Se eleito, Armando diz que 'bandido vai respeitar polícia'

Publicado em 12/08/2018 às 10h00

Paulo Uchôa/LeiaJáImagens/Arquivo                       Paulo Uchôa/LeiaJáImagens/Arquivo

Candidato a governador de Pernambuco, o senador Armando Monteiro (PTB) disse que a violência no Estado está “inaceitável” e disparou com a atuação do governador Paulo Câmara (PSB) quanto ao quesito segurança pública. Com um discurso enérgico, o petebista chegou a dizer que o “governo é mole” e que se for eleito para comandar o Palácio do Campo das Princesas, “bandido vai respeitar polícia”. 

"É claro que a violência existe em outros lugares, mas em Pernambuco chegamos a uma situação inaceitável. Se nós chegarmos lá, bandido vai respeitar polícia, porque eu não admito que o governador de Pernambuco não possa ter autoridade", enfatizou Armando, em passagem pelo município de Paudalho, na Mata Norte do Estado.

"Pernambuco tem governador, mas não tem governo. O governo é mole, é Câmara lenta. O governo não sabe assumir as responsabilidades que tem que assumir", completou o candidato. 

A avaliação de Armando acontece na mesma semana em que Paulo Câmara divulgou nota comemorando a redução dos índices de violência no Estado. De acordo com o balanço do Pacto Pela Vida, no primeiro semestre de 2018, os casos de homicídios em Pernambuco tiveram uma redução de 21% em relação ao mesmo período de 2017.

No total, segundo os dados, foram 2.279 ocorrências do tipo registradas entre janeiro e junho de 2018, contra 2.875 notificados no mesmo período do ano passado.  Já em relação aos Crimes Violentos contra o Patrimônio, a redução foi de 21,9%. No total, foram 49.824 ocorrências do tipo entre janeiro e junho de 2018, contra 63.827 notificados no mesmo período do ano passado.

Fonte: Leia Ja.

Enviar comentário

voltar para Blog

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||