Temer empossa novos ministros no Planalto

Publicado em 10/04/2018 às 18h00

O presidente Michel Temer deu posse a 10 ministros, hoje, em cerimônia no Palácio do Planalto. A reforma ministerial foi realizada em razão da saída de ministros que pretendem disputar as eleições de outubro deste ano.

"Nós marcamos hoje 10 importantes mudanças na nossa equipe de governo, são mudanças que, como aquelas anteriores, alteram a composição, mas não a qualidade da nossa equipe", afirmou o presidente Michel Temer durante a solenidade.

Nas mudanças no primeiro escalão do governo, Temer efetivou três interinos e nomeou outros oito ministros. O Diário Oficial da União trouxe as nomeações dos 11 titulares das pastas nesta terça.

Dos ministros nomeados nesta terça, apenas Gustavo Rocha, efetivado à frente da pasta dos Direitos Humanos, não foi empossado na cerimônia no Planalto. Segundo sua assessoria, ele integra o Conselho Nacional do Ministério Público e optou por participar da reunião do órgão.

Dos ministros nomeados nesta terça, apenas Gustavo Rocha, efetivado à frente da pasta dos Direitos Humanos, não foi empossado na cerimônia no Planalto. Segundo sua assessoria, ele integra o Conselho Nacional do Ministério Público e optou por participar da reunião do órgão.

As mudanças começaram na semana passada, com as posses de Gilberto Occhi no Ministério da Saúde, e de Valter Casimiro no Ministério dos Transportes. Ricardo Barros (PP-PR) e Maurício Quintella (PR-AL) deixaram os cargos e retornaram à Câmara dos Deputados.

Por lei, o prazo para a saída dos ministros que desejam se candidatar terminou no último sábado (7). No momento, o governo de Temer conta com 29 ministros.

O Planalto ainda não informou os nomes dos substitutos de Sarney Filho (PV-MA) no Ministério do Meio Ambiente e de Moreira Franco, que trocou a Secretaria-Geral pela pasta de Minas e Energia.

A expectativa é de que o secretário-executivo do Ministério do Meio Ambiente, Edson Duarte, fique como interino. Também seguem à frente de pastas como interino o general Joaquim Silva e Luna (Defesa) e Wagner Rosário (Transparência e Controladoria-Geral da União).

Fonte :Blog do Magno Martins.

Enviar comentário

voltar para Blog

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||