Sileno diz acreditar no diálogo com FBC

Publicado em 29/08/2017 às 11h00
Presidente do PSB, Sileno Guedes
Presidente do PSB, Sileno GuedesFoto: Folhape|Arquivo

No mesmo momento em que o senador Fernando Bezerra Coelho (ainda no PSB) discursava em Caruaru, juntos com os ministros do Governo Michel Temer e do também senador Armando Monteiro Neto, pregando um “novo tempo” para Pernambuco, praticamente confirmando a saída do PSB e referendando um bloco de oposição ao governador Paulo Câmara, o presidente reeleito da sigla, Sileno Guedes, disse, nesta quinta-feira (28), acreditar no diálogo, para contornar a crise e segurar o grupo na legenda.

“Claro que sim (há clima para o grupo de FBC ficar). É inegável o desconforto, e a gente fala do senador Fernando Bezerra Coelho porque ele é de Pernambuco, mas há o desconforto de parte da bancada federal do partido em relação à questão nacional”, afirmou Sileno, em entrevista à Rádio Folha FM, 96,7.

O presidente do PSB insistiu que a ausência do senador e seu grupo no congresso do partido no domingo (27) a esse “desconforto” nacional, e não a qualquer problema local.

“Essa nota que ele soltou ontem (domingo), por exemplo, ele não citou nenhum problema local. Se reportou à questão nacional, da questão que está acontecendo em Brasília. Por conta dos questionamentos do Conselho de Ética do partido, ele não está à vontade de participar de qualquer evento do PSB. No meu modo de ver, em nenhum momento ele não foi para não encontrar com o governador Paulo Câmara, ou com o atual diretório. Compreende plenamente a ausência dele pelo que escreveu da questão nacional do partido”, avaliou Sileno.

O socialista acrescentou que Bezerra Coelho conhece o partido e sabe que há diálogo.

“Como dirigente do partido, o sentimento que passo é o de garantir o diálogo e tentar atravessar essa fase. O senador conhece o partido, ele está no partido desde quando? 2004 ou 2005. Eu acredito no diálogo e que o governador vai comandar esse movimento aí.”

Sileno também reafirmou que a prioridade do partido é a reeleição do governador Paulo Câmara.

“O grande projeto coletivo do PSB é iniciar os debates, construir as condições políticas, conversar com os nossos aliados para que a gente possa pavimentar a candidatura à reeleição do governador Paulo Câmara. Essa sim é a única candidatura posta”, apontou Sileno, acrescentando que foi feita uma convocação ao governador para tentar a reeleição.

Fonte :Blog da Folha de PE.

Enviar comentário

voltar para Blog

left show fwR|left tsN uppercase fwB|left show fwB fsN uppercase|bnull|||login news fwB tsN fwR tsY c05|normalcase fwR c15 fsI|b01 c05 bsd|login news c10|tsN normalcase fwR fsI c15 b01 bsd|b01 normalcase bsd c05|content-inner||