Marisa Letícia: delegados da Lava Jato ouvidos

Publicado em 06/08/2018 às 15h15

Ação movida por família de Lula pede que a União pague indenização por danos morais

Mônica Bergamo – Folha de S.Paulo

A União pediu que alguns dos principais delegados da Operação Lava Jato sejam ouvidos em ação movida pela família de Lula pelo fato de conversas pessoais de Marisa Letícia, morta em 2017, terem sido gravadas e divulgadas.

A Justiça concordou com o pedido e determinou a intimação de Igor Romário de Paula, Luciano Flores e Márcio Adriano Anselmo.

A lei das interceptações diz que diálogos que não interessem às investigações devem não apenas ser mantidos em sigilo, mas destruídos. A família pede que a União pague indenização por danos morais.

Já a defesa pediu que fossem ouvidas duas noras do ex-presidente —Marlene Araújo Lula da Silva e Fátima Rega Cassaro da Silva. Por conversarem com a então sogra, elas também foram gravadas.

A 2ª Turma do STF (Supremo Tribunal Federal) deve julgar nesta semana processos que envolvem o chanceler Aloysio Nunes Ferreira (PSDB) e o senador Renan Calheiros (PMDB-AL).

Um mutirão carcerário libertou 76 presos do Complexo Médico-Penal (CMP), na região metropolitana de Curitiba.  O presídio ficou conhecido por abrigar condenados da Lava Jato.

Deixaram a prisão gestantes, cadeirantes, acometidos de doença grave, idosos e submetidos a medidas de segurança. 

O mutirão foi coordenado pelo juiz Moacir Dala Costa. Ministério Público, Defensoria Pública e servidores do Fórum de Execuções Penais de Curitiba e São José dos Pinhais também participaram.

Fonte:Blog do Magno Martins.

Enviar comentário

voltar para Blog

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||