Daniel e Bruno quebram gelo e voltam a conversar

Publicado em 08/03/2018 às 12h15
Renata Bezerra de Melo
Renata Bezerra de MeloFoto: Colunista

Desde novembro, os deputados federais Daniel Coelho e Bruno Araújo, presidente do PSDB no Estado, não se falavam. Naquele mês, houve a convenção da executiva estadual do partido, quando Daniel abandonou o evento após ser impedido de ocupar a tesouraria da legenda, como pretendia. O clima azedou. Mas, ontem, os dois foram à mesa na Câmara Federal. Com o encontro, Daniel reforça as pontes com o PSDB-PE, no momento em que se ventila sua travessia para o PPS. Não necessariamente vai atravessar para as hostes comunistas, assim como nunca descartou manter-se no tucanato. Tanto pode sair, como pode ficar. No entanto, seja qual for o movimento, Daniel admite estar apenas no palanque de oposição em Pernambuco. Leia-se: apesar das divergências públicas, Bruno e Daniel vão estar no mesmo palanque. "Se quer ganhar, a oposição não pode estar brigando entre si. Fui no evento do final de semana (em Caruaru) para sinalizar para toda oposição. E, hoje (ontem), tive encontro com Bruno para dizer que qualquer divergência política não vai atrapalhar a construção do palanque no Estado", argumenta Daniel. Quando cogita migrar para o PPS, o parlamentar o faz considerando que a sigla estará na oposição, seguindo tendência nacional de alinhamento ao PSDB. Após a celeuma com Bruno, Daniel acabou sem espaço na executiva estadual. Na nacional, também não ocupa cadeiras, trabalhou para eleger Tasso Jereissati presidente, o que acabou não se consumando. Se isso não deve ser determinante na decisão sobre permanecer ou não no ninho tucano, reconstruir as pontes com o presidente estadual, no entanto, pode ser um ingrediente a facilitar o "fico". À coluna, Bruno também sinaliza para harmonia: "Estamos conversando, as coisas estão se ajustando e estamos na expectativa de que Daniel possa continuar conosco".

Se vai ou se fica
Prefeito de Salvador, ACM Neto assume a presidência nacional do DEM, hoje, sob a expectativa de deixar ou não a gestão municipal para concorrer ao Governo da Bahia. Aliados também esperam para ver se a candidatura de Rodrigo Maia ao Planalto vai à frente. Uma alternativa seria o DEM se reencontrar com o PSDB. No caso desse casamento, o nome do ex-governador Mendonça Filho vinha sendo ventilado para vice de Geraldo Alckmin.

Senador de Lula > Humberto Costa recebeu dados que refletem o resultado da sua ligação a Lula junto ao eleitorado. É a liderança política pernambucana que mais tem votos vinculados ao ex-presidente. Segundo levantamento, 88% das pessoas que votam em Humberto dizem que também votariam em Lula para presidente. Entre outros nomes avaliados, o índice desce para 60%. 

O... > A data é hoje, mas, na Câmara de Vereadores do Recife, 
o Dia Internacional da Mulher foi mote de homenagens realizadas ontem. Por requerimento do vereador Wanderson Florêncio, 
uma solene homenageou, pela manhã, "Mulheres que Fazem Diferença". 

...dia... > A sessão foi presidida pela vereadora Michele Collins e teve, entre as homenageadas a titular desta coluna e a secretária de Turismo do Recife, Ana Paula Vilaça, junto com outras mulheres que acumulam vários papéis, além dos desafios profissionais. 

...delas > À tarde, a vereadora Aline Mariano também promoveu solene para celebrar conquistas sociais, políticas e econômicas. Entre contempladas, estiveram as jornalistas desta Folha de Pernambuco, Carol Brito, Branca Alves e Priscila Aguiar.

Fonte:Folha de PE.

Enviar comentário

voltar para Blog

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||