Grupo terrorista Hamas condena ida de Bolsonaro a Israel

Publicado em 01/04/2019 às 22h00

Foto: Alan Santos/PRO comunicado foi divulgado, em inglês, nesta segunda-feira (1)

Foto: Alan Santos/PR

O grupo terrorista Hamas emitiu um comunicado, nesta segunda-feira (1°), condenando a visita do presidente brasileiro Jair Bolsonaro (PSL) à Israel. O grupo chamou a visita de “ocupação israelense”.

O documento foi divulgado na página do Hamas na internet e foi escrito em inglês. Nele, há o aviso de que a visita é “um movimento que não apenas contradiz a atitude histórica do povo brasileiro que apoia a luta pela liberdade do povo palestino contra a ocupação, mas também viola as leis e normas internacionais”.

O Hamas ainda destacou a passagem de Bolsonaro pela cidade antiga de Jerusalém e a visita ao Muro das Lamentações, acompanhado pelo “primeiro-ministro das ocupações israelenses”. O grupo terrorista, que é responsável por controlar a Faixa de Gaza, condenou o anúncio de Bolsonaro de abrir um escritório em Jerusalém.

Ainda no comunicado, o Hamas escreveu que “conclama o Brasil a reverter imediatamente essa política que é contra o direito internacional e as posições de apoio do povo brasileiro e dos povos da América Latina”.

No fim do comunicado, o grupo alega que “essa política não atende à estabilidade e segurança da região e ameaça os laços brasileiros com nações árabes e islâmicas”.

Fonte :Leia Ja.

Enviar comentário

voltar para Blog

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||