Comissão aprova máximo de 10 salários mínimos para doação eleit

Publicado em 12/09/2017 às 21h15

A comissão especial que analisa a regulamentação da reforma política na Câmara dos Deputados manteve o texto do relator, deputado Vicente Candido (PT-SP), que estabelece teto de doações de 10% da renda bruta do doador ou dez salários mínimos para cada cargo em disputa.

O PSDB havia proposto um destaque ao relatório, que sugeria o aumento do valor para 32 salários mínimos para cada cargo em disputa, mantendo o limite de 10% da renda do doador, mas foi rejeitado pelos membros do colegiado.

Outro destaque da bancada do PT, que também foi rejeitado, propunha que o teto de 10% da renda ou dez salários mínimos deveria valer para o total de cargos em disputa e não para doações para cada cargo.

CNM e reforma política
Durante a XX Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, que ocorreu em maio deste ano, a Confederação Nacional de Municípios (CNM) realizou uma pesquisa de opinião sobre questões em voga para uma possível reforma do sistema eleitoral brasileiro.

A pesquisa resultou em um estudo documentado publicado no site da entidade e ilustrou o posicionamento dos Municípios quanto às principais questões debatidas atualmente no Congresso Nacional.

A pesquisa aborda, por exemplo, questões que tangem ao modelo de financiamento de campanha. Segundo a maioria da amostra da pesquisa de opinião, o financiamento deveria ser público 43,5%, a minoria de 20,7% indicou que deveria ser privado, e cerca de 31,2% dos pesquisados indicaram preferência por um financiamento de campanha com recursos públicos e privados.

Confira a pesquisa completa aqui

Fonte :CNM.

Enviar comentário

voltar para Blog

left show fwR|left tsN uppercase fwB|left show fwB fsN uppercase|bnull|||login news fwB tsN fwR tsY c05|normalcase fwR c15 fsI|b01 c05 bsd|login news c10|tsN normalcase fwR fsI c15 b01 bsd|b01 normalcase bsd c05|content-inner||