PSB decide no dia 19 se apoiará Ciro Gomes ou Lula

Publicado em 11/07/2018 às 14h00

Os presidentes nacionais do PSB, Carlos Siqueira, e do PT, Gleisi Hoffmann / Foto: reprodução do Twitter/@csiqueirapsbOs presidentes nacionais do PSB, Carlos Siqueira, e do PT, Gleisi Hoffmann

Foto: reprodução do Twitter/@csiqueirapsb

Paulo Veras

O Diretório Nacional do PSB se reúne no próximo dia 19 para decidir que candidato apoiará na disputa presidencial. A decisão tem reflexo direto sobre a eleição de Pernambuco, porque o PT condiciona a retirada da candidatura da vereadora do Recife Marília Arraes (PT) a um apoio nacional do PSB ao ex-presidente Lula (PT) ou um eventual presidenciável do PT. Embora uma aliança com os petistas seja defendida pelo governador Paulo Câmara (PSB), a maioria dos diretórios do PSB tem preferência pelo nome do ex-governador do Ceará Ciro Gomes (PDT).

“Convoquei o Diretório para o dia 19, por tanto nos resta algum tempo para concluir os nossos diálogos com o PT e com o PDT, também”, afirmou o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, após se reunir com a senadora Gleisi Hoffmann, presidente nacional do PT. “A conversa foi amistosa e ainda segue, uma vez que ainda temos um pouco de tempo”, descreveu Siqueira.

Segundo o socialista, Gleisi fez sinalização sobre a possibilidade de um entendimento entre os dois partidos em Pernambuco. “Se houver acordo nacional, implica necessariamente o apoio do PT ao nosso candidato, o governador Paulo Câmara”, verbalizou o socialista. O deputado federal Paulo Teixeira (PT) e o tesoureiro do PT, Marcio Macedo, também participaram da conversa. Gleisi desembarca hoje no Recife para conversar com Marília e a direção do PT-PE e toma café-da-manhã com o governador amanhã, no Palácio do Campo das Princesas.

No encontro com Siqueira, a senadora reiterou que Lula será inscrito no dia 15 de agosto como candidato do PT ao Palácio do Planalto. A insistência no nome do ex-presidente é um entrave para os socialistas. Para eles, firmar uma coligação com o PT nessas condições seria apoiar um candidato ainda desconhecido; já que Lula deve ter a candidatura barrada por ter sido condenado em segunda instância pelo TRF-4.

Situação de Ciro

A conversa entre Gleisi e Siqueira ocorreu no mesmo dia em que o governador de São Paulo, Márcio França (PSB), admitiu a possibilidade de dar palanque à candidatura presidencial de Ciro, em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo. Próximo ao presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB), França era uma das resistências ao nome de Ciro.

O PSB de Pernambuco, que tem 19 entre os 137 membros do Diretório Nacional, deve defender o apoio ao PT. “Temos conversado com o PT, o presidente Lula, e estamos tentando fazer esta aliança, caso não seja possível iremos disputar uma eleição com propostas que sejam contra a forma que o Governo Federal vem administrando o Brasil”, afirmou Câmara ontem, em entrevista à rádio Emissora Rural, de Petrolina; segundo noticiou o Blog de Jamildo.

Fonte : JC.

Enviar comentário

voltar para Blog

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||