Governo de Jair Bolsonaro ressuscita o “comunismo”

Publicado em 05/01/2019 às 11h00

O Brasil tem dois partidos comunistas (PCB e PCdoB) e ambos são inexpressivos do ponto de vista eleitoral. O PCB não elegeu nenhum deputado federal e o segundo apenas 9. Apesar disto, o “comunismo” é um dos assuntos mais debatidos pelo governo de Jair Bolsonaro, que enxerga a presença de “comunistas” em tudo quanto é esquina. O próprio presidente afirmou em seu discurso de posse que interrompeu a presença do “socialismo” no país, sem contudo dar detalhes sobre o período em que o Brasil teve presidente socialista. Também já ressuscitaram o “comunismo” os ministro Onyz Lorenzoni (Casa Civil), Demares Alves (Direitos Humanos) e Ernesto Araújo (Relações Exteriores). Porém, o caso mais grave foi o do ministro da Educação, Ricardo Vélez, que prometeu ao longo de sua gestão combater o “marxismo cultural” que existiria nas escolas brasileiras, esquecido de que (provavelmente por ser colombiano) a maioria dos nossos professores nunca ouviu falar em Marx e não sabe o que significa “marxismo”. O que jamais se esperava era que o novo governo que se instalou no Brasil há cinco dias iria ressuscitar o “comunismo”, que está em extinção não apenas em nosso país, mas no mundo todo.

O conselho de Lula

O ex-presidente Lula recomendou ao PT que evite “bater boca” com o presidente Jair Bolsonaro, que estaria se valendo de temas morais ou de comportamento como “cortina de fumaça” para encobrir ações impopulares nas áreas econômica e social. Na área de “comportamento” o ministro que mais se destaca, negativamente, é Demares Alves.

Ex-socialista – Talvez o presidente Boslonaro não saiba, mas sua ministra da Agricultura, Tereza Cristina, já pertenceu ao PSB e derrotou o pernambucano Tadeu Alencar numa disputa interna na bancada pelo cargo de líder.

Dia de cão – Ontem o dia foi de “cão” para o governo Bolsonaro. O desencontro de declarações entre o presidente e alguns dos seus ministros foi constrangedor para todos e levou o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, a dar explicações mais constrangedoras ainda para explicar o inexplicável.

Vergonha – É uma vergonha para o Brasil o que está ocorrendo no Ceará em matéria de violência, toda ela comandada por criminosos que se encontram presos. Se a PM local, com cerca de 20 mil homens, não está resolvendo o problema, como a Força Nacional, com apenas 300 homens, irá resolvê-los?

Caravana – Quase todos os prefeitos do Pajeú e do Moxotó estiveram ontem em Custódia para acompanhar a primeira visita do governador Paulo Câmara ao interior neste segundo mandato.

Carnaval – A prefeitura de Bezerros já abriu inscrições para o Carnaval, que é o melhor do interior. O prefeito Severino Otávio (PSB) vai tentar realizá-lo com patrocínio do Governo do Estado e de uma cervejaria, com a qual ainda está em negociação.

Fonte :Blog de Inaldo Sampaio.

Enviar comentário

voltar para Blog

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||