Abertas inscrições para novo edital do Programa Audiovisual Gera Futuro

Publicado em 11/04/2018 às 10h00

Por meio do Programa #Audiovisual Gera Futuro, o Ministério da Cultura (MinC) e a Agência Nacional do Cinema (Ancine) lançaram edital que prevê destinar R$ 100 milhões para propostas de produção independente de obras cinematográficas brasileiras de longa-metragem. Os recursos são oriundos do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA).

Os interessados devem se inscrever até 14 de maio, por meio do Sistema do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE). As propostas poderão ser das seguintes modalidades: a) projetos de longa-metragem de ficção, documentário e animação, sem distinção de objetivos comerciais ou artísticos; b) projetos de longa-metragem de ficção, documentário e animação com ênfase em projetos de perfil autoral e propósitos artísticos evidentes.

Critérios

O edital estabelece ainda indutores regionais. São, no mínimo, 30% dos recursos para produtoras independentes sediadas nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste; e, no mínimo, 10% dos recursos para região Sul ou os Estados de Minas Gerais e Espírito Santo.

Além disso, no mínimo 35% dos recursos deverão ser disponibilizados para projetos de obras cinematográficas dirigidas por mulheres cisgênero ou mulheres transexuais/travestis; e 10% dos recursos por diretores negros ou indígenas.

Desenvolvimento local

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) compreende que, apesar de os editais não possibilitarem que os Entes sejam proponentes, as prefeituras podem divulgar os mesmos junto aos agentes culturais locais do segmento do audiovisual, em específico, as empresas produtoras. Vale destacar que o fomento à cadeia produtiva do audiovisual no âmbito local potencializa a geração de emprego e renda e a arrecadação municipal de ICMS e ISS.

Nesse sentido, observa-se que as atividades econômicas do setor audiovisual, em 2014, foram diretamente responsáveis por uma geração de renda de R$ 24,5 bilhões na economia brasileira, de acordo com o MinC. O impacto no PIB, nesse mesmo ano, foi maior do que o das indústrias têxtil, farmacêutica e de celulose.

Além desses, outros editais para o setor do audiovisual foram lançados este ano, no âmbito do MinC e da Ancine. Para acompanhar as oportunidades, acesse as notícias da Área Técnica de Cultura no portal da CNM ou entre em contato pelo e-mail cultura@cnm.org.br.

Confira aqui a Chamada Pública do edital

Fonte : CNM.

Enviar comentário

voltar para Blog

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||