Candidatura de Marília Arraes pode diminuir votação proporciona

Publicado em 12/04/2018 às 15h00

O movimento de indefinição no PT estadual está gerando uma insegurança na base do partido. Uma eventual candidatura da vereadora Marília Arraes ao Palácio do Campo das Princesas, avaliam petistas, deixaria em uma situação difícil os candidatos proporcionais do partido de Lula no estado.

Os sinais, inclusive, já estão claros para os fundadores do partido, tanto que essa incerteza que paira na legenda foi parte da motivação para o ex-prefeito do Recife, João Paulo, e o ex-vereador Osmar Ricardo trocarem o PT pelo PCdoB depois de anos de militância. Outro que entra nessa cota é o deputado estadual Paulinho Tomé, que também pediu desfiliação porque luta por sobrevivência política.

E os danos não param por aí. A indefinição nas hostes petistas pode acabar levando ao sacrifício dois quadros importantes da sigla. São eles: a deputada estadual Teresa Leitão e o pré-candidato à Alepe, Doriel da Fetape, que, em uma chapa esvaziada, podem ficar de fora da lista dos eleitos para a Casa Joaquim Nabuco, de acordo com um petista em reserva.

Teresa vem do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (Sintepe), entidade com forte representação na base petista e atuação sindical destacada. O sindicato, em um passado recente, já contou com duas deputadas: a petrolinense Isabel Cristina, também falecida, além de Teresa.

Já Doriel representa outro alicerce petista, os trabalhadores do campo; tradicional reduto de voto da sigla, que já elegeu, por exemplo o ex-deputado falecido Manoel Santos. Ainda no campo da Alepe, está o ex-prefeito de Águas Belas por dois mandatos, Genivaldo Menezes, que foi para o PCdoB tentar a sobrevivência.

Quando a análise parte para o plano federal, o cenário de insegurança gera mais preocupação ainda. Sem nenhum deputado federal por Pernambuco, o PT corre o risco de passar pelo menos mais quatro anos sem representação na Câmara, uma vez que a pré-candidatura de Marília somada ao isolamento do partido têm impedido o surgimento de candidaturas competitivas de deputado federal. Sem ter um cenário concreto à frente, potenciais candidatos ou têm desistido ou optam por outra agremiação.

Como estamos observando, essa indefinição ainda vai deixar muito petista de cabelo em pé no estado. Enquanto Marília luta para se viabilizar na disputa majoritária, o PT míngua a cada dia, deixando os verdadeiros petistas cada vez mais preocupados com o esfacelamento do partido.

Garanhuns – O senador Armando Monteiro e o prefeito de Garanhuns, Izaias Regis, comemoraram a sanção do presidente Michel Temer que criou a Universidade Federal do Agreste de Pernambuco. Sonho antigo de Izaias, quando deputado estadual, a UFAPE foi viabilizada pelo empenho do senador Armando e do ministro da Educação, Mendonça Filho.

Bancada – Com as novas filiações, o PP passa a ter a maior bancada da Assembleia Legislativa de Pernambuco, com 14 parlamentares. Além dos atuais deputados, exceto Eriberto Medeiros que tentará vaga na Câmara Federal, o partido tem nomes de peso para o pleito, como Fabiola Cabral, Romero Albuquerque e Neco.

Nacional – O deputado federal Wolney Queiroz confirmou que houve a conversa em Brasília com o ex-ministro José Dirceu, porém o diálogo passou apenas pelo plano nacional, não sendo abordada a questão de Pernambuco. Todos os partidos de esquerda estavam representados na reunião, como PDT, PCdoB, PSB e PT.

PSB – Com o desfecho das filiações, o PSB que elegeu quinze deputados em 2014 caiu para somente 11 deputados. Todos tentarão a reeleição, mas a conta é que o partido só deverá eleger oito parlamentares, o que praticamente cairia pela metade a sua representatividade em relação ao pleito anterior.

Veto – A procuradora geral do Ministério Público de Contas (MPCO), Germana Laureano, aproveitou a sessão do Tribunal de Contas do Estado (TCE), nesta quarta-feira (11), para externar o seu protesto contra o Projeto de Lei 7.448/2017, já aprovado pelo Congresso Nacional. De acordo com Germana, se o Projeto for sancionado por Temer, o controle externo “ficará engessado”, pois isentará de responsabilidade gestores públicos que tenham agido de forma negligente ou imprudente. Procuradores de todo país querem o veto de Temer.

RÁPIDAS

Reunião – O deputado federal André de Paula realiza toda quinta-feira uma reunião com seus apoiadores e integrantes da sociedade para discutir política. Os eventos estão sendo bastante prestigiados e estão ampliando a rede de apoios de André que deverá atingir expressiva votação em outubro.

PSDB – O deputado federal Bruno Araújo discorda da tese de fragilidade do PSDB, pois o partido não havia elegido nenhum deputado estadual em 2014 e agora poderá eleger pelo menos dois parlamentares, que são Alessandra Vieira, primeira-dama de Santa Cruz do Capibaribe, e o candidato que vier a ser apresentado por Raquel Lyra.

Inocente quer saber – Paulo Câmara fez bem ao tentar visitar Lula na prisão em Curitiba?

Fonte :Blog de Edmar Lyra.

Enviar comentário

voltar para Blog

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||