"Esse presidencialismo de coalizão fez mal ao Brasil"

Publicado em 08/12/2018 às 15h00
De acordo com Raul Henry, Bolsonaro fez convites "de acordo com mérito, prerrogativa dele"
De acordo com Raul Henry, Bolsonaro fez convites "de acordo com mérito, prerrogativa dele"Foto: Paullo Allmeida

Antes mesmo que o líder do MDB, Baleia Rossi, anunciasse, na última terça, que a sigla será independente mas com responsabilidade em relação ao governo Jair Bolsonaro, o vice-governador, Raul Henry, que preside o MDB no Estado e votou em Fernando Haddad, já havia declarado, em entrevista à coluna digital No Cafezinho, o seguinte: "Se ele adotar agenda que o Brasil precisa, vai contar com meu voto na Câmara dos Deputados". Agora que o presidente eleito fez convites a seus ministros sem buscar aval dos partidos, Henry assinala: "Os convites do presidente são pessoais e acho que ele está correto. Esse presidencialismo de coalizão fez muito mal ao Brasil". Na avaliação de Henry, Bolsonaro fez convites "de acordo com mérito, prerrogativa dele, e cabe ao Congresso Nacional apoiar o que for importante ao Brasil, sem estar pedindo nada em troca". 

Pescaria no PSB
Para emplacar Silvaldo Albino e Professor Paulo Dutra na Assembleia Legislativa, como está nos planos do governo, Paulo Câmara teria que chamar para o 1 º escalão dois nomes da coligação que reúne PSB, MDB e PSD. Pelas contas nas hostes governistas, o mais provável é que as escolhas saiam do PSB mesmo. Dos 11 socialistas da bancada, quatro surgem como mais cotados.

Por... > Na bolsa de apostas, aparecem como mais viáveis: Waldemar Borges, Aluísio Lessa, Clodoaldo Magalhães ou Lucas Ramos. Isaltino Nascimento é cotado para Mesa, Gleide Ângelo fica no legislativo, segundo palacianos, assim como Aglaílson Victor e Fabíola Cabral, em primeiro mandato, e Presbítero Adalto. Simone Santana e Diogo Moraes também são tidos como improváveis.

...eliminação > No Palácio, o nome de Isaltino Nascimento é visto como mais viável para Mesa. Na oposição, como opção que "circula bem". Progressistas, que têm 10 deputados, assinam embaixo do nome que o Palácio abençoar.
 
Recíproca > "A gente não não quer que se metam no da gente (Eriberto Medeiros para presidência) e não vamos nos meter no deles. Quem o Palácio decidir (para 1ª secretaria) a gente vota", diz um progressista, em reserva, à coluna.
 
Equação > Não se descarta que Tony Gel, do MDB, possa ser líder do governo. O PSD só tem Rodrigo Novaes e Romário Dias. 
 
Selo... > A Assembleia Legislativa, que, em 2019, contará com o número recorde de 10 deputadas, prorrogou o prazo para as inscrições no Prêmio Prefeitura Amiga das Mulheres. Agora, vai até 14 de dezembro. A honraria destaca gestões com políticas bem-sucedidas voltadas para as cidadãs. 
 
...rosa > “É um selo de qualidade entregue pelo Legislativo aos municípios que priorizam as pautas relacionadas aos direitos da população feminina”, afirma Simone Santana, presidente da Comissão da Mulher da Alepe.
 
Estreia no... > Danilo Cabral, presidente da Frente Parlamentar em Defesa do Sistema Único de Assistência Social, estará na Mesa de Abertura da Reunião Descentralizada e Ampliada do Conselho Nacional de Assistência Social, que será realizada no Recife, nas próximas terça e quarta, no Onda Mar Hotel. 
 
...Nordeste - É a primeira vez que o encontro acontece no Nordeste. Danilo tem atuado para a recomposição do orçamento da Assistência Social, alvo de corte no orçamento de 2019.

 

Fonte :Folha de PE.

Enviar comentário

voltar para Blog

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||