O “Geraldo Julio” de Paulo Câmara

Publicado em 26/11/2018 às 14h00

No primeiro governo Eduardo Campos, um certo secretário de Planejamento e Gestão destacou-se nas tarefas que o chefe a ele confiava. Logo, Eduardo passou a dar ao auxiliar um grande número de missões estratégicas em diversas áreas da administração. O resultado foi sempre satisfatório. Passou-se pouco tempo desde essa época até a eleição, em primeiro turno, de Geraldo Julio para a Prefeitura do Recife, em 2012, a partir de um movimento de Eduardo para fortalecer seu projeto presidencial transformando a PCR em um “case” de administração pública.

Com Paulo Câmara não tem sido diferente. Ainda que trate seus secretários da mesma forma, um deles tem tido todo o acesso ao governador. Suas opiniões são, na imensa maioria das vezes, acatadas pelo mandatário. Trata-se de Márcio Stefanni, atual secretário de Turismo Esportes e Lazer. Ele é o “Geraldo Julio” de Paulo Câmara. Na segunda gestão do socialista, Stefanni deve voltar a comandar a estratégica Secretaria de Planejamento e Gestão ou mesmo assumir a poderosa Casa Civil, caso o governador opte por um perfil mais técnico para a pasta.

Na prática, Márcio Stefanni continuará sendo o que foi na maior parte da administração de Câmara: o gerente do governo, por quem passam as decisões mais importantes. Será dele, por exemplo, a coordenação do Pacto Pela Vida, área que vem apresentando melhoras significativas na série histórica. Caberá também ao secretário a definição - com o aval de Paulo - dos setores que receberão recursos para obras e políticas públicas. Em tempos de escassez orçamentária, essa tarefa é, no mínimo, de muita responsabilidade. 

Pouca gente sabe, mas Márcio Stefanni também teve um destacado papel na campanha de reeleição do chefe. Coordenou o programa de governo e participou da definição das principais propostas que foram para o guia, a exemplo do 13º do Bolsa Família e da criação da Draco. Discreto, Stefanni não vive nos holofotes. Parece com Paulo também no temperamento. É bem intencionado e cumpre as missões sem querer trazer para si os louros. Vai continuar sendo peça chave nos destinos de Pernambuco nos próximos quatro anos.

Escravo das bancadas – O presidente eleito Jair Bolsonaro defendeu, ontem, a escolha de seus ministros tendo como base uma ausculta às bancadas temáticas do Congresso e não aos partidos políticos. A princípio, a decisão soa até mais justa, haja vista o fisiologismo partidário brasileiro. Mas Bolsonaro não pode ficar escravo das bancadas, como no episódio da escolha do futuro titular da Educação. Decidido pelo pernambucano Mozart Neves Ramos, o presidente eleito voltou atrás depois de levar pressão dos evangélicos.

Farra – Animado com a política durante a campanha, o influenciador digital Galeguinho das Encomendas entrou na disputa por uma vaga de deputado estadual com pinta de eleito - era uma aposta de Eduardo da Fonte para ser um dos puxadores do PP. Quando as urnas foram abertas, porém, o resultado não foi bem o esperado e Galeguinho ficou longe de se eleger. Agora, aquele entusiasmo todo com a política, visto outrora, desapareceu. A rotina do ex-candidato voltou a ser só de festas. Nesse final de semana, Galeguinho e sua trupe estavam em um cruzeiro na companhia de famosos.

Farra 2 – Outra que aproveitou bem o final de semana foi a delegada e nova sensação da política pernambucana, Gleide Angelo. A deputada estadual mais votada da história, eleita com mais de 412 mil votos, passou a tarde de domingo curtindo um churrasco e pagode na confraternização dos peritos criminais e auxiliares de peritos da DHPP. Em postagem no Instagram, a delegada se despediu dos companheiros desejando sorte aos que ficam e aos que chegarão. Na Alepe ou no Governo do Estado, se for convocada para alguma secretaria, Gleide não terá mais tanto espaço para festas na agenda.
 

Ambulância – O deputado estadual Odacy Amorim esteve no município de Dormentes para realizar, ao lado da prefeita Josimara Cavalcanti, a entrega de uma ambulância aos moradores. O veículo foi conseguido por meio de uma emenda parlamentar de sua autoria. Segundo o parlamentar, outras ações na cidade serão implementadas a partir de novas emendas: R$ 200 mil para perfuração de poços artesianos; R$ 50 mil para aquisição de uma balança de precisão, para ajudar na comercialização de caprinos e ovinos; e R$ 50 mil para a criação e comercialização da raça Berganês. Ao lado dele, a futura deputada Dulcicleide Amorim, eleita para a Assembleia Legislativa, também marcou presença na inauguração de uma agência da Caixa Econômica no município.

CURTAS

ABREU E LIMA – O Tribunal de Contas do Estado (TCE) julgou ilegal um processo de contratação temporária de 1.591 profissionais em Abreu e Lima, no ano passado. São professores, motoristas e médicos, entre outros, contratados sem seleção simplificada e descumprindo princípios constitucionais. A equipe da auditoria também constatou que muitos desses servidores acumulavam ilegalmente funções dentro do Executivo Municipal. Em decorrência disso, o tribunal vetou o processo e ainda aplicou uma multa ao prefeito Marcos José no valor equivalente a 30% dos seus vencimentos.

TAQUARITINGA DO NORTE – A oposição venceu a disputa pela Mesa Diretora da Câmara Municipal de Taquaritinga do Norte. O vereador Jurandi Ferreira foi eleito o novo presidente da Casa, superando o também vereador João Eugênio, candidato do prefeito Lero ao cargo. A vitória de Jurandi foi conquistada com quatro votos da oposição e o do atual presidente da Câmara, Eraldo da Pedra Preta. Em certo momento, o clima ficou pesado e a sessão precisou ser paralisada após troca de xingamentos e gritaria entre dois membros do Legislativo Municipal.

BELO JARDIM – Está marcado para esta segunda, a partir das 9h, na Câmara Municipal de Belo Jardim, a discussão do relatório da CPI que apura irregularidades na gestão Hélio dos Terrenos. Nos bastidores, comenta-se que o prefeito terá maioria e não será afastado, conforme pede o relatório de Bruno Galvão. O vereador, inclusive, prestou queixa na delegacia porque teria sido ameaçado de morte por um aliado do prefeito. O presidente da Casa, Gilvandro Estrela, convocou a polícia para garantir a segurança. A sessão vai pegar fogo!

Perguntar não ofende: Temer, amigo, vossa excelência vetará ou não o reajuste do Judiciário?

Fonte :Por Arthur Cunha – especial para o blog.

Blog do Magno Martins. 

Enviar comentário

voltar para Blog

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||