Esquema de segurança é montado para julgamento do STF em Brasília

Publicado em 03/04/2018 às 16h45
Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil
Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil

A Secretaria da Segurança Pública do Distrito Federal anunciou as medidas que serão tomadas para o dia do julgamento do habeas corpus preventivo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), nesta quarta-feira (4), quando são esperadas cerca de 20 mil pessoas nas manifestações em Brasília, segundos os movimentos sociais.

Em reunião na tarde desta segunda-feira (2) com representantes dos movimentos sociais, a Secretaria e as forças de segurança decidiram que o Protocolo Tático Integrado para Manifestações (PrTI) será acionado. Firmado em abril do ano passado por 48 instituições públicas locais e federais, o Protocolo é utilizado para toda manifestação que requer um controle maior por parte dos órgãos de segurança, de acordo com a Secretária de Segurança.

Entre as ações das forças de segurança, está a divisão do público a favor e contra a prisão do petista no canteiro central da Esplanada com duas fileiras de grades vazadas com policiais militares a postos no espaço entre elas para evitar confrontos. Vias no entorno serão fechadas já a partir da meia-noite desta quarta e só serão liberadas após a dispersão total do público.

Do lado norte, voltado para a via N1, ficará o grupo a favor da aprovação do habeas corpus preventivo do ex-presidente. Do lado oposto, próximo à via S1, ficará o grupo contrário à aprovação. Em cada lado, serão permitidos até três carros de som devidamente cadastrados, segundo a Secretaria.

Haverá linhas de revista da Polícia Militar antes da entrada ao gramado, próximo à Catedral. A entrada de uma série de itens será proibida, entre eles fogos de artifício, sprays, bonecos infláveis grandes (como o pixuleco) e produtos inflamáveis.

Fonte:Blog do Jamildo

Enviar comentário

voltar para Blog

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||