A corrida para suceder Uchoa

Publicado em 04/07/2018 às 09h00
Coluna da quarta: A corrida para suceder Uchoa

Certa vez escutei de um historiador que ‘o poder nunca fica vago, sempre tem alguém que preenche ou que deseja conquistá-lo em algum momento’, com a morte repentina do presidente da Assembleia Legislativa, Guilherme Uchoa, é natural que as especulações comecem.

Nos corredores da Alepe não se falava em outra coisa, quem seria o nome para suceder Uchoa. Alguns partidos como o PP que tem uma bancada de 14 deputados tem uma arrancada interessante, o próprio Pastor Cleiton Collins que assume interinamente o comando da Alepe pode tomar gosto da cadeira e querer continuar com o apoio de Eduardo da Fonte, presidente da sigla.

Cresce também a especulação do nome do ex-líder do Governo, Waldemar Borges. Homem de inteira confiança do governador, o socialista agrada ao Palácio, mas precisará muito para ser unanimidade primeiro entre os parlamentares do seu partido para depois ter a maioria na Casa.

Outro nome que vem sendo ventilado é do ex-presidente da Casa por três vezes, Romário Dias, habilidoso e bom no trato. Em toda sucessão na Alepe, ele sempre é lembrado. E não esconde de ninguém o desejo de voltar a comandar a Casa de Joaquim Nabuco. Ainda corre por fora, o deputado e pré-candidato a federal Ediberto Medeiros.

Por fim, o papel palaciano será fundamental nesse mandato tampão, primeiro que a blindagem que Uchoa dava ao Poder Legislativo não existe mais e depois precisa de um parlamentar que não só confiem como segurem as ‘pautas-bombas’ ora engavetadas. Lembrando que Paulo ainda tem a maioria, mas terá que dialogar muito.

O homem dos três poderes – Não poderíamos deixar de destacar o grande baque a política pernambucana sofreu com a morte do presidente da Assembleia Guilherme Uchoa. Ele foi um homem público completo, foi o único de relevância no Estado que começou sua vida no Poder Judiciário, enveredou para a política se elegendo no Poder Legislativo e pelo cargo que ocupava no comando da Alepe por diversas ocasiões assumiu interinamente o Governo do Estado. Portanto, Uchoa foi um homem dos três poderes. Além de ter cravado seu nome na história do Estado por diversos motivos, entre eles, em ter comandado a Alepe por tantos mandatos consecutivos. Será muito difícil repetir essa façanha.

Rápidas

Agenda – O governador Paulo Câmara estará hoje no Cabo de Santo Agostinho para anunciar investimentos na Educação. Depois, faz a abertura a 19ª edição da Feira Nacional de Negócios do Artesanato – Fenearte, no Centro de Convenções, em Olinda, que segue até o dia 15 de julho.

Timão do barco – Com a morte do pai, cabe a Júnior Uchoa tocar o barco da política da família e de sua própria postulação de federal que é tida como faturada.

Somando apoios – Por onde passa, o deputado Silvio Costa vem conquistando apoios. A última foi em Itambé. Ele deu uma sacada de mestre ao aceitar está ao lado de Marília Arraes que vive um bom momento diante dos pernambucanos.

Pinga-fogo: Jarbas terá pique para mais uma campanha majoritária?

Fonte Blog do Elielson Lima.

Enviar comentário

voltar para Blog

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||