Renata Campos é cogitada como vice do PSDB em 2018

Publicado em 17/07/2017 às 15h00

Augusto Cataldi/LeiaJáImagens/ArquivoAugusto Cataldi/LeiaJáImagens/Arquivo

A viúva do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, Renata Campos (PSB), é vista como uma possível candidata à vice-presidente da República em uma chapa capitaneada pelo PSDB, para o páreo eleitoral de 2018. A informação foi veiculada pela Coluna Estadão. De acordo com a publicação, a ex-primeira-dama é o nome preferido pelos tucanos junto com o do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM).

A ideia de atrair um nome forte nordestino é para tentar reduzir a influência do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na próxima campanha. Tendo condições jurídicas de disputar as eleições ou não, o petista já anunciou que pretende concorrer ao pleito. 

Segundo a coluna,  a expectativa dos tucanos é de "minar a força que Lula tem entre os eleitores do Nordeste". A tese é defendida especialmente se o candidato do PSDB for um paulista, como o governador Geraldo Alckmin ou o prefeito João Doria. 

Caso a aliança seja confirmada, o acordo abriria espaço para uma coalizão nacional do PSB com o PSDB, vontade antiga de Alckmin e que também interessa a Doria. Uma aliança entre tucanos e pessebistas pelo Palácio do Planalto já foi firmada em 2014 para o 2º turno, em defesa da eleição do senador Aécio Neves (PSDB), mas o PSB esteve apenas na base de apoio, sem ocupar um cargo na majoritária. 

Fonte :Leia Ja.

Enviar comentário

voltar para Blog

left show fwR|left tsN uppercase fwB|left show fwB fsN uppercase|bnull|||login news fwB tsN fwR tsY c05|normalcase fwR c15 fsI|b01 c05 bsd|login news c10|tsN normalcase fwR fsI c15 b01 bsd|b01 normalcase bsd c05|content-inner||