A tradição familiar na política de Pernambuco

Publicado em 05/09/2018 às 10h00

Apoiar parentes para cargos eletivos é uma das mais arraigadas tradições da política brasileira e em Pernambuco não é diferente. Para citar alguns exemplos, o deputado federal Sílvio Costa é candidato a senador e tem um filho candidato a deputado federal (Silvinho) e outro (João Paulo) a deputado estadual. É o que ocorre também com o deputado federal Mendonça Filho, que é candidato a senador e lançou o filho, Vinicius, para a Câmara Federal e a irmã, Andrea, para a Assembleia Legislativa. Já o senador Fernando Bezerra tem um filho candidato a deputado federal (Fernandinho) e outro a deputado estadual (Antonio). O prefeito de Araripina, Raimundo Pimentel, apoia a mulher, Socorro, atual deputada, à reeleição, e seu antecessor, Alexandre Arraes, também apoia a mulher, Roberta, igualmente deputada, a um novo mandato. O prefeito de Olinda, Professor Lupércio, lançou a mulher, Cláudia, para deputada estadual, o que também ocorreu com o de Santa Cruz do Capibaribe, Édson Vieira, que lançou a mulher, Alessandra, para esse mesmo cargo. O prefeito de Jaboatão, Anderson Ferreira, apoia o pai, Manoel, para deputado estadual e o irmão, André, para deputado federal. E o prefeito de Vitória, Aglailson Júnior, lançou a candidatura do filho, Aglailson Victor, para deputado estadual e o prefeito do Cabo, Lula Cabral, a candidatura da filha, Fabíola. Já a prefeita de Pesqueira, Maria José, apoia o marido, deputado João Eudes, à reeleição, ao passo que o deputado estadual Odacy Amorim lançou-se candidato a federal e apresentou a mulher, Dulcicleide, como candidata a estadual.

O espaço do PCdoB

O comando da Frente Popular jogou pesado para tentar garantir a eleição do ex-prefeito de Olinda, Renildo Calheiros (PCdoB), à Câmara Federal. Olinda sempre foi, desde 2000, a principal base política do PCdoB em Pernambuco. Mas essa hegemonia foi quebrada em 2016 pelo atual prefeito, Lupércio (SD), que empurrou a deputada Luciana Santos para o 4º lugar.

O aniversário – Paulista festejou ontem 83 anos de emancipação política com uma programação cívico-religiosa. Houve uma missa em ação de graças cujo único político presente foi o prefeito Júnior Matuto (PSB), que está empenhado até a medula na reeleição de Paulo Câmara.

Duas irmãs – O ex-deputado Pedro Corrêa, que cumpre prisão domiciliar, no Recife, lançou uma filha para deputada federal (Clarice) e outra para deputada estadual (Aline). Esta última cumpriu dois mandatos de deputada federal pelo Estado de São Paulo.

A promessa – Luiz Marinho, ex-prefeito de São Bernardo do Campo e candidato do PT ao governo de São Paulo, fez promessa semelhante à que Paulo Câmara (PSB) fez em Pernambuco nas eleições de 2014: dobrar em 4 anos o salário dos professores. A promessa não foi cumprida.

Às feiras – A coordenação da campanha de Paulo Câmara mapeou os dias de feira de todos os municípios do interior para ocupá-la com carros de som e torcida organizada. Pelo menos até agora, o volume de campanha da Frente Popular é infinitamente maior que o da coligação de Armando Monteiro (PTB), que planeja também percorrer as feiras do Agreste e do Sertão.

Pé na estrada – O vice-governador Raul Henry (MDB), em campanha para deputado federal, percorreu nos últimos 30 dias cerca de 10 mil km. Ele já era favorito para se eleger e praticamente selou sua eleição com o apoio do deputado Tony Gel (MDB), em Caruaru.

Fonte : Blog de Inaldo Sampaio.

Enviar comentário

voltar para Blog

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||