PSB realiza Congresso em meio à indefinição sobre o rumo do partido

Publicado em 01/03/2018 às 13h15
Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula
Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula

O PSB realiza a partir desta quinta-feira (1º) o XIV Congresso Nacional do partido em meio à indefinição sobre o rumo que o partido vai tomar nas eleições de outubro. Enquanto o governador Paulo Câmara, vice-presidente da legenda, aproxima-se dos petistas, em São Paulo, o vice-governador paulista Márcio França quer uma aliança com o PSDB. 

Os socialistas vão eleger os novos membros do Diretório e da Executiva Nacional. Embora a recondução do presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, ao cargo por mais três anos seja um consenso na sigla, o caminho que o partido vai trilhar para a eleição presidencial divide os filiados.

Candidatura própria, apoio à outra legenda e neutralidade na corrida pelo Palácio do Planalto são discutidas no ninho socialista. O tema será debatido no Congresso assim como o projeto nacional de desenvolvimento criado pelo partido.

Ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa é um nome apoiado pela bancada do PSB na Câmara dos Deputados para se filiar ao partido e disputar a presidência da República, mas Barbosa vem adiando a sua decisão de concorrer porque encontra resistência entre os socialistas.

Segundo a coluna Expresso da Época, as declarações de integrantes da legenda de que teria disputar prévias para ser escolhido candidato não agradaram o ex-ministro, que teria informado à cúpula do PSB que se essa for a condição, ele estará fora do jogo.

A ideia de prévias internas é pensada porque os socialistas tem dois nomes que declaram o desejo de disputar a presidência o ex-deputado federal Beto Albuquerque, vice-presidente do partido, e o ex-ministro dos governos Lula e Dilma Rousseff Aldo Rabelo, que se filiou no ano passado ao PSB, após sair do PCdoB.

O Congresso, que será realizado no Centro Internacional de Convenções do Brasil, em Brasília, vai até sábado e contará com a presença de governadores, parlamentares, prefeitos e representantes de segmentos sociais do partido. Também estarão presentes presidentes de outros siglas brasileiras, embaixadores e representantes de partidos socialistas da América Latina, integrantes da Coordenação Socialista Latino-Americana (CSL). 

Fonte:Blog do Jamildo.

Enviar comentário

voltar para Blog

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||