-feira, o Movimento que vai transformar Pernambuco aporta em Goiana, a partir das 19h, na Avenida Nunes Machado.

Encontro – Ex-prefeitos de Petrolina e Jaboatão dos Guararapes, que obtiveram boa avaliação no período em que governaram suas respectivas cidades, Julio Lossio e Elias Gomes foram vistos num shopping da cidade dialogando sobre política e eleições. Elias está um poço de mágoas com Armando Monteiro que optou pelos seus adversários em Jaboatão e já sinalizou que não vota de jeito nenhum em Armando.

RÁPIDAS

Desespero – A situação de Raul Henry para tentar ser deputado federal está tão ruim e desesperadora que ele foi recorrer a um candidato majoritário da oposição para pedir suas bases e tentar escapar. O sentimento geral da classe política é que se o Palácio não fizer uma força-tarefa para garantir mais 30 mil votos para Raul, ele não voltará para a Câmara dos Deputados.

Premiação – O Fantástico veiculou reportagem no último domingo  que denunciou fraudes envolvendo prefeituras do Brasil inteiro através da União Brasileira de Divulgação, empresa que criava premiações falsas para prefeitos do país. A prefeitura de Araripina fez dois pagamentos a referida empresa, no valor total de R$ 1.760 pagos em 2017, cujos empenhos foram divulgados pela oposição ao prefeito Raimundo Pimentel.

Inocente quer saber – Humberto Costa vai sofrer mais uma derrota majoritária para colocar em sua coleção?

Fonte : Blog Edmar Lyra.

Enviar comentário

voltar para Blog

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||