NOVO fará protesto contra reajuste de salário dos ministros do STF

Publicado em 09/11/2018 às 10h00

O Partido Novo, que tem como candidato a presidência da República o empresário João Amoêdo,  lançou nesta quinta-feira um abaixo-assinado “online” contra o aumento salarial do STF aprovado ontem no Senado.

A campanha encabeçada pelas #AumentoNão #VetaTemer foi assinada por mais de 1 milhão de pessoas em menos de 24h.

A #AumentoNão chegou ao primeiro lugar no trending topics do Twitter por volta das 20h20 de ontem (07), sendo que o tuitaço tinha sido marcado para as 21h. O partido também chegou ao 2º lugar no TT mundial.

Com os resultados, o NOVO acaba de convocar seus filiados, apoiadores e simpatizantes da causa através de sua conta oficial no Twitter a irem às ruas neste domingo (11) para uma manifestação na Praça dos Três Poderes, DF, às 10h. No tuíte, a legenda se dirigiu e “marcou” o presidente Michel Temer.

O aumento salarial para o STF, aprovado ontem no Senado Federal, será “cascateado” para outras esferas públicas do Estado, gerando um gasto de R$ 4 a 6 bilhões nas contas do governo.

O Partido Novo é contra esse aumento por pregar o equilíbrio fiscal, o enxugamento da máquina pública e o investimento em áreas que considera cruciais para o país como saúde, educação e segurança.

Fonte : Blog de Inaldo Sampaio.

Enviar comentário

voltar para Blog

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||