Silvio Costa pode ser o antídoto da oposição em outubro

Publicado em 15/05/2018 às 14h15

Pernambuco é um estado com eleitorado lulista, que durante as sete eleições presidenciais deu ao candidato petista vitórias em 1989, 2002, 2006 e 2010, e em 2014 garantiu a Dilma Rousseff uma expressiva vitória no segundo turno depois de ter feito Marina Silva a mais votada no primeiro turno. Pesquisas apontam que o eleitor pernambucano além de ser um dos mais simpáticos a candidatura de Lula em 2018, também é um dos que mais condenam a existência do impeachment de Dilma Rousseff ocorrido em 2016.

Foi baseado em pesquisas qualitativas que o PSB inteligentemente se reaproximou de Lula e do PT. O partido hegemônico em Pernambuco, que venceu as últimas três eleições para o governo, não quis que Marília Arraes surfasse na onda de Miguel Arraes e sobretudo na onda de Lula, e por isso está praticamente sacramentada a aliança entre PT e PSB com grandes chances de Humberto Costa ser indicado ao Senado na chapa de Paulo Câmara.

Num ambiente em que a oposição deverá lançar Armando Monteiro para o governo e Mendonça Filho, ex-ministro de Michel Temer, para o Senado, fica extremamente necessária a indicação de alguém que possa fazer um contraponto a essa reaproximação de PT e PSB e que possa desvencilhar o palanque oposicionista da pecha de palanque de Temer, mesmo diga-se de passagem, Armando Monteiro tendo votado contra o impeachment de Dilma Rousseff e ter sido ministro da ex-presidente afastada.

Não há nome melhor para a segunda vaga de senador na chapa de oposição do que Silvio Costa, que foi defensor até às últimas consequências de Dilma Rousseff, e que já teve a oportunidade de ter sido deputado federal por três mandatos e ascender em Brasília como um dos parlamentares mais influentes do Congresso Nacional. Silvio teria a legitimidade de neutralizar a tese do PSB de apontar a chapa oposicionista como o palanque dos “golpistas”, mesmo tendo os socialistas parte fundamental na deposição da ex-presidente.

Como há uma necessidade da oposição de aproximar-se do eleitorado pernambucano que é majoritariamente lulista e Silvio Costa preenche todos os requisitos, é pouco provável que a oposição escolha outro nome para esta segunda vaga. O antídoto oposicionista com Armando que foi ministro de Dilma e Silvio como maior defensor da ex-presidente, tem todas as condições de ter eficácia numa eleição em que o impeachment ainda será pauta da disputa.

Reeleição – O deputado federal Fernando Filho deverá ser mesmo candidato a reeleição em outubro. O ex-ministro de Minas e Energia chegou a ser cogitado nos últimos dias para encabeçar a chapa oposicionista mas terminou ficando com a renovação do seu mandato na Câmara Federal, que caso logre êxito, será a quarta vez que ocupa o mandato em Brasília.

Dois anos – O presidente Michel Temer reunirá nesta terça-feira ministros, presidentes de estatais, líderes partidários e ex-ministros para a comemoração dos dois anos do seu governo. Temer reforça as conquistas na área econômica que consolidaram a retomada do país através da inflação baixa e a geração de empregos.

Bolsonaro – Mesmo sendo filiado ao nanico PSL, Jair Bolsonaro é uma realidade na disputa presidencial. Beirando os 20% no levantamento CNT/MDA divulgado ontem no cenário sem Lula, que é o mais provável, Bolsonaro tem quase dez pontos de vantagem sobre a segunda colocada que é Marina Silva.

Declinando – O ex-governador João Lyra Neto foi convidado pela oposição para disputar um mandato de deputado federal, mas não demonstrou a menor vontade de entrar na empreitada. Lyra avalia que até deverá ter votos em Caruaru e adjacências, mas sabe que não será fácil atingir os 90 mil votos para ter vaga garantida no chapão oposicionista.

RÁPIDAS

Federal – Não é somente Fernando Filho que é ex-ministro de Temer e ficará de fora da majoritária da oposição. O ex-ministro das Cidades, Bruno Araújo, está com 99,9% de chances de tentar renovar seu mandato na Câmara Federal. Araújo precisa do mandato que possui em Brasília e não está disposto a entrar em aventura.

Sucesso – O programa Ponto de Vista, ancorado pelo jornalista Adriano Roberto, que recebe nossos comentários diários, é sucesso absoluto no rádio pernambucano. Já são mais de vinte emissoras espalhadas por todo o estado, dentre elas a recente 102 FM, que tem alcance na Metropolitana, Zona da Mata, Litoral e parte do Agreste. Outras emissoras deverão ser anunciadas em breve, dentre elas a Vida FM, de Salgueiro.

Inocente quer saber – Armando Monteiro vencerá Paulo Câmara em outubro?

Fonte :Blog de Edmar Lyra.

Enviar comentário

voltar para Blog

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||