Marília Arraes declara apoio à Dani Portela faltando dois dias para votação

Publicado em 06/10/2018 às 07h00
Foto: Divulgação
                                    Foto: Divulgação
A candidata ao governo de Pernambuco pela coligação “A esperança não tem medo”, Dani Portela (PSOL) recebeu nesta sexta-feira (5), a declaração de voto da candidata à deputada federal Marília Arraes (PT). A vereadora era pré-candidata ao Palácio do Campo das Princesas e teve a sua candidatura retirada depois que o PSB e o PT se aliaram pela reeleição do governador Paulo Câmara (PSB). 
 
As candidatas almoçaram juntas no Mercado da Boa Vista, centro do Recife. “Para mim é muito importante receber essa declaração de Marília, uma mulher valente, que foi vítima de um processo tão violento. Como eu venho dizendo, essa eleição será definida pelas mulheres. Uma mulher sobe e puxa a outra”, afirmou Dani Portela. 
 
Marília deixou para última hora sua declaração de apoio a um dos candidatos ao governo de Pernambuco não se comprometendo com nenhuma das duas principais candidaturas encabeçadas por Armando Monteiro (PTB) e Paulo Câmara (PSB). O apoio à candidatura de Dani Portela entretanto, não deve significar muita coisa, não passando de um ‘protocolo’ cumprido pela petista, visto que a candidata do PSOL possui apenas 2% das intenções de voto na última pesquisa Ibope.
 
“Eu não tinha conversado com ela não, foi uma decisão minha, como eu já tinha deixado claro desde o começo desde que o PT Nacional tomou a decisão de impedir aqui no Estado, mesmo depois que o PT decidiu ter uma candidatura própria, quando houve essa intervenção e se sabia que eu e boa parte do PT não seguiríamos essa orientação do voto para o governo. Aí precisávamos ter um candidato ou uma candidata, então tomei essa decisão”, declarou Marília que disse ter sido uma “questão de imprudência” a demora para declarar o voto.
 
Em sua página no Facebook, Dani também Celebrou o apoio recebido. “Nossos ideais estão acima de qualquer coisa. Nós mulheres estamos juntas a favor de um estado mais justo e igualitário para todas as pessoas. A esperança não tem medo”, disse.
 
Ainda nesta sexta-feira (5), a candidata realizou panfletagem na Universidade Federal de Pernambuco. Lá ela conversou com professores e estudantes que manifestaram apoio à sua candidatura. Marília, que inicialmente seria candidata ao governo do estado pelo PT, teve sua postulação retirada pelo partido em uma negociação nacional de apoio à Paulo Câmara. 
 
Fonte:Blog do Jamildo.

Enviar comentário

voltar para Blog

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||