Eriberto Medeiros pavimenta reeleição na Alepe

Publicado em 10/11/2018 às 14h00

Eleito em 2000 para o seu primeiro mandato como vereador do Recife, Eriberto Medeiros conquistou mais um mandato na Casa José Mariano em 2004 e ascendeu à Casa Joaquim Nabuco em 2006, alcançando três mandatos como deputado estadual. Em 2018 estava decidido a disputar um mandato na Câmara dos Deputados, chegando a registrar a sua candidatura a deputado federal pelo PP. Porém, veio o mês de julho e ocorreu a fatídica morte de Guilherme Uchoa, então presidente da Alepe que já ocupava o cargo por seis mandatos consecutivos, e consequentemente abriu-se a possibilidade de a Casa experimentar um novo presidente depois de uma década.

Por ter um trânsito muito bom na Assembleia Legislativa de Pernambuco, Eriberto Medeiros surgiu como nome natural para o posto, e acabou elegendo-se presidente da Alepe com o expressivo apoio de seus colegas. No cargo a partir de agosto, o imenso desafio de ser chefe do legislativo estadual se tornava ainda maior por substituir uma pessoa que representava muito os anseios da Casa, defendendo com unhas e dentes os interesses da Alepe, que era Guilherme Uchoa.

No processo eleitoral, Eriberto acabou tendo que voltar para a disputa de deputado estadual, por uma solicitação do seu partido, o PP, e mais um desafio, que era o de montar uma campanha distinta do que já estava posto. Em menos de um mês, Eriberto construiu sua campanha e acabou vitorioso com pouco mais de 36 mil votos, o feito se tornou mais interessante porque Isaltino Nascimento em 2014 fez movimento semelhante, de trocar uma eleição de federal pela reeleição, e acabou ficando na suplência. E a disputa deste ano se mostrou duríssima para todos, sobretudo quem tinha votos metropolitanos em sua maioria, que é o caso de Eriberto, portanto a vitória dele na eleição foi algo bastante atípico diante das circunstâncias.

Em quatro meses no cargo de presidente da Assembleia, Eriberto conseguiu manter o respeito e a cordialidade com os seus pares, não deixando de atender às demandas de cada um, e naturalmente conquistou a confiança da maioria dos 25 deputados reeleitos. Já no diálogo com os novatos que estão se ambientando com a Casa, muitos se prontificaram a apoiá-lo devido a sua disponibilidade para apresentar os trâmites da formação de gabinetes e da própria atuação parlamentar. O deputado eleito João Paulo Costa foi um dos primeiros novatos a deixar clara a sua preferência pelo nome de Eriberto, e o fato se repetiu com outros nomes.

Faltando menos de três meses para a eleição da nova mesa, marcada para o dia 1 de fevereiro de 2019, quando haverá a posse da nova legislatura, há evidências claras que Eriberto Medeiros caminha para a recondução, pois conseguiu substituir à altura o ex-presidente Guilherme Uchoa e a cada dia demonstra que tem envergadura para seguir no comando do legislativo estadual pelos próximos dois anos.

Cargo – Ao viajar para a Espanha por um período de férias pelos próximos dez dias, o governador Paulo Câmara transmitiu o cargo para o presidente da Alepe, Eriberto Medeiros, pois o vice-governador Raul Henry também decidiu tirar férias. A cerimônia ocorreu ontem no Palácio do Campo das Princesas.

Ouricuri – O deputado estadual eleito Antonio Fernando (PSC) terá um importante papel nas eleições municipais de 2020 em Ouricuri. Ele obteve quase 60% dos votos válidos para a Casa Joaquim Nabuco e será um dos principais eleitores da disputa municipal, uma vez que o prefeito Ricardo Ramos está mal avaliado e a cidade nunca reelegeu prefeitos.

Alberto Feitosa – Pela sua atuação no executivo quando já foi secretário de Turismo do estado e de Saneamento do Recife, com passagens muito elogiadas, o deputado estadual reeleito Alberto Feitosa está sendo novamente lembrado para assumir alguma secretaria em 2019, mas ainda não se sabe qual seria a pasta e se seria no Recife ou no estado. Caso se confirme a convocação, Marcantonio Dourado Filho assumirá o mandato na Casa Joaquim Nabuco.

Samuel Salazar – Com a vitória de Marco Aurélio para deputado estadual, o primeiro suplente da coligação Samuel Salazar herdará o mandato na Câmara Municipal do Recife. Aos 33 anos, Samuel obteve 4.252 votos em 2016, e deverá realizar um mandato diferenciado na Casa, pois é advogado e tem muita qualificação para o exercício do cargo.

RÁPIDAS

Rancor – Com raiva das urnas que lhe mandaram pra casa no dia 7 de outubro, o presidente do Senado, Eunicio Oliveira (MDB/CE), apresentou o reajuste do Supremo Tribunal Federal que custará R$ 6 bilhões aos cofres públicos. O rancor de Eunicio com os eleitores ao colocar essa conta para o povo pagar mostra exatamente o motivo de políticos como ele terem sido exterminados pelas urnas.

Homenagem – Conselheiro aposentado do Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE-PE), o deputado estadual Romário Dias foi homenageado, na noite da última quinta (08), com a medalha comemorativa do cinquentenário da instituição. A honraria foi entregue a 50 personalidades que fazem parte da história da Corte. Além do parlamentar, foram agraciados o governador de Pernambuco, Paulo Câmara; o prefeito do Recife, Geraldo Julio; ex-governadores do Estado, ex-conselheiros, entre outros.

Inocente quer saber – Quem é o favorito para assumir a primeira-secretaria da Assembleia Legislativa de Pernambuco?

Fonte : Blog Edmar Lyra.

Enviar comentário

voltar para Blog

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||