A disposição de Mendonça Filho para 2020

Publicado em 13/03/2019 às 11h00
                               Foto: Elza Fiuza/Agência Brasil

O ex-deputado federal Mendonça Filho disputou nos últimos doze anos quatro eleições majoritárias, sendo duas para prefeito do Recife, uma para governador e uma para senador. Em todas as quatro tentativas, Mendonça foi malsucedido.

Apesar do resultado negativo em quatro eleições, a que ele chegou mais perto de ser eleito foi a última, quando por muito pouco não chegou ao mandato de senador, e se porventura tivesse sido eleito, o quadro político em Pernambuco seria completamente outro porque Mendonça passaria a ofertar uma perspectiva de poder no estado.

Atualmente sem mandato, Mendonça é detentor do comando do Democratas em Pernambuco, e considera que foi muito bem votado em 2018, sobretudo no Recife, quando derrotou Jarbas e Humberto, os senadores eleitos. E isso será pesado na hora de decidir se entra na que seria a sua quinta tentativa majoritária, a disputa de prefeito do Recife em 2020.

Evidentemente que a depender do resultado eleitoral, Mendonça poderá findar sua carreira política, mas é pouco provável que ele repita o resultado negativo de 2012 quando obteve apenas 2,25% dos votos válidos para prefeito. As chances de Mendonça ter uma votação representativa são grandes pelo perfil do eleitorado recifense, que sinalizou menor simpatia pela esquerda nas eleições passadas. Ganhar ou perder fará parte do processo eleitoral, mas pelo andar da carruagem, sobretudo depois de participar ativamente de eventos durante o carnaval, dificilmente Mendonça não será candidato a prefeito do Recife no ano que vem.

Balão de ensaio – Outro nome do DEM que estaria sendo lembrado para disputar a prefeitura do Recife é o deputado federal Fernando Filho. Por ter apenas 35 anos de idade, Fernando Filho se encaixaria no time dos jovens que estão sendo levantados para a disputa.

Nomes – Além de Mendonça Filho e Fernando Filho, ambos do DEM, André Ferreira (PSC), André de Paula (PSD), Marco Aurélio (PRTB), Silvio Costa Filho (PRB), Raul Henry (MDB), João Campos (PSB), Eduardo da Fonte (PP) Marília Arraes (PT), Romero Albuquerque (PP) e Felipe Carreras (PSB) estão no páreo para a disputa de prefeito do Recife em 2020.

Lamento – O deputado federal Danilo Cabral (PSB) manifesta preocupação com a ausência de um debate mais estruturado sobre a educação no atual governo. O parlamentar registra que, até aqui, o governo não apontou o caminho que seguirá na área, estratégica para o desenvolvimento do país. Para o socialista, é lamentável que um ministério tão importante e estratégico como o da Educação seja objeto de disputa interna do Governo.

Robôs – Na manhã desta quarta-feira, o prefeito Geraldo Julio faz a entrega da nova geração de Robôs humanoides (NAO) do Programa Robótica nas Escolas. O ato ocorre na Escola Municipal Doutor Rodolfo Aureliano, na Várzea, que recebe, na mesma ocasião, o seu novo Laboratório de Ciência e Tecnologia. Os estudantes e professores da rede municipal contarão com os novos robôs para fazer programações de comportamento, de linguagem e interação com pessoas.

RÁPIDAS

Candidata – Apesar de negar, a delegada Patrícia Domingos, da extinta Decasp, tem tudo para ser candidata nas eleições de 2020. Alguns avaliam Patrícia como uma possivel nova Gleide Ângelo para vereadora do Recife, onde poderia ser puxadora de votos pelo PSL, partido de Jair Bolsonaro.

Limpeza – O presidente Jair Bolsonaro começou a fazer a limpeza dos cargos de órgãos federais no estado. A Fundação Joaquim Nabuco teve diretor remanescente que perdeu o posto, e a tendência é que outros nomes percam seus cargos não só na Fundaj como em outros órgãos.

Inocente quer saber – Eriberto Medeiros e Clodoaldo Magalhães estão sintonizados na Alepe?

Fonte : Blog Edmar Lyra.

Enviar comentário

voltar para Blog

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||