Forte e unido

Publicado em 02/04/2019 às 10h00

Até ontem, mais de 100 prefeitos pernambucanos já haviam garantido presença na Marcha à Brasília, como ficou conhecida a Marcha em Defesa dos Municípios, a ser realizada de oito a 11 de abril, no Centro Internacional de Convenções do Brasil. Faltando, ainda, uma semana para a mobilização, portanto, um longo período para inscrição, é correto dizer que o movimento municipalista pernambucano chegará forte e unido no evento, o maior do tipo na América Latina.

O presidente da Amupe, José Patriota, lembra do quão é importante a participação de todos na Marcha; prefeitos, secretários, vereadores e gestores municipais. Pernambuco precisa estar representado nos seus 184 municípios. Quem ainda não se inscreveu, pode fazê-lo no site na CNM, organizadora do evento, por meio deste link: http://marcha.cnm.org.br/inscreva-se

A Marcha à Brasília é a oportunidade dos prefeitos, juntos, fazerem seus pleitos serem ao menos ouvidos. Nos quatro dias de ato, eles vão defender um Pacto Federativo mais justo; mais autonomia para o poder local e o fim da guerra fiscal no Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN), entre tantas outras pautas.

Os presidentes da República, Congresso, STF e TCU já confirmaram presença no evento, mais precisamente na terça-feira, nove de abril. Será justamente neste momento que os prefeitos mais precisam estar mobilizados em prol de sua pauta. Por sua vez, Bolsonaro, Maia, Dias Toffoli e companhia terão uma chance de ouro para trazer para a simpatia e a militância do movimento. Basta que eles se mexam.

Diretores – O presidente da Compesa, Roberto Tavares, empossou, ontem, três novos diretores da estatal para o biênio 2019-2021. Vindo da PCR, o economista Leonardo Bacelar assumiu a Diretoria Regional Metropolitana. Também economista, Carlos Júnior ocupará a Diretoria de Gestão Corporativa. Já a administradora Camila Andrada de Godoy Brito foi para a Diretoria de Articulação e Meio Ambiente. 

Olinda – Depois de cumprir uma missão dada pelo ex-governador Eduardo Campos em Ipojuca, onde foi vice-prefeito, Pedro Mendes transferiu seu título de eleitor de volta para Olinda. Socialista histórico, Pedro retomou a atividade política na cidade. Apesar de não ter se lançado, pode ser um nome do PSB para a eleição de 2020, caso a aliança com o prefeito Professor Lupércio não dure até lá.

Documentário – Será disponibilizado para o grande público, hoje, o documentário “1964 – o Brasil Entre Armas e Livros”. O filme do grupo Brasil Paralelo – uma espécie de Direita Soft Digital Influencer – chegou a ser proibido em alguns cinemas e universidades sob o argumento de que ele faria apologia à ditadura militar. A ironia é que quem deveria, em tese, lutar pela divulgação do conteúdo, optou por censurá-lo. Vou assistir para ver se é essa Coca-Cola toda mesmo.

1964 – Ontem, 1º de abril, fez 55 anos que o ex-governador Miguel Arraes foi preso e deposto do cargo para o qual foi legitimamente eleito. Sem baixar a cabeça para os militares, Arraes chegou a ser exilado. Para o atual presidente, contudo, não houve golpe em 1964. Questionado sobre um vídeo pago com dinheiro público onde o governo exalta os golpistas, o vice, General Mourão, se esquivou e jogou a bata quente para Bolsonaro.   

CURTAS

DE BOA – Sem mandato, a ex-candidata a qualquer coisa pelo PCdoB, Manuela D’ávila, esteve em Pernambuco para lançar seu livro “Revolução de Laura”. Na terrinha, Manu pegou uma prainha e cumpriu agenda leve ao lado da vice-governadora Luciana Santos. 

ARTICULANDO – O ministro da Economia, Paulo Guedes, começa, hoje, a receber deputados para discutir a reforma da Previdência. Estão na lista parlamentares do PSL, DEM, PSD e PRB. Guedes articulando com a base? Isso não vai dar certo...

MAMANDO – Um não, mas 19 vereadores de Petrolina viajaram às custas da Câmara para o Congresso da UVP em Gravatá, semana passada. Esse “passeio” custou ao Legislativo municipal R$ 60 mil. É, amigo pretolinense, você está pagando imposto para esse povo fazer política.

Perguntar não ofende: Tem muito pré-candidato a prefeito fazendo campanha já?

Por Arthur Cunha – especial para o blog.

Fonte :Blog do Magno Martins.

Enviar comentário

voltar para Blog

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||