PSol de Pernambuco participa de reunião nacional do partido

Publicado em 09/11/2018 às 22h00
Guilherme Boulos, Dani Portela e Marcelo Freixo estiveram juntos no encontro nacional da legenda para fazer um balanço do desepenho do PSol nas eleições deste ano
Guilherme Boulos, Dani Portela e Marcelo Freixo estiveram juntos no encontro nacional da legenda para fazer um balanço do desepenho do PSol nas eleições deste anoFoto: Reprodução Facebook

Na primeira reunião do Diretório Nacional do PSol depois as eleições 2018, começou nesta sexta-feira (9), em Brasília, e teve a participação de representantes da executiva pernambucana da legenda. A ex-candidata ao governo do estado Dani Portela, as copedutadas estaduais eleitas Robeyoncé Lima, Carolina Vergolino e Kátia Cunha, o deputado estadual Edilson Silva, a ex-candidata ao senado Albanise Pires, dentre outros.

Durante três dias os 61 integrantes da direção farão um balanço sobre o processo eleitoral, analisarão a conjuntura e os desafios a partir do resultado das urnas e definirão as tarefas partidárias para o próximo período.

"Esse encontro é um momento importante, pois é o primeiro encontro pós eleição. É importante demarcar nossa posição em defesa da democracia e contra todas as pautas de retrocessos e retiradas de direitos da população brasileira. Seremos resistência e o encontro nos fortalecerá pensando em saídas conjuntas", disse Dani Portela.

O evento foi aberto com um ato político pela democracia, contando com as presenças do ex-candidato à Presidência, Guilherme Boulos; da bancada do partido na Câmara Federal, incluindo os atuais e os novos eleitos; de deputados estaduais; de vereadores e de outras lideranças partidárias. Conduzido por Juliano Medeiros, presidente nacional do partido, o ato também será aberto à militância e reafirmará o compromisso do PSOL em defesa da democracia. O PSol continua se posicionando na oposição ao presidente eleito Jair Bolsonaro.

Neste sábado (10), acontecerá debate sobre o resultado do processo eleitoral e o desempenho do PSOL em todo o país, cuja bancada na Câmara passou de 6 para dez deputados e o número de deputados estaduais saltou de 12 para 18. No domingo (11), os integrantes do Diretório Nacional votarão as resoluções que nortearão as ações do partido no próximo período.

"Na próxima legislatura, o PSOL vai ser o único partido com paridade de gênero na bancada na Câmara. Serão cinco homens e cinco mulheres. É hora mesmo de ninguém soltar a mão de ninguém e de entender que sairemos fortalecidos desse processo", Dani Portela.

Fonte:Blog da Folha de PE.

Enviar comentário

voltar para Blog

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||