Os protagonistas da Frente Popular de Pernambuco

Publicado em 11/04/2018 às 16h45

Com o fim do prazo de filiação, aguardando apenas pequenos ajustes que são guardados a sete chaves, já se pode fazer um prognóstico sobre aqueles que terão relevância na composição da chapa majoritária de Paulo Câmara e consequentemente no segundo governo caso ele venha confirmar seu amplo favoritismo na eleição. Políticos e partidos que fizeram o dever de casa, e terão predominância em relação a nomes que no primeiro mandato do governador foram tratados a pão de ló, como Jarbas Vasconcelos e Raul Henry, por exemplo.

O mais forte de todos os nomes, inegavelmente é o do deputado federal Eduardo da Fonte, que construiu uma bancada na Alepe que tem todas as condições de ser a maior delas após a  eleição. Como se não bastasse, atraiu para o PP dois nomes que disputam mandato de deputado federal com chances reais de vitória, que são Eriberto Medeiros e Marinaldo Rosendo. O PP ainda tem outros nomes que poderão ajudar o partido a ampliar este leque de votos. Eduardo da Fonte tem tempo de televisão, tem votos e uma bancada de fazer inveja a muitos caciques da política nacional, fazendo dele o mais importante aliado de Paulo Câmara.

O prefeito de Jaboatão dos Guararapes Anderson Ferreira através do seu irmão André Ferreira, também saiu gigante do processo eleitoral de 2016 e novamente dessa fase de pré-campanha, quando atraiu para o seu guarda-chuva ninguém menos que Guilherme Uchoa. A bancada do PSC deverá eleger pelo menos dois federais, um senador e de cinco a seis deputados estaduais. Com a retaguarda do voto evangélico, os Ferreiras que ampliaram muito seu capital político, podem emplacar André Ferreira para a candidatura ao Senado na chapa do governador e pela primeira vez eleger um representante na Câmara Alta. O presidente da Alepe Guilherme Uchoa é uma peça fundamental nesta engrenagem, pois tem todas as condições de ser novamente o comandante do Poder Legislativo estadual em 2019.

Por fim, André de Paula, Augusto Coutinho e Sebastião Oliveira reúnem todas as condições de ampliar seus espaços não só na chapa do governador como também num novo governo, uma vez que além de votos, André, Augusto e Sebá possuem três partidos extraordinários em termos de tempo de televisão para o guia eleitoral,  que são, respectivamente, o PSD, Solidariedade e o PR. Se o governador Paulo Câmara for reeleito, terá que ampliar o latifúndio desses atores e diminuir o tamanho do PSB e do próprio grupo de Jarbas e Raul, uma vez que a mola propulsora da política é o voto, e quem tem essa mercadoria em Pernambuco são, pela ordem, Eduardo da Fonte, Anderson Ferreira, Sebastião Oliveira, André de Paula e Augusto Coutinho.

Temporários – O Ministério Público de Contas de Pernambuco (MPCO) pediu a inconstitucionalidade de recente lei municipal do Recife, que permite prorrogações de contratos temporários de servidores admitidos sem concurso público por até oito anos. A Lei Municipal 18471, de 27 de março de 2018, foi sancionada pelo prefeito Geraldo Júlio (PSB). “A gestão quadruplicou o prazo de duração dos contratos temporários previstos. Aumentou de um ano renovável por mais um ano, para quatro anos renováveis por até mais quatro anos. Contrariou inclusive o disposto na Lei Orgânica do Recife”, alerta a procuradora geral Germana Laureano, que assina a representação. A representação está sendo analisada na Procuradoria Geral de Justiça, que pode pedir uma cautelar ao Tribunal de Justiça do Estado (TJPE).

Esvaziado – Com a confirmação da saída de Antonio Moraes e de Daniel Coelho, o PSDB corre o risco de eleger apenas Bruno Araújo para deputado federal e Fernando Lucena para deputado estadual. O partido, que ocupou o ministério das Cidades através de Bruno, e tem candidato a presidente, poderá sumir em Pernambuco após as eleições.

Viabilidade – Marília Arraes é a grande surpresa desta eleição, mas esbarra no isolamento partidário. Se partidos como o PP, o PCdoB, o PDT, o PRB e o Avante fossem para o projeto dela, ficaria uma candidata ainda mais robusta e poderia implodir a oposição ligada a Temer e amedrontar a Frente Popular.

Pressa – A oposição não tem porquê lançar o candidato a governador esse mês. Todo mundo sabe que a eleição não está na pauta do povo, e o melhor caminho seria construir um projeto consistente para depois falar em nomes. Com a Copa do Mundo entre junho e julho, e o guia começando somente em agosto, ninguém vai ligar pra eleição. Nem Paulo nem a oposição precisam ter pressa para definir nomes na majoritária sem antes considerar o quadro nacional que inexoravelmente influenciará no local.

Título – O deputado estadual Alberto Feitosa e o desembargador Delmiro Campos, recebem nesta quarta-feira, os títulos de cidadão de Igarassu. A solenidade ocorrerá a partir das 19 horas na Câmara Municipal e será bastante prestigiada.

RÁPIDAS

Filme – O empreendedor social Antonio Souza terá o seu filme veiculado no UCI Kinoplex Shopping Recife na próxima sexta-feira (13) a partir das 19 horas. Ele, que também é pré-candidato a senador pela Rede Sustentabilidade, tem uma história de superação incrível que irá emocionar Pernambuco através das telonas. Além do cinema, o filme será veiculado em praça pública em todas as regiões do estado.

Licitações – Presidente da Comissão Especial da Câmara dos Deputados que analisa o novo marco legal das licitações, o deputado Augusto Coutinho (Solidariedade) aprovou requerimento para promover audiência pública em Pernambuco sobre o tema. A comissão vai ouvir mais de 60 entidades e autoridades para formular o relatório final, que deve ser apresentado em maio.

Inocente quer saber – O enterro da pré-candidatura de FBC a governador estaria voltando da porta do cemitério?

Fonte :Blog de Edmar Lyra.

Enviar comentário

voltar para Blog

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||