Bruno chama Jarbas ao embate: "Péssimo parlamentar"

Publicado em 06/09/2018 às 13h00
Bruno Araújo na Radio Folha
Bruno Araújo na Radio FolhaFoto: Arthur Mota

Antes que a campanha eleitoral começasse, já circulava nos bastidores que os deputados Mendonça Filho e Jarbas Vasconcelos disputariam votos em bases comuns, o que geraria uma concorrência dura. Num segundo momento, o deputado federal Bruno Araújo, que chegou a ser líder do governo Jarbas na Assembleia Legislativa, consolidou-se no páreo pela Casa Alta. Bruno pede voto para Mendonça, mas está em lado oposto ao do emedebista, que lidera as pesquisas para o Senado. O tucano já havia convocado os candidatos a senador ao debate e, à coluna, Jarbas foi um dos que acenara positivamente. Ontem pela manhã, uma semana após o início do guia eleitoral, o tucano subiu o tom na direção do ex-governador: "Jarbas foi um grande governador de Pernambuco. Agora, Jarbas é um péssimo parlamentar. Jarbas não tem produção legislativa. Jarbas não tem uma lei relevante construída no último mandato dele, agora, como deputado federal". As críticas foram feitas durante entrevista à Rádio Folha FM 96,7. Bruno prosseguiu: "Estamos discutindo um mandato de oito anos, um mandato onde se precisa não fazer uma homenagem, para descansar durante oito anos, mas para fazer enfrentamentos que Pernambuco precisa". Jarbas já declarou voto no mesmo presidenciável apoiado por Bruno: Geraldo Alckmin. Na pesquisa Ibope, divulgada na noite de ontem, com registros PE-00240/2018 (TRE) e BR-01246/2018 (TSE), o emedebista aparece em primeiro lugar (33%), seguido por Humberto Costa (30%) e Mendonça Filho (23%). Na sequência, aparecem Silvio Costa (12%) e Bruno Araújo (8%). Ainda que tenha disparado também contra Humberto Costa e Silvio Costa, Bruno tem um eleitorado mais identificado, segundo já grifavam os próprios aliados, com o do emedebista, a quem chamou ao embate. 

Canto de carroceria
Aliados o presidenciável Ciro Gomes observam que ele faz a primeira visita ao Estado, hoje, após se deparar com o "canto de carroceria do PSB”. Leia-se: depois que os socialistas adotaram neutralidade na corrida presidencial, agindo pelo isolamento do pedetista.

Vácuo > Ciro chega ao Estado após o TSE barrar a candidatura do ex-presidente Lula, o que abre espaço para ele tentar se posicionar como candidato mais competitivo das esquerdas.

Palanque > O pedetista desembarca no aeroporto de Caruaru, às 13h30, onde será recebido pelo presidente do PDT-PE, Wolney Queiroz, pelo ex-prefeito José Queiroz, pelo candidato a governador, Maurício Rands, e por sua vice, Isabella de Roldão. 
 
Nordeste > Ciro visita a Feira de Artesanato, na Feira de Caruaru, e segue para ato com militância no teatro João Lyra Filho. Vem de Sergipe e segue para o Rio Grande do Norte. 
 
Segurança > No próximo dia 21, faz um ano que 1500 policiais, conhecidos como “laranjinhas”, foram às ruas. Hoje, Paulo Câmara confere os resultados de agosto do Pacto pela Vida. 
 
Guia > A vantagem de nove pontos que o governador Paulo Câmara (33%) apresentou sobre o segundo colocado, Armando Monteiro (24%) - na segunda pesquisa Ibope após oficialização das candidaturas - foi aferida quase uma semana depois do início do guia eleitoral. Integrantes da Frente Popular ponderam, nos bastidores, que, além da exibição do socialista como candidato de Lula, "a Turma de Temer está ficando bem caracterizada".
 
Justiça > Ontem, nova decisão do TRE, assinada pelo desembargador Vladimir Souza, autorizou a utilização da relação de Michel Temer com o palanque da coligação Pernambuco Vai Mudar.

 

Fonte: Folha de PE

Enviar comentário

voltar para Blog

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||