Julio Lóssio otimista com segundo turno

Publicado em 14/06/2018 às 19h00
Em ato, Julio Lóssio recebeu benção de Marina Silva
Em ato, Julio Lóssio recebeu benção de Marina SilvaFoto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

Em plenária que reuniu cerca de 200 filiados e simpatizantes da Rede Sustentabilidade realizada nesta quarta-feira (13) no Recife e que contou com a participação da principal cabo eleitoral, a presidenciável Marina Silva, o pré-candidato a governador Julio Lóssiodemonstrou confiança no seu crescimento junto ao eleitorado pernambucano. Apesar de ainda pontuar bem abaixo dos três primeiros colocados nas pesquisas de intenção de voto, Lóssio defendeu uma "campanha exponencial". 

"Estamos com dois (pontos), vamos terminar o mês com quatro, depois oito, depois dezesseis. Isso nos coloca no segundo turno e nós ganhamos a eleição”, disse. Para Lóssio, sua candidatura representa uma alternativa a um projeto que apresenta precisa de renovação. “O PSB deu uma contribuição importante para Pernambuco, mas hoje já não está conseguindo dar as respostas que os pernambucanos esperam. Precisamos ter um estado menor para dentro e maior para fora: não é preciso tantas secretarias; não é preciso que prefeitos que perderam a eleição virem assessor de governo. O que é preciso é ter mais gente na rua, na comunidade, na Polícia Militar, na saúde, na educação, para que o dinheiro dos impostos chegue mais perto das pessoas e não se perca na burocracia pública”, avalia.

   Marina

Durante a plenária, Marina Silva destacou em seu discurso a gravidade da crise por que passa o País. “A situação que temos hoje não é fruto de uma catástrofe natural, como acontece em alguns lugares do mundo, ou de uma guerra, que muitas vezes leva as pessoas para situações extremas. É fruto de decisões políticas equivocadas, que nos levaram a sair de uma situação de pleno emprego para, em poucos anos, chegar a uma situação em que cerca de 25 milhões de pessoas em situação penúria”. No discurso, a presidenciável defendeu o fim da reeleição, criticou o presidencialismo de coalizão e afirmou que seria capaz de unir o Brasil neste momento de crise.

Fonte: Blog da Folha de PE. 

Enviar comentário

voltar para Blog

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||