Fernando Monteiro vê Guedes chantageando Congresso

Publicado em 02/04/2019 às 16h00
Deputado federal Fernando Monteiro
Deputado federal Fernando MonteiroFoto: Kleyvson Santos/Folha de Pernambuco

Na opinião do deputado federal Fernando Monteiro, o ministro da Economia, Paulo Guedes, faz “chantagem” ao “querer diminuir o Congresso e botar a população contra o Congresso“. Ele, então, avalia: “Acho isso um erro porque o Congresso é quem resguarda a Democracia”. Fernando Monteiro faz referência ao pacto federativo proposto por Guedes. Alerta que, caso não haja discussão, os estados podem ficar “na mão do Governo Federal” ou os municípios “na mão dos estados”. Precisa “ter um pacto que seja justo”, defende Fernando Monteiro e adverte: “Não desvinculando receita, querendo jogar na mão dos congressistas para dizer que não saiu dinheiro para Saúde e Educação porque o Congresso não quis”. Fernando quer ouvir Guedes na Comissão de Finanças e se queixa porque o ministro só quer comparecer no dia 8 de maio. Cobra debate. E reforça que a forma de agir de Guedes é “chantagem”. Fernando defende que o ministro tem “que ter humildade para debater, porque não é so ele que é inteligente no Brasil”. Na visão do parlamentar, “você não pode chegar lá e dizer: ‘Essa reforma, se não aprovar, eu saio. Isso não existe. A gente tem que debater’”. Fernando Monteiro se refere ao fato de Guedes ter considerado, em audiência na Comissão de Assuntos Econômicos, deixar o governo, caso a previdência não avance. “Eu não acredito que só Paulo Guedes resolve o problema do Brasil. Se ele não resolver em três meses, ele não disse para que veio ainda”, concluiu ele, ontem, em entrevista à Rádio Folha FM 96,7 ontem.

O tamanho do PP
Fernando Monteiro é favorável a uma candidatura do PP à Prefeitura do Recife. “O deputado Claudiano (Martins) tem toda razão. O PP é um partido que tem tamanho para ter candidato a prefeito do Recife só não - Recife, Caruaru, Petrolina”, enaltece.

Compensação > Fernando sublinha: “Na próxima eleição, não terá coligação proporcional. Uma campanha majoritária pode ajudar a gente a eleger o maior número de vereadores possíveis”.

Soldado > A despeito dos ruídos na relação, Fernando diz que não dá para negar que o partido cresceu com Eduardo da Fonte à frente. “A gente não pode negar”, assinala. Lembra que o PP ter feito o presidente da Alepe é “mérito” de Eduardo e “a gente precisa seguir feito um soldado”.
 
Ela no comando > O presidente nacional do PSL, deputado federal Luciano Bivar, presidiu a reunião na qual a senadora, Soraya Thronicke (PSL/MS), foi eleita a nova presidente nacional do PSL Mulher, em Brasília. O partido tem a primeira maior bancada feminina do Congresso com 10 mulheres.
 
O que querem... > Dando início a uma série de reuniões com governadores do Brasil, o deputado federal Silvio Costa Filho se reúne, hoje, com o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB).
 
...os governadores > O tema da conversa será o Novo Pacto Federativo. O deputado quer ouvir os governadores e colher sugestões para construção de um novo pacto para o Brasil.
 
Goela abaixo> Líder da oposição na Câmara Municipal, Renato Antunes disparou, ontem, contra a prática do Executivo de votar pautas importantes em regime de urgência. A crítica serviu de argumento para justificar seu voto contrário ao PL , que cria mais 90 cargos para Autarquia Municipal de Previdência e Assistência a Servidores. Na visão de Renato, a prefeitura deveria convocar profissionais que aguardam há mais de quatro anos.

 

Fonte : Folha de PE.

Enviar comentário

voltar para Blog

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||