Cleiton Collins deverá ser o nome do PP para a presidência

Publicado em 10/07/2018 às 14h00

No exercício da presidência da Alepe, o deputado Cleiton Collins, oficialmente vice-presidente da Casa, deverá ser indicado pelo grupo composto pelo PP e PR que possui dezesseis deputados e garante ao nome uma vantagem significativa em relação a qualquer adversário. Como a vice será aberta com a renúncia de Cleiton para disputar a presidência, o Palácio deverá indicar um nome do PSB para o posto, uma vez que garantirá a ampliação do partido do governador na mesa, e a tranquilidade de votos, 28 no total pelo menos, para que Cleiton seja conduzido ao cargo de presidente.

A ascensão de Cleiton Collins ao comando da Assembleia Legislativa de Pernambuco será a coroação de um trabalho que vem numa crescente eleitoral a cada disputa por um mandato de deputado estadual, sendo o mais votado de Pernambuco desde 2006. Também será um reconhecimento da força de PP, PR e PSB, os três principais partidos da base do governador, que terá a proporcionalidade da Casa respeitada.

Ao garantir o seu aval para que Cleiton Collins chegue ao comando do legislativo, o governador Paulo Câmara, que tem 37 deputados na sua bancada governista, manterá a tropa da Alepe unida para a disputa eleitoral que se avizinha. A Frente Popular estará novamente preservada na equação de forças da Casa Joaquim Nabuco com a escolha de Cleiton Collins, que já está no quarto mandato de deputado e possui boa relação com a maioria dos deputados.

Com o comando da Assembleia Legislativa de Pernambuco, o PP poderá abdicar da vaga de senador na Frente Popular, o que permitirá ao governador uma maior tranquilidade para fechar alianças importantes com outros partidos, como o PR, o PCdoB e até mesmo o PT, que ainda flerta com o governador. Esse comando da Alepe através de um fiel aliado como Cleiton Collins, tal como era Guilherme Uchoa, servirá para fortalecer o projeto do governador Paulo Câmara, que busca reeleição.

Prestígio – A missa de sétimo dia em homenagem a Guilherme Uchoa foi bastante prestigiada. O ato reuniu Armando Monteiro e Paulo Câmara no mesmo recinto, bem como quase a totalidade das bancadas da Câmara dos Deputados e da Assembleia Legislativa, e membros do poder judiciário. O evento ocorrido em Olinda foi mais uma demonstração do que Guilherme continuará representando para Pernambuco mesmo após a sua morte.

Reconhecimento – Após anunciar que seria candidato a deputado estadual, Guilherme Uchoa Junior conseguiu manter todos os 13 prefeitos que apoiavam Guilherme Uchoa, numa demonstração de reconhecimento ao legado que será mantido pelo herdeiro e fidelidade ao projeto por parte dos prefeitos que não só garantiram o apoio como prometeram empenho para que Junior seja tão bem votado como seria o seu pai.

Suplente – Comenta-se nos bastidores que Fernando Dueire estaria trabalhando no sentido de ser o primeiro suplente de Jarbas Vasconcelos. Com boa relação com empreiteiros, pois foi secretário de Infraestrutura, Dueire é visto mais como um mendoncista do que jarbista, o que tem causado questionamentos de aliados de Jarbas para uma eventual escolha do seu nome.

Reeleição – O deputado Júlio Cavalcanti, que tenta o terceiro mandato na Assembleia Legislativa de Pernambuco, vem conquistando importantes apoios para lograr êxito em outubro. Reeleito em 2014 com 47.685 votos, Júlio Cavalcanti é um dos nomes mais fortes da oposição liderada pelo PTB para a Alepe.

RÁPIDAS

Senado – O PSDB anunciou que reivindicará a vaga de senador na chapa liderada por Armando Monteiro. O único nome com envergadura para o posto no sentido de disputar para ganhar é o ex-ministro das Cidades, Bruno Araújo. Qualquer outro nome que seja lançado entrará na disputa somente para cumprir tabela.

Reforço – A pré-candidata a deputada estadual Andrea Mendonça (DEM) conquistou o apoio do prefeito de São José da Coroa Grande, Pel Lages, que iria votar em Davi Muniz para deputado estadual, que optou por tentar vaga na Câmara dos Deputados. Andrea, com o novo apoio, garantiu pelo menos 2 mil votos na sua tentativa de chegar a Alepe.

Inocente quer saber – Haverá bate-chapa na Alepe durante a eleição pela presidência?

Fonte : Blog Edmar Lyra.

Enviar comentário

voltar para Blog

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||