Moro quer acabar com a corrupção no Brasil através de lei mas isso não tem como dar certo

Publicado em 26/11/2018 às 09h00

O ex-juiz federal e futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, uma das futuras estrelas do governo de Bolsonaro, continua no propósito, equivocado na visão deste Blog, de acabar com a corrupção no Brasil por meio de leis.

Ele anunciou no final de semana que pretende enviar um projeto de lei contra corrupção, crime organizado e crimes violentos já no início do próximo ano legislativo. O projeto “está em gestação” e seria uma espécie de coroamento da Operação Lava Jato.

“O que se quer a partir de fevereiro é uma espécie de Plano Real contra a alta criminalidade no Brasil”, disse o futuro ministro em palestra no encerramento do Simpósio Nacional de Combate à Corrupção, realizado pela FGV Direito, no Rio de Janeiro, dirigida pelo novo acadêmico pernambucano (ABL) Joaquim Falcão.

“Muitas vezes, na investigação criminal, no processo penal, existem pontos de estrangulamento. Pequenas alterações podem fazer grande diferença”, disse o ex-juiz, hoje mais com a cabeça nos Códigos Penal e de Processo Penal do que na realidade brasileira.

“Quem sabe iniciamos um círculo virtuoso? Temos a crença de que alguns problemas são permanentes do país, quase como doenças tropicais, e que não podemos fazer nada. Isso tudo é falso”, afirmou Sérgio Moro.

O ex-juiz já foi informado pelo ministro Raul Jungmann (Segurança Pública) de que todos os grandes presídios do Brasil são controlados por facções criminosas e que não há solução à vista para resolver esse problema.

E aí, doutor Moro, como ficamos? Acaba-se com esse problema aumentando a prena para traficantes de drogas? Aguardemos, pois, torcendo pelo seu sucesso!

Fonte :Blog de Inaldo Sampaio.

Enviar comentário

voltar para Blog

bdt b02|left|||||login news bdt b02|bdt b02|bdt b02|login news bdt b02|b02 bdt|bdt b02|content-inner||