Anderson Ferreira pode retomar comando do PR de Pernambuco

Publicado em 28/11/2018 às 13h00

O prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira, está trabalhando intensamente em Brasília para retomar o comando do PR estadual, atualmente sob a batuta do deputado federal reeleito Sebastião Oliveira. De acordo com informações de bastidores, Anderson tem feito investidas junto a Waldemar da Costa Neto, uma das estrelas do Mensalão (lembram dele?), e “dono” do partido. O desejo do prefeito é ser reconduzido à presidência da sigla no estado.

Os rumores em Jaboatão são de que o gestor quer se fortalecer porque sabe que vai enfrentar uma tromba em 2020, quando tentará a reeleição. Anderson se prepara para disputar a prefeitura contra a nova sensação da política pernambucana, Gleide Angelo, eleita a deputada estadual mais votada da história, com mais de 412 mil votos. A delegada será a carta na manga do PSB para derrubar o grupo dos Ferreiras.

Por outro lado, Sebastião Oliveira certamente não venderá fácil seu posto. O deputado vai mexer seus pauzinhos para se manter no cargo. Não é a primeira vez que ele e Anderson protagonizam um embate pelo comando da legenda. Foi assim, também, quando o prefeito de Jaboatão, então deputado federal, ingressou na sigla. Ele já entrou como presidente. Sebastião foi à Brasília, e, após acerto com Costa Neto, retomou à presidência do PR.

A convivência (aparentemente) harmônica entre as duas principais lideranças do PR vai cair por terra. Vem aí mais uma guerra pelo partido. E o horizonte aponta para 2020. Que os jogos comecem!

Morto... – A disputa em Jaboatão dos Guararapes daqui a dois anos deve ser polarizada entre o prefeito Anderson Ferreira e a deputada estadual eleita Gleide Angelo. Quem está morto na parada é o ex-prefeito Elias Gomes, que até cogita voltar para o Cabo de Santo Agostinho, de onde veio. Elias levou um sarrafo nas urnas quando tentou vaga na Alepe. Ele - pasmem - chegou a se oferecer para ser o candidato das oposições ao Palácio do Campo das Princesas. Virou chacota. Nem seu partido, o PSDB, acreditava na viabilidade da candidatura.

... e enterrado – Elias Gomes vem de sucessivas derrotas. Não fez o sucessor em 2016, quando estava como prefeito de Jaboatão. Viu o filho, Betinho Gomes, perder mais uma disputa no Cabo de Santo Agostinho naquele ano. Em 2018, mais derrotas. Além de não passar nem perto de se eleger estadual, Elias não conseguiu reeleger Betinho deputado federal. Nas internas, dizem que o ex-prefeito ouviu muito nomes de sua cozinha, como o ex-secretário Jorge Lemos, que não sabiam o que estavam fazendo.

Por onde anda? – Por sinal, por onde anda Heraldo Selva, candidato a prefeito de Elias Gomes em Jaboatão dos Guararapes há dois anos atrás. Passada aquela eleição, Heraldo mergulhou tão fundo que ainda não retornou à superfície. Ninguém entende o que ele quer da vida. Periga perder o protagonismo do PSB na cidade para o fenômeno Gleide Angelo, a arma dos socialistas contra os Ferreiras.

Descaso – Em Araripina, o atual prefeito, Raimundo Pimentel, tem demonstrado total falta de respeito com a população, aumentando de forma abusiva a taxa de iluminação pública (TIP) e o IPTU. O povo não tem visto o retorno desse dinheiro. O que se vê mesmo são as ruas às escuras e esburacadas; fora as muriçocas tomando conta da cidade, o que já está se tornando um problema de saúde pública.
 

CURTAS

SALÁRIOS – Pelo segundo dia seguido, a coluna entrou em contato com o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) para saber em quanto ficarão os salários de desembargadores e juízes, após a sanção do reajuste de 16,38% do Judiciário. Pelo segundo dia seguido ficamos sem resposta. A assessoria do Tribunal informou que está “fazendo pesquisa de dados e vendo as demandas semelhantes de outros veículos”. Amanhã, retornaremos o contato.

OPOSIÇÃO DIVIDIDA – O prefeito de Vitória de Santo Antão, Aglailson Júnior, está rindo à toa. Depois de ter feito o filho Victor deputado estadual com mais de 60 mil votos (15 mil na cidade), o prefeito só observa o racha na sua oposição. É que o ex-prefeito Elias Lira, seu filho Joaquim, deputado estadual reeleito, e o ex-candidato Paulo Roberto não se entendem sobre quem vai liderar o grupo.

ADESÃO – Liderança emergente no Agreste Meridional, o prefeito de Bom Conselho, Dannilo Godoy, caminha para ficar sem oposição na cidade. O grupo do gestor recebeu a adesão de Né Padilha, que foi candidato a vice-prefeito em 2016 contra Dannilo, primeiro prefeito reeleito da história do município.

Pergunta não ofende: Os leitores acham justo esse reajuste do Judiciário?

Fonte :Por Arthur Cunha – especial para o blog.

Blog do Magno Martins. 

Enviar comentário

voltar para Blog

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||