PT de olho na Agricultura, Detran e Grande Recife

Publicado em 10/11/2018 às 13h00

Sem espaço no Governo Federal desde que a presidente Dilma saiu do Palácio do Planalto em agosto de 2016, sem cargos relevantes na Prefeitura do Recife e no Governo do Estado, o Partido dos Trabalhadores voltará a respirar aliviado a partir do próximo ano quando deverá ganhar no mínimo um espaço no primeiro escalão da gestão do governador Paulo Câmara (PSB).

Em contato com o Blog, uma fonte bastante próxima a um dos principais líderes políticos da sigla no estado, revelou que a perspectiva de poder já está levando a alguns cardeais do PT pernambucano a disputarem a preferência pela indicação de alguns postos mirados pelo partido.

Sabendo que tem direito a ao menos uma secretária, o PT trabalha para garantir a estratégica pasta de Agricultura e Reforma Agrária, hoje nas mãos do PDT de Zé Queiroz. Um dos nomes levantados para o posto é o do deputado recém-eleito Doriel Barros. Na ótica dos que defende o nome do parlamentar para o posto está em jogo uma equação que contemplaria algumas figuras do partido, a exemplo de Oscar Barreto. Esta engenharia levaria em conta convencer o ex-prefeito do Recife, João da Costa, a assumir a suplência de Doriel na ALEPE, abrindo espaço para que Oscar Barreto assuma a vereança na Câmara do Recife na vaga que será aberta para João da Costa, suplente de Marília Arraes, eleita deputada federal. De acordo com esta mesma fonte, há também quem defenda o nome de Bruno Ribeiro, atual presidente estadual do partido, para assumir a secretaria que será reservada ao partido.

Nomes como Dilson Peixoto e Jurandir Liberal também correm por fora para ocupar espaço na administração estadual. O primeiro estaria de olho no comando do Consórcio Grande Recife, posto que inclusive já ocupou na gestão do ex-governador Eduardo Campos. Já o segundo, estaria interessado na presidência do DETRAN. Vale lembrar que ambos os cargos são subordinados à Secretaria das Cidades, pasta atualmente sob o comando do PSD de André de Paula.

A reforma no secretariado deverá tomar forma a partir do final de novembro, quando o governador Paulo Câmara retorna das férias. A expectativa é que haja não apenas um rodízio nas pastas, mas também um movimento para que se evite que partidos fiquem nas secretarias com a porteira fechada.

Além do PSB, partido do governador, ocupam secretarias no Governo do Estado o PP, de Eduardo da Fonte; PR, de Sebastião Oliveira; PSD, de André de Paula; PDT, de Zé Queiroz; PC do B, de Luciana Santos; e o MDB de Jarbas Vasconcelos. O Solidariedade, de Augusto Coutinho; ocupa atualmente apenas a presidência de alguns órgãos e está entre os partidos que pode pegar uma fatia no primeiro escalão. Já o PT, é certeza que o partido abocanhará não apenas uma secretaria, mas também briga pelo comando de alguns órgãos.

Desejo contido – Se fosse pela vontade do prefeito do Recife Geraldo Júlio (PSB) o candidato a sua sucessão seria Alexandre Rebêlo, o seu atual secretário municipal de Educação. Já pelo Palácio, o nome preferencial é o do deputado federal recém-eleito João Campos.

Homem de confiança – Auditor da Fazenda, Alexandre Rebêlo (imagem) já comandou as Secretarias de Planejamento do Estado e da Prefeitura do Recife. Na pasta Municipal de Educação Rebêlo vem realizado um trabalho bastante elogiado. Ele é para Geraldo o que Geraldo foi para Eduardo Campos no passado.
 

De olho em 2022 – Para evitar que a novela se repita, assim como no caso da sucessão do ex-prefeito João Paulo, quando este optou por contrariar o seu partido, o PT, e tirou um nome do bolso (João da Costa) para sucedê-lo e o final todo mundo já sabe, o prefeito Geraldo Júlio deverá se submeter à orientação do PSB, pois quer evitar confusão, principalmente porque está de olho na sucessão de Paulo Câmara em 2022.

Menos um – Caso o deputado estadual Aluísio Lessa se coloque como candidato a primeira-secretaria da ALEPE, ele não deverá ter o voto de Clóvis Paiva (PP), deputado eleito pelo PP. O pepista atribui ao socialista alguns “trabalhos” para tentar impedir a sua candidatura.

Desafetos – Em entrevista concedida ontem à rádio Santana FM, do município de Ribeirão, o deputado estadual eleito Clóvis Paiva (PP) não poupou críticas e ironias a Aluisio. “Ele foi reeleito por sorte, enquanto que eu fui eleito por mérito”, disparou. Na eleição Clóvis obteve mais de 37 mil votos, enquanto que Aluísio conquistou pouco mais de 21 mil, sendo reeleito apenas por conta delegada Gleide Ângelo (PSB), que devido aos seus mais de 416 mil votos arrastou Aluísio e outros 3 deputados.

Reconhecimento – Deputado federal mais votado de Cortês na última eleição, Eduardo da Fonte irá presentear o município com um pacote de emendas destinadas para a melhoria da saúde, pavimentação de ruas e construção do Portal da Cidade. O compromisso foi firmado nesta semana, em Brasília, com o prefeito Reginaldo Morais (PSB).

Na briga – De olho na sucessão da prefeita Maria Sebastiana (PSD), o ex-prefeito de João Alfredo, Sebastião Mendes, avalia ser candidato em 2020. No município outro nome que desponta como candidato é o do deputado estadual Zé Maurício (PP). Sebastião já comandou o município por quatro ocasiões e foi o responsável por colocar a atual prefeita na política.

Atuação – A campanha vitoriosa de Wilson Witzel para o Governo do Rio de Janeiro teve o dedo do cientista político Clóvis Myachi. Em Pernambuco, Myachi é conhecido pelo seu alto conhecimento na área de pesquisa e formulação de estratégias eleitorais.

Descaso – A notícia do fechamento do Hospital Colônia Vicente Gomes de Matos, em Barreiros, foi alvo de críticas por parte do deputado federal Daniel Coelho (PPS). Sob a responsabilidade do Governo do Estado o hospital possui 122 leitos para pacientes psiquiátricos crônicos do sexo masculino. O seu fechamento levou ao desespero mais de 100 funcionários, entre efetivos e contratados, além dos familiares dos pacientes. A torcida é para que o governador Paulo Câmara se sensibilize e deixe ativada esta importante unidade de saúde.

Fonte: Blog Ponto de Vista. 

Escrito por Wellington Ribeiro.

Enviar comentário

voltar para Blog

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||