Apesar dos problemas, Bolsonaro ainda é forte

Publicado em 12/09/2019 às 08h00

Com oito meses completos de governo, o presidente Jair Bolsonaro vem enfrentando uma série de altos e baixos no seu governo, sobretudo pelas confusões envolvendo suas declarações e seus filhos, o senador Flavio Bolsonaro, o deputado Eduardo Bolsonaro e o vereador Carlos Bolsonaro, este sendo o mais problemático de todos.

Eleito em 2018 sob forte expectativa de mudança em relação ao sistema político vigente, Bolsonaro herdou um país cheio de problemas, sobretudo no âmbito social, econômico e político, principalmente por conta de escândalos de corrupção que culminaram na prisão de diversos atores políticos e econômicos do país.

Apesar de hoje estar muito longe de ser uma unanimidade, favorece Bolsonaro o quadro de terra arrasada que encontrou, possibilitando qualquer melhora econômica ser creditada ao seu governo, e principalmente a falta de adversários. É risível a tese de uma candidatura de Luciano Huck que nunca administrou uma bodega nem conhece nem de perto a realpolitik, além disso todos os adversários do presidente saíram fragilizados.

A economia, sempre ela, ditará o favoritismo do presidente Jair Bolsonaro em 2022, uma vez que gerando emprego e renda para o país, o presidente colherá os louros destes avanços. Além disso, o antipetismo que ainda é muito forte no Brasil, exceto no Nordeste, poderá fazer com que o eleitor prefira a previsibilidade de um governo que apesar dos pesares poderá ter o que mostrar do que a volta do PT, que será novamente o antagonista de Bolsonaro, e foi o grande responsável pela crise que o Brasil se encontra.

Portanto, Bolsonaro só chegará fragilizado se entregar um país em 2022 ainda pior do que recebeu, mas qualquer outro cenário, ainda que seja de uma tímida melhora, fará dele o favorito na reeleição, pois foi assim em 1998, 2006 e 2014, quando os presidentes que tinham direito a reeleição tiveram 100% de aproveitamento,

Izaías e Haroldo – A oposição em Garanhuns caiu em cima do Vice-prefeito e pré-candidato a prefeito de Garanhuns, Haroldo Vicente (PSC) após ele afirmar em entrevistas que o prefeito Izaías Régis (PTB) terá participação em seu futuro Governo. Resultado: Haroldo, com o apoio de Izaías, cresceu nas pesquisas de consumo interno e já bate Silvino Duarte, Zaqueu Lins e Sivaldo Albino nos cenários de confronto. É que a população de Garanhuns aprova o Governo Izaías e lhe dá mais de 70% de avaliação positiva nas pesquisas realizadas na cidade.

Aliança – O vereador João da Costa (PT) destacou o resultado do Processo de Eleição Direta (PED) do Partido dos Trabalhadores (PT) na tribuna da Câmara do Recife, nesta quarta-feira (11). O petista afirmou que o resultado consolida a aliança política pró-democracia do PT com os demais partidos progressistas contra o Governo Federal. Em Pernambuco, mais de 22 mil filiados ao PT foram às urnas escolher os dirigentes para os próximos quatro anos. No Recife, quase cinco filiados elegeram o novo presidente e direção municipal da legenda.

Embaixadores – A Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) anunciou mais quatro Embaixadores do Turismo Brasileiro: Romero Britto, Vitor Belfort, Frederico Lapenda e o apresentador Ratinho. Com os nomes divulgados, já são 10 personalidades brasileiras que, de forma voluntária, irão divulgar o Brasil e suas belezas turísticas em redes sociais para o público interno e externo. Eles receberão carteira e certificado de Embaixadores e, ainda, materiais para ajudar no marketing.

Camaragibe – Com o objetivo de fortalecer o PSB de Camaragibe, o deputado estadual Paulo Dutra foi designado presidente da comissão provisória do partido no município. O deputado se une ao vereador Paulo André, que assume a vice-presidência, para discutir novas estratégicas de reforçar a legenda do município. A definição foi tomada durante reunião entre o presidente estadual Sileno Guedes, o deputado estadual e o vereador.

Garanhuns – Aprovado, em primeira discussão nesta quarta-feira (11), o aumento no número de vereadores de Garanhuns, dos atuais 13 para 17. Outra votação deve ocorrer em até dez dias, em segunda discussão. Não deve ser alterado o quadro, já que 12 dos 13 vereadores votaram a favor. Só o presidente da Câmara não votou, seguindo o Regimento. O novo número de vagas já valerá para as eleições de 2020.

RÁPIDAS

Primeira – Com a ida de Eriberto Medeiros para o governo de Pernambuco, a deputada estadual Simone Santana (PSB) tornou-se a primeira mulher na história a presidir a Assembleia Legislativa de Pernambuco.

Avante – O deputado federal Sebastião Oliveira anunciou a filiação do ex-deputado federal Carlos Batata ao Avante para ser candidato a prefeito de Capoeiras em 2020.

Inocente quer saber – Quem aproveitará melhor a titularidade do cargo, Mourão ou Eriberto Medeiros?

Fonte : Blog Edmar Lyra.

Enviar comentário

voltar para Blog

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||