O PTB precisará se reinventar em Pernambuco

Publicado em 04/12/2018 às 15h00
Coluna da terça: O PTB precisará se reinventar em Pernambuco

Até então principal partido de Oposição no Estado, o Partido Trabalhista Brasileiro que tem como presidente o deputado José Humberto saiu muito menor da eleição de outubro. Depois de contabilizar a segunda derrota majoritária com Armando Monteiro a sigla também encolheu consideravelmente em número de deputados.

Em 2014, os trabalhistas fizeram quatro deputados federais, ao longo do mandato já tiveram a primeira baixa com a saída de Ricardo Teobaldo para assumir o comando do Podemos, restando Jorge Corte, Adalberto Cavalcanti e Zeca Cavalcanti. Na eleição deste ano, Jorge Corte abdicou de disputar a reeleição para ser o primeiro suplente de Mendonça Filho enquanto Adalberto e Zeca não conseguiram emplacar o retorno a Câmara dos Deputados. Com isso, o partido passou de quatro parlamentares na bancada federal de Pernambuco para nenhum.

Para Assembleia Legislativa na eleição de 14, o PTB conseguiu eleger Romário Dias, José Humberto, Álvaro Porto, Júlio Cavalcanti e Silvio Costa que ainda assumiu esse mandato todo a liderança da Oposição na Casa de Joaquim Nabuco. Ao longo do mandato, Silvinho deixou a sigla para assumir o PRB e se elegeu federal pela nova sigla; Romário Dias trocou o partido de Armando pelo PSD de André de Paula. Para a eleição de outubro passado, Júlio Cavalcanti foi para o sacrifico e não disputou a reeleição e José Humberto perdeu o mandato. Desse grupo apenas Álvaro Porto depois de uma breve saída do partido voltou e ao lado de Romero Sales Filho formam a nova bancada do PTB na Alepe.

Por fim, resta ao PTB tentar se reinventar no contexto político pernambucano. Uma coisa ninguém pode questionar: o PTB perdeu o protagonismo da Oposição com esse encolhimento e a sucessiva derrota na majoritária.

De olho na eleição – A sucessão municipal na cidade de Condado está a toda vapor. Os nomes do suplente de vereador Célio Andrade e do empresário Albino Silva está sendo vistos com bons olhos  por alas do Palácio. Em passagem pela cidade, o deputado federal eleito João Campos fez questão de fazer foto ao lado dos dois.

Chapa? – Nem chegou 2019 ainda, mas em Buenos Aires o clima político está muito quente. Já se falam em uma possível chapa entre o ex-prefeito da Cidade Gislan Alencar e o vereador Sil de chico Titiu.

Contra Paulo – O deputado federal Daniel Coelho (PPS) recebeu em seu escritório político representantes de vários movimentos de direita de Pernambuco para debater a formação de uma frente ampla de oposição no Estado que ultrapasse as estruturas partidárias.

Rápidas

Novo líder – Durante reunião da cúpula petista uma questão foi batida, o PT tem um novo líder no Brasil, Fernando Haddad. O candidato derrotado teve 47 milhões de votos nas últimas eleições. Mesmo com alguma residências é inegável que mantida a prisão de Lula, Haddad será a saída para oxigenar o Partido dos Trabalhadores.

Homenagem –  O nome do ex-governador de Pernambuco, Miguel Arraes, será escrito no livro dos “Heróis da Pátria” no próximo dia 12, em Brasília. A proposta foi do deputado federal Tadeu Alencar (PSB).

Pinga-fogo: Armando Monteiro voltará a comandar o PTB de Pernambuco ou deixará a vida pública?

Fonte: Blog do Elielson Lima.

Enviar comentário

voltar para Blog

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||