Municípios inadimplentes no Cauc podem ter suas transferências

Publicado em 29/12/2017 às 17h00

Os Municípios devem ficar atentos. O Ministério da Saúde informou, respaldado pela Portaria 424/2016, que a partir do exercício de 2018 o Serviço Auxiliar de Informações para Transferências Voluntárias (Cauc), vai executar a verificação de dados sobre a publicação do anexo da saúde do Relatório Resumido da Execução Orçamentária (RREO) do exercício em curso e o anterior no prazo de até 30 dias após o encerramento de cada bimestre, seguindo as orientações dos Artigos 52 e 53 da Lei Complementar 101/2000.

Isso significa que os Municípios precisam manter o RREO atualizado, pois estes relatórios deverão ser homologados no Sistema de Informações sobre Orçamento Público em Saúde (Siops) com todos os dados bimestrais referentes do exercício de 2017 (1º ao 6º bimestre), assim como os dados bimestrais do exercício corrente.

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) reforça aos gestores que a não publicação dos Relatórios da Execução Orçamentária de todos os bimestres do ano anterior (2017) e bimestres do exercício corrente (2018) vai implicar no bloqueio de transferências voluntárias, o que vai gerar automaticamente inadimplência no Cauc. Confira aqui a íntegra do comunicado do Ministério da Saúde. 

Verifique se seu município está em dia com relação ao envio de dados bimestrais ao SIOPS referentes ao ano de 2017. Sugerimos que caso haja dados pendentes regularize o quanto antes para que não seja pego de surpresa e sofra inclusão no CAUC a partir de 2018.

Fonte :CNM.

Enviar comentário

voltar para Blog

left show fwR|left tsN uppercase fwB|left show fwB fsN uppercase|bnull|||login news fwB tsN fwR tsY c05|normalcase fwR c15 fsI|b01 c05 bsd|login news c10|tsN normalcase fwR fsI c15 b01 bsd|b01 normalcase bsd c05|content-inner||