Para apurar o cerco da Receita ao casal Gilmar Mendes

Publicado em 10/02/2019 às 21h15

Entidades que representam a advocacia estudam medidas para questionar o procedimento adotado pela Receita Federal em apuração contra o ministro Gilmar Mendes, do STF, e sua mulher, Guiomar.

O tema será levado à OAB e à Comissão de Prerrogativas da entidade.

O Ministério Público Federal decidiu não recorrer da decisão do STJ que libertou três engenheiros da Vale e dois da TÜV SÜD. Os procuradores avaliam que têm material suficiente para a investigação e que os envolvidos não representam mais ameaças às provas sobre a tragédia em Brumadinho.

Os documentos colhidos reforçam a tese de que a Vale sabia do perigo de rompimento da barragem

 Fonte :(Painel).

Blog do Magno Martins.

Enviar comentário

voltar para Blog

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||