PSB delibera sobre papel do partido na gestão Bolsonaro

Publicado em 04/11/2018 às 08h00

PSB/Arquivo                                                    PSB/Arquivo

A Executiva Nacional do PSB se reúne na próxima segunda-feira (5), em Brasília, para avaliar o resultado das eleições e deliberar sobre o papel do partido no novo cenário político nacional, com o início, em janeiro, do governo do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL). Na última quinta-feira (1º), o presidente nacional do partido, Carlos Siqueira, encontrou-se com as bancadas da Câmara e do Senado para reforçar que o resultado das urnas coloca a legenda na oposição.

Na ótica de Siqueira, as ideias do candidato eleito são “diametralmente opostas” aos princípios socialistas.

“Nós vemos com clareza que não temos outro papel que não seja o de oposição”, declarou, na reunião com os parlamentares. “O que nos coloca no governo e na oposição são os eleitores, não apenas porque não apoiamos o candidato eleito, mas também porque nossas ideias são diametralmente opostas às dele”, completou.

O presidente do PSB defendeu, no entanto, que a oposição seja feita de forma “inteligente, coerente e propositiva”, “não para inviabilizar o novo governo”, mas para defender os interesses do país e os direitos sociais dos cidadãos.

“Nós respeitamos o resultado eleitoral porque somos democráticos, e em respeito aos eleitores é que vamos fazer uma oposição inteligente, coerente e propositiva. O que nós queremos é uma oposição que pense em primeiro lugar no país e nos direitos sociais da sua população”, ressaltou.

O PSB tem se aliado ao PDT, PSOL, Rede e PCdoB para compor um bloco de oposição a Bolsonaro no Congresso. Nos bastidores, porém, a informação é de que a pretensão dos partidos é isolar o PT do bloco.

Fonte:Leia Ja.

Enviar comentário

voltar para Blog

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||