PSDB precisará passar por reestruturação em Pernambuco

Publicado em 04/12/2018 às 11h00

O PSDB tornou-se um dos principais partidos do Brasil desde a redemocratização, sobretudo quando ascendeu a presidência da República em 1994 com Fernando Henrique Cardoso, em Pernambuco chegou a abrigar nomes como Cristina Tavares, Egidio Ferreira Lima, Roberto Magalhães, João Braga, Carlos Wilson e Sergio Guerra, e chegou ao seu ápice quando elegeu em 1994 Carlos Wilson e em 2002 Sergio Guerra para o Senado. Nas eleições municipais, destaque para 1996 com João Braga e 2012 com Daniel Coelho, que tiveram resultados expressivos no Recife, e Elias Gomes, eleito em 2008 e reeleito em 2012 em Jaboatão dos Guararapes, e Raquel Lyra, eleita em 2016 para a prefeitura de Caruaru desbancando um tradicional político da cidade no segundo turno, Tony Gel.

Em 2018 o partido perdeu dois de seus importantes quadros, que foram Daniel Coelho, que optou por filiar-se ao PPS, e Antonio Moraes, que fez a opção de ingressar no PP e foi para a eleição arriscando seu principal nome que foi para o Senado numa disputa incerta tendo uma reeleição encaminhada para a Câmara dos Deputados, que seria Bruno Araújo. Na disputa propriamente dita, o partido que chegou a eleger três deputados federais em 2014, não elegeu um único parlamentar para a Câmara Federal, enquanto na Assembleia Legislativa de Pernambuco, apenas Alessandra Vieira ascendeu à Casa Joaquim Nabuco. Na eleição presidencial, o candidato tucano Geraldo Alckmin obteve apenas 1,65% dos votos válidos, perdendo até para o Cabo Daciolo, do Patriota, que atingiu 1,98%, no estado. Alckmin conseguiu piorar o resultado de Aécio Neves em 2014, que obteve pouco mais de 5% dos votos válidos no primeiro turno no estado.

Mesmo tendo saído fragilizado a nível nacional, o partido ainda emplacou João Doria para o governo de São Paulo, o que diminuiu o tamanho da queda, enquanto em Pernambuco, os números das urnas mostram que o partido precisará passar por uma reformulação se quiser ofertar alguma perspectiva de poder no futuro em Pernambuco. Não é normal que um partido com os prefeitos de Caruaru, Gravatá, Santa Cruz do Capibaribe e outras cidades do estado tenha sido reduzido a uma deputada estadual eleita  em 2018. Para continuar existindo no estado, é fundamental que Bruno Araújo, Alessandra Vieira e os prefeitos do partido chamem o feito a ordem para evitar que um dos principais partidos do Brasil e do estado seja reduzido a pó em 2020.

Diplomados – Por terem compromisso em missão oficial, o senador Jarbas Vasconcelos, seus suplentes Fernando Dueire e Adilson Gomes, e os deputados federais Augusto Coutinho e Daniel Coelho tiveram sua diplomação antecipada para ontem em pequena cerimônia no TRE. Os demais eleitos serão diplomados na próxima quinta-feira em cerimônia no Classic Hall a partir das 15 horas.

Desastre – Desde a saída de Carlos Alberto Oliveira, falecido em 2011, da presidência da Federação Pernambucana de Futebol, que o comando da FPF vem se constituindo num verdadeiro desastre sob o comando de Evandro Carvalho. O campeonato pernambucano perdeu seu brilho e os clubes do estado saíram menores em 2018, o Salgueiro foi parar na Série D, Santa Cruz e Náutico morreram na praia na Série C, e o Sport foi rebaixado para a Série B.

Kaio Maniçoba – Praticamente resolvido para assumir o mandato na Câmara dos Deputados, Kaio Maniçoba, que dobrou sua votação, espera que Augusto Coutinho ou Sebastião Oliveira sejam convocados para o secretariado de Paulo Câmara. Caso se confirme o nome de um dos deputados titulares, Kaio continuará exercendo seu mandato em Brasília em 2019.

Parceria – O secretário de Agricultura e Reforma Agrária (SARA), Wellington Batista, esteve nesta segunda-feira na sede do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae/PE) para uma reunião com o diretor-superintendente, Oswaldo Ramos. O gestor da pasta agradeceu as parcerias do Sebrae com a SARA para atendimento ao setor da agropecuária no Estado, bem como todo o apoio prestado pela instituição desde que assumiu o cargo.

RÁPIDAS

Sessenta – Completando sessenta anos, o secretário da Casa Civil, André Campos, reúne os amigos no Manhattan no dia 18 para celebrar a passagem do seu aniversário. O evento deverá reunir, além do governador Paulo Câmara, demais secretários, deputados e amigos de André, que sempre cultivou boas amizades e possui excelente trânsito com todas as frentes políticas de Pernambuco.

Solene – Haverá nesta quarta-feira na Assembleia Legislativa de Pernambuco uma reunião solene em homenagem aos 40 anos de vida pública do deputado estadual Henrique Queiroz (PR), que ficou por dez mandatos ininterruptos na Casa Joaquim Nabuco, por proposição de Eriberto Medeiros. Em 2019 ele passa o bastão para o seu herdeiro Henrique Queiroz Filho que foi eleito em outubro.

Inocente quer saber – André Campos será mantido na Casa Civil pelo governador Paulo Câmara?

Fonte : Blog Edmar Lyra.

Enviar comentário

voltar para Blog

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||