Na Alepe, deputados saem em defesa do PMDB estadual

Publicado em 15/09/2017 às 09h00
Deputado estadual Tony Gel (PMDB)
Deputado estadual Tony Gel (PMDB)Foto: Roberto Soares/Alepe

A sessão desta quinta-feira (14) da Assembleia Legislativa de Pernambuco serviu de desagravo ao PMDB pernambucano. Capitaneados pelo deputado estadual Tony Gel (PMDB), parlamentares se revezaram nos apartes nos quais criticam a movimentação do comando nacional de entregar o comando da sigla no Estado para o senador Fernando Bezerra Coelho.


Para Tony Gel, a medida é uma “tentativa de invasão” movida pelo senador.

“Fica claro que há uma vontade do presidente nacional, o senador Romero Jucá (RR), de entregar o partido a Fernando Bezerra Coelho. Me sinto numa situação de muita indignação”, afirmou o parlamentar, acrescentando que Pernambuco foi o Estado que, proporcionalmente, mais cresceu nas eleições municipais de 2016 ao eleger 17 prefeitos, 15 vice-prefeitos e 161 vereadores.

O pedido de intervenção apresentando ao comando nacional da sigla foi feito por Orlando Tolentino, assessor especial do prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, filho de FBC.

Outros dois deputados peemedebistas, Ricardo Costa e Gustavo Negromonte, reforçaram a indignação com a ameaça de a intervenção ser consumada. Aliada histórica do deputado federal Jarbas Vasconcelos, Terezinha Nunes (PSDB) fez coro com os peemedebistas.

Deputado estadual Waldemar Borges (PSB)

Deputado estadual Waldemar Borges (PSB) - Crédito: Roberto Soares/Alepe

Quem também prestou solidariedade foi o presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Casa, Waldemar Borges (PSB).

“Fui presidente da juventude do PMDB nos anos 80 e estou aqui para dizer que, apesar de em alguns momentos discordar de caminhos tomados pelo partido, é inquestionável a decência e a honestidade de propósitos que sempre embasaram as decisões tomadas por Jarbas Vasconcelos, Raul Henry e tantos outros expoentes do partido", falou.

Borges ressaltou que não é possível se referir ao PMDB-PE como uma seccional qualquer.

“Aqui o partido tem história, tem gente com consistência, que defendeu ideais caros a todos nós, como a defesa do regime democrático. Gente que combateu o arbítrio e sempre soube fazer do PMDB de Pernambuco uma referência nacional”, concluiu.

Fonte :Blog da Folha de PE.

Enviar comentário

voltar para Blog

left show fwR|left tsN uppercase fwB|left show fwB fsN uppercase|bnull|||login news fwB tsN fwR tsY c05|normalcase fwR c15 fsI|b01 c05 bsd|login news c10|tsN normalcase fwR fsI c15 b01 bsd|b01 normalcase bsd c05|content-inner||