Bruno Pereira acusa vice de praticar irregularidades

Publicado em 08/03/2018 às 16h00
Prefeito de São Lourenço da Mata, Bruno Pereira
Prefeito de São Lourenço da Mata, Bruno PereiraFoto: Folha de Pernambuco

Desde o afastamento do prefeito de São Lourenço da Mata, Bruno Pereira (PTB), em setembro de 2017, o Executivo municipal tem enfrentado uma série de problemas administrativos e políticos. Desta vez, o vice-prefeito Gabriel Neto, que atuou interinamente na ausência de Pereira, está sendo acusado de contratar irregularmente 86 garis e 75 guardas municipais. A prefeitura do município divulgou nota oficial para tratar do caso informando que a gestão provisória não tomou os devidos cuidados com o tesouro municipal. “Foram descumpridos vários pontos da legislação vigente, em total desacordo com as exigências legais, o que trouxe prejuízo aos cofres municipais e aos irregulares, lesados em sua boa fé”. Ainda de acordo com a nota, órgãos superiores devem ser chamados a resolver a situação. “Após o devido processo administrativo, o caso das contratações irregulares será encaminhado para o Ministério Público de Pernambuco e ao Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco”. 

A prefeitura se comprometeu ainda, a indenizar as pessoas que trabalharam durante esse período e a abrir concurso público para prestar os serviços. “Para regularizar a situação, a Administração Municipal vai lançar, em breve, concurso público para preencher o quadro de servidores, inclusive no que diz respeito à Guarda Municipal”. 

Gabriel Neto, rebateu as acusações afirmando que havia resolvido o problema iniciado ainda ausência de Pereira. “Eu assumi em setembro e encontrei 2 mil funcionários deles sem contrato”. Neto afirmou ainda, que durante sua gestão, havia se concentrado em resolver os contratos anteriores.

Fonte:Blog da Folha de PE.

Enviar comentário

voltar para Blog

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||