Datafolha aponta para definição da eleição em Pernambuco

Publicado em 05/10/2018 às 12h00

A nova rodada de pesquisas do Datafolha para governador e senador de Pernambuco apontou um caminho praticamente definido a dois dias da eleição e que indica uma vitória de Paulo Câmara no próximo domingo. Nos votos válidos, quando são excluídos brancos, nulos e indecisos, o atual governador chegou a 52%. Apesar dos números, é possível afirmar que os números do governador tendem a aumentar até a urna, devido o voto útil.

Na eleição passada o último Ibope do dia 5 de outubro apontou Paulo Câmara com 58% dos votos válidos contra 38% de Armando Monteiro e 4% dos outros candidatos. Quando as urnas foram abertas, Paulo Câmara chegou a 68,08% dos votos válidos, Armando Monteiro 31,07% e apenas 0,85%, uma oscilação de dez pontos a mais para Paulo Câmara, sete pontos a menos para Armando Monteiro e mais de três pontos a menos para os candidatos nanicos.

Este fenômeno se explica porque existem eleitores que se baseiam em pesquisas para decidir em quem irá votar, pois gostam de votar em quem vai ganhar para “não perder o voto”, isso tende a impulsionar a vantagem de Paulo Câmara na urna, e o atual governador poderá atingir até 60% dos votos válidos.

Na disputa pelo Senado, Jarbas Vasconcelos e Humberto Costa se isolaram na liderança com 38% e 34% das intenções de voto, respectivamente, o terceiro colocado Mendonça Filho ficou com apenas 25%, caindo dois pontos em relação ao levantamento anterior. Pelo contexto de 7% de indecisos para a primeira vaga e 11% para a segunda, considerando a vantagem dos dois primeiros colocados, é possível afirmar que os dois senadores da Frente Popular serão eleitos no próximo domingo, sobretudo pelo histórico de o governador puxar os senadores em Pernambuco, tendo sido assim em 1998, 2002, 2010, 2014 e em 2006 quando houve segundo turno, o senador eleito foi da chapa do primeiro colocado no primeiro turno, fortalecendo a tese de o governador arrastar o senador.

A vitória da Frente Popular, consolidada pelo Datafolha, é reflexo de uma narrativa inteligente e uma coalizão de forças que deram ao governador perspectiva de crescer e reverter a desaprovação que existia ao seu governo durante os três anos. Se não houver nenhum acidente de percurso, Paulo Câmara, Jarbas Vasconcelos e Humberto Costa serão eleitos no próximo domingo.

30 anos – A Constituição Federal de 1988 completa trinta anos nesta sexta-feira (5). As duas candidaturas para presidente mais bem colocadas nas pesquisas já mencionaram a possibilidade de uma nova constituinte ser convocada, a partir de 2019. O meio jurídico vê com preocupação a possibilidade da Constituição atual ser revogada, resultando em acirramento do conflito vivido pelo país. “Um texto constitucional, neste momento que o Brasil vive, aprovado por uma maioria simples dos constituintes, certamente vai pender com força para um dos lados sociais deste conflito que vivemos. É um perigo para a democracia”, diz o procurador Cristiano Pimentel, do Ministério Público de Contas de Pernambuco (MPCO).

Risco – Caso as pesquisas confirmem a derrota de Mendonça Filho no próximo domingo, muitos apostam no seu risco de perder o comando do Democratas para o grupo do senador Fernando Bezerra Coelho. Esse risco se tornará real se Vinícius Mendonça também não for eleito deputado federal.

Reforço – A candidata a deputada estadual Debora Serafim, que desponta como uma das favoritas a se eleger na chapa do PSC no próximo domingo, conquistou mais um importante apoio na reta final da eleição. O vereador de Caruaru Allyson da Farmácia é mais um a reforçar o grupo da candidata que busca substituir o deputado Pedro Serafim Neto na Casa Joaquim Nabuco.

Eriberto Medeiros – Durante toda essa campanha eleitoral, um dos maiores atos políticos realizados no Recife foi a reunião organizada pelo deputado estadual Eriberto Medeiros numa casa de eventos localizada no bairro do Prado, que contou com a presença da chapa majoritária da Frente Popular, do prefeito do Recife, Geraldo Julio, do líder de governo na Câmara, vereador Eriberto Rafael, e diversas lideranças políticas da capital pernambucana.

Milton Coelho – O candidato a deputado federal Milton Coelho deverá, ao lado de João Campos, ser a grande novidade do PSB na Câmara dos Deputados. Ele foi secretário de Administração de Paulo Câmara, vice-prefeito do Recife, e se destacou como um dos principais aliados de Eduardo Campos. Terá a grande oportunidade da sua vida de exercer um mandato parlamentar em Brasília a partir de 2019.

RÁPIDAS

Mais votado – Com apenas quatro pontos atrás de Jarbas Vasconcelos na disputa pelo Senado, Humberto Costa tem todas as condições de ser o senador mais votado no próximo domingo. Ele deverá ser impulsionado pela força do PT, de Lula e da Frente Popular. A maioria do meio político já faz essa aposta.

Debate – Sem o líder nas pesquisas, o debate da Globo para presidente não apresentou nenhum fato novo que pudesse mudar o quadro da eleição presidencial, que tem Jair Bolsonaro isolado na liderança e Fernando Haddad isolado na segunda colocação. Se houver segundo turno, Bolsonaro e Haddad se enfrentarão.

Inocente quer saber  – Com quase 40% dos válidos no Datafolha, Jair Bolsonaro poderá ser eleito no próximo domingo?

Fonte : Blog Edmar Lyra.

Enviar comentário

voltar para Blog

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||