Ato no interior reforça candidatura de Marília Arraes

Publicado em 28/02/2018 às 17h15
Paulo Uchôa/LeiaJáImagens/Arquivo
O primeiro ato aconteceu em Serra Talhada no dia 27 de janeiro
Paulo Uchôa/LeiaJáImagens/Arquivo
 

Pré-candidata a governadora, a vereadora do Recife Marília Arraes (PT) participa, neste sábado (3), de mais um ato em apoio à participação dela no pleito deste ano. A mobilização será em Surubim, no Agreste de Pernambuco, a partir das 8h. A atividade está sendo organizada pela presidente do PT no município, a vereadora Ivete Ramos.

Esta é a segunda vez que Marília recebe o apoio da base da legenda para que a sua postulação seja viabilizada. Apesar de ser considerada uma candidata forte, o nome da vereadora vem sendo rifado por caciques da legenda que preferem um alinhamento junto ao PSB, em troca do apoio pessebista para a corrida nacional petista pela Presidência da República. 

O primeiro ato aconteceu em Serra Talhada, no dia 27 de janeiro, quando foi lançada oficialmente a pré-candidatura da parlamentar. Na ocasião, ela se colocou no páreo sob a justificativa de que o PT de Pernambuco precisa reforçar as bancadas legislativas. 

“Temos que ter em mente que uma gestão do Executivo não consegue avançar sem uma bancada forte e coesa. Com certeza, uma candidatura própria dá legitimidade necessária para a busca do voto do eleitor que não compactua com os retrocessos que estão ocorrendo no estado e no país”, salientou Marília no ato. 

“Queremos defender Lula e colocar Pernambuco no rumo. Não se governa simplesmente defendendo um projeto de poder e eles sabem que não ganham uma eleição sem falar a verdade, mas nós vamos falar a língua do povo… Não temos máquina, mas temos muita disposição e coragem para estar ao lado do povo. Não é fácil”, acrescentou a pré-candidata. 

O ato também serviu para rebater a tese de aliança com o PSB. Entretanto, depois dele, os partidos voltaram a sinalizar reaproximação, inclusive com um encontro entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o governador Paulo Câmara (PSB), Renata e João Campos. 

Fonte :Leia Ja.

Enviar comentário

voltar para Blog

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||